Desempenho agronômico da cultura do amendoim irrigado com água salina em ambiente protegido

Authors

  • Maria Damiana Rodrigues Araújo
  • Laryssa Roberta Alves Farias
  • Larissa Vasconcelos Santos
  • Maria Deyse Silva dos Santos
  • Danilo Santos Silva
  • Thallita Nayanna Bezerra Alves
  • Daniella Pereira dos Santos
  • Inajá Francisco de Sousa
  • Samuel Silva
  • Márcio Aurélio Lins dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n8-110

Keywords:

função de produção, lâmina de água, salinidade

Abstract

A implantação de áreas com o amendoim irrigado na região árida e semiárida do Nordeste brasileiro ainda é limitada devido à disponibilidade hídrica e pouco conhecimento desta técnica para essa cultura na região. Sendo que, a implantação da irrigação na cultura possibilita o cultivo de dois ou mais ciclos do amendoim durante o ano, aumentando assim a renda dos pequenos agricultores que são os principais produtores. O objetivo desta pesquisa foi de avaliar o desempenho agronômico do amendoim em ambiente protegido, sob o efeito de diferentes lâminas de água e diversos níveis de água salina. O experimento foi realizado em casa de vegetação na área experimental do Campus de Arapiraca da UFAL. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso (DBC), possuindo 4 repetições, em esquema fatorial 5x5, com 25 tratamentos, totalizando 100 parcelas. Os tratamentos representaram cinco lâminas de irrigação: 224,36; 336,54; 448,72; 560,90 e 673,08 mm correlacionadas com níveis salinos da água representados por: 0,15; 1,15; 2,15; 3,15 e 4,15 dS m-1. Avaliou-se as variáveis: altura de planta (AP), número de hastes por planta (NHP), número de vagens por planta (NVP), comprimento médio das vagens (CMV), diâmetro médio das vagens (DMV), número de grãos por vagens (NGV), peso fresco das vagens (PFV), peso seco das vagens (PSV) e índice de clorofila (SPAD). Os dados coletados foram submetidos à análise estatística e plotagem de gráficos de superfície por meio do software estatístico R i386. Os resultados mostraram que as variáveis, índice AP; NVP; CMV e SPAD respondem à interação de lâmina de irrigação e níveis de salinidade da água. Já o NHP; DMV; VVP; PFV e PSV respondem à lâmina e salinidade isoladamente. Apenas o NGV responde de modo significativo somente para salinidade da água. A resposta de superfície das variáveis analisadas obteve o desempenho agronômico com melhores resultados foram obtidos por lâminas de entre 336,54 e 448,72 mm (75 e 100% da ETc) e a menor salinidade (0,15 dS m-1). Com destaque para variáveis de produtividade, peso verde e peso seco das vagens. Ocorreu interferência direta do alto nível de salinidade na variável índice clorofila (SPAD), decrescendo com o aumento da lâmina de água.

References

AZEVEDO, B. M; SOUSA, G. G; PAIVA, T. F. P; MESQUITA, J. B. R; ARAUJO, T. V. Manejo da irrigação na cultura do amendoim. Magistra, v. 26, n. 1, p. 11-18, 2017

CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento. Acompanhamento da safra brasileira de grãos, v 1, n. 1. Brasília: Conab, 2020

CORREIA, K. G.; FERNANDES, P. D.; GHEY, H. R.; NOBRE, R. G.; SANTOS, T. S. Crescimento, produção e características de fluorescência da clorofila a em amendoim sob condições de salinidade. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 40, n. 4, p. 514-521, 2009.

CRUZ, R. I. F; SILVA, G. F; SILVA, M. M; SILVA, A. H. S; JUNIOR, J. A. S; SILVA, E. F. F. Productivity of irrigated peanut plants under pulse and Continuous dripping irrigation with brackish water. Revista Caatinga, Mossoró, v. 34, n. 1, p. 208 –218, 2021

DIAS, N. S. Manejo da fertirrigação e controle da salinidade em solo com melão rendilhado sob ambiente protegido. Tese (Doutorado) - Piracicaba: Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, 131p., 2004.

DIAS, M. S; REIS, L. S; LIMA, I. R. V; ALBUQUERQUE, A. W; SANTOS, R. H. S; ALMEIDA, C. A. C; SILVA, V. M. Eficiência do uso da água pela cultura do amendoim sob diferentes lâminas de irrigação e formas de adubação. Colloquium Agrariae, v. 15, n.2, p. 72-83, 2019.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Portal Embrapa. Brasília, DF, 2009.

FARIAS, Laryssa Roberta Alves. Desempenho agronômico da cultura do amendoim irrigado com água salina cultivada em ambiente protegido. 2021.

FIGUERÊDO, S. F; AZEVEDO, J, A; ANDRADE, L. M; GOMES, A. C. Rendimento de grãos do amendoim irrigado em solo de Cerrado. Embrapa Cerrados. (Comunicado Técnico, 140), 2007.

LIMA, A. F. S; SANTOS, M. F; OLIVEIRA, M. L; SOUSA, G. G; FILHO, P. F. M; LUZ, L. N. Physiological responses of inoculated and uninoculated peanuts under saline stress. Revista Ambiente & Água, v. 16, n. 1, 2021.

LUZ, L. N.; SANTOS, R. C.; SILVA FILHO, J. L.; MELHO FILHO, P. A. Estimativas de parâmetros genéticos em linhagens de amendoim baseadas em descritores associados ao ginóforo. Revista Ciência Agronômica, v. 41, n. 1, p. 132-138, 2010.

MUNNS R.; TESTER, M. Mechanisms of salinity tolerance. Annual Review of Plant Biology, v.12, p.662-679, 2008.

PAIVA, S. F. J; RODRIGUES, M. H. B. S; LOPES, K. P; SILVA, J. G. Influência da salinidade da água de irrigação na qualidade de sementes no semiárido paraibano. Meio Ambiente (Brasil), v. 1, n. 3, 2020.

RODRIGUES, L.G., RODRIGUES, F.M., OLIVEIRA, E.M., VIERA, V.B., ARÉVALO, A.M., & VIROLI, S.L. Peanut (Arachis sp.) as a source in the Brazilian energy matrix. Journal of Bioenergy and Food Science, v.3, n.3, p.178-190, 2016.

SÁ, F. V. S.; SANTOS, M. G.; JÚNIOR, A. P. B.; ALBUQUERQUE, J. R.T.; SOUZA, A. R. E.; RIBEIRO, R. M. P. Tolerância de genótipos de amendoim (Arachis hypogea) ao estresse salino na fase inicial. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 24, n. 1, p. 37-43, 2020

SANTOS, C. R; FARIAS, F. J. C; RÊGO, G. M; SILVA, A. P. G. Estabilidade fenotípica de cultivares de amendoim avaliadas na região Nordeste do Brasil. Ciência e agroecologia., Lavras, v.23, n.4, p.808-812, 1999.

SILVA, A. C; CARVALHO, C. M; OLIVEIRA, A. C. M; FEITOSA, H. O; SILVA, L. L. Crescimento inicial do amendoinzeiro BR1 irrigado com água salina. Brazilian Journal of Applied Technology for Agricultural Science/Revista Brasileira de Tecnologia Aplicada nas Ciências Agrárias, v. 8, n. 3, 2015.

SILVA, F. G; BARBOSA, G. F; ZUFFO, A. M; STEINER, F. Coinoculação do amendoim (Arachis hypogaea L.) com Bradyrhizobium e Azospirillum promove maior tolerância à seca. Research, Society and Development, v. 9, n. 7, p. e69973690, 2020.

SOUSA, G. G; LIMA, F. A; GOMES, K. R; VIANA, T. V. A; COSTA, F. R. B; AZEVEDO, B. M; MARTINS, L. F. Irrigação com água salina na cultura do amendoim em solo com biofertilizante bovino. Nativa, Sinop, v. 02, n. 02, p. 89-94, 2014.

SOUSA, H. C. CEITA, E. A. R; MAGALHÃES, L. C; SOUSA, G. G; GADELHA, B. B; LESSA, C. I. Frequência de irrigação e estresse salino na cultura do amendoim. INOVAGRI Meeting Virtual, 2020.

TABOT, P.T.; ADAMS, J.B. Early responses of Bassia diffusa (Thunb.) Kuntze to submergence for diferente salinity treatments. South African Journal of Botany, v. 84, p. 19–29, 2013.

THORNTHWAITE, C.W. An approach toward a rational classification of climate. Geographical Review 38, 55-94, 1948.

XAVIER, R. A; CONCEIÇÃO D. P. Caracterização ambiental do município de Arapiraca, Região Agreste de Alagoas. Revista Ambientale, v. 3, n. 3, p. 108-121, 2012.

Published

2023-08-25

How to Cite

Araújo, M. D. R., Farias, L. R. A., Santos, L. V., dos Santos, M. D. S., Silva, D. S., Alves, T. N. B., dos Santos, D. P., de Sousa, I. F., Silva, S., & dos Santos, M. A. L. (2023). Desempenho agronômico da cultura do amendoim irrigado com água salina em ambiente protegido. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(8), 9881–9900. https://doi.org/10.55905/oelv21n8-110

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)