Uso de eugenol como anestésico para juvenis de dourado (Salminus brasiliensis)

Authors

  • Leone de Souza Medina
  • Jean Carlos Pianta Brisqueleal
  • Herivelto Beck de Souza
  • Fábio Bittencourt

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n6-069

Keywords:

aquicultura, fármaco, manejo

Abstract

Durante as práticas de manejo na piscicultura o uso de fármacos anestésicos pode configurar segurança aos peixes, pois esses produtos têm a capacidade de reduzir o metabolismo dos animais minimizando seu estresse. O presente trabalho teve como objetivo encontrar a melhor dose de eugenol para a indução e recuperação anestésica de juvenis de dourados (Salminus brasiliensis), com peso médio de 4,71 ± 1,09 g e 8,06 ± 0,65 cm de comprimento total. O delineamento experimental constituiu-se de seis tratamentos com diferentes concentrações de eugenol (0,0; 12,5; 25,0; 37,5; 50,0; e 62,5 mg. L-¹), utilizando oito peixes em cada tratamento, totalizando 48 animais avaliados. Após 48 horas de tempo de recuperação não houve mortalidades dos peixes.  Em relação a indução a anestesia, a concentração de 12,5 mg. L-¹ não foi suficiente para insensibilizar totalmente os animais nas condições testadas. Os demais tratamentos apresentaram efeitos anestésicos cada vez mais rápidos de acordo com o aumento das concentrações. No entanto as concentrações de 25 e 37,5 mg. L-¹ não foram satisfatórias em relação ao tempo de recuperação, sendo as dosagens de 50 e 62,5 mg. L-¹ as que melhores apresentaram performances como anestésicos para a espécie tanto para indução quanto para recuperação, sem prejudicar a sobrevivência dos indivíduos.

References

Anderson, W. G., Mckinley, R. S. & Colvecchia, M. 1997. The use of clove oil as an anaesthetic for rainbow trout and its effects on swimming performance North American. Journal of Fisheries Management, 17, 301-307.

Braz, R. S., Silva, I. O., Tesser, M. B., Sampaio, L. A., Rodrigues, R. V. 2017. Benzocaína, MS-222, eugenol e mentol como anestésicos para juvenis de tainha Mugil liza. Boletim Do Instituto De Pesca, 43(4), 605-613.

Diniz, N. M., & Honorato, C. A. (2012). Algumas alternativas para diminuir os efeitos do estresse em peixes de cultivo - revisão. Arquivos de Ciências Veterinárias e Zoologia da UNIPAR, 15(2), 149-154.

Gonçalves, A. F., Santos, E. C. C., Fernandes, J. B. K. & Takahashi, L. S. 2008. Mentol e eugenol como substitutos da benzocaína na indução anestésica de juvenis de pacu. Acta Scientiarum Animal Science, 30(3), 339-344.

Hisano, H., Ishikawa, M. M., Ferreira, R. A., Bulgarelli, A. L. A., Costa, T. R., & Pádua, S. B. (2008). Tempo de indução e de recuperação de dourados Salminus brasiliensis (Cuvier, 1816), submetidos a diferentes concentrações de óleo de cravo Eugenia sp.. Acta Scientiarum. Biological Sciences, 30(3), 303-307.

Inoue, L. A. K. A., Afonso, L. O. B., Iwama, G, K. & Moraes, G. 2005. Efeito do óleo de cravo na resposta de estresse do matrinxã (Brycon cephalus) submetido ao transporte. Acta Amazônica, 35(2), 289-295.

Inoue, L. A. K. A., Santos-Neto, S. & Moraes, G. 2003. Clove oil as anaesthetic for juveniles of matrinxã Brycon cephalus (Gunther, 1869). Ciência Rural, 33(5), 943-947.

Marking, L. L., & Meyer, F. P. 1985. Are better fish anesthetics needed in fisheries? Fisheries, 10(6), 2-5.

Pádua, S. B., Pietro, P. S., Iglessias-Filho, P. S., Ishikawa, .M., Hisano, H. 2010. Mentol como anestésico para dourado (Salminus brasiliensis). Boletim do instituto de Pesca, 36, 143-148.

Park, M. O., Hur, W. J., Im, S., Seol, D. 2008. Anesthetic efficacy and physiological responses to clove oil-anesthetized kelp grouper Epinephelus bruneus. Aquaculture Research, 39(8), 977-884.

Roubach, R., & Gomes, L. C. (2001). O uso de anestésicos durante o manejo de peixes. Panorama da Aquicultura, 11, 37-40.

Souza, I. L., Santos-Silva, L. K., Venere, P. C. & Moreira-Filho, O. 2008. Molecular cytogenetics of Salminus fish (Characiformes) based on 5S and 18S rRNA genes hybridization, fluorochrome staining and Cbanding. Micron, 39(7), 1036–1041.

Woody, C. A., Nelson, J., & Rasmstad, K. (2002). Clove oil as an anesthetic for adult sockeye salmon: field trials. Journal of Fish Biology, Oxford, 60(2), 340-347.

Published

2023-06-26

How to Cite

Medina, L. de S., Brisqueleal, J. C. P., de Souza, H. B., & Bittencourt, F. (2023). Uso de eugenol como anestésico para juvenis de dourado (Salminus brasiliensis). OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(6), 4394–4403. https://doi.org/10.55905/oelv21n6-069

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)