Consumo alimentar, medidas antropométricas e relação com o risco de disbiose intestinal em mulheres com sobrepeso e Obesidade

Authors

  • Clécia Maria da Silva Nogueira
  • Jardel Alves da Costa
  • Samia Karine de Moura Martins
  • Leonardo Dias Negrão
  • Ennya Cristina Pereira dos Santos Duarte
  • Paulo Víctor de Lima Sousa
  • Antônio Daniel Saraiva da Costa
  • Nara Vanessa dos Anjos Barros

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n6-058

Keywords:

mulheres, Obesidade, alimentação, microbiota intestinal

Abstract

O objetivo do presente estudo foi associar o consumo alimentar e dados antropométricos com o risco de disbiose intestinal em mulheres com sobrepeso e obesidade de uma cidade do Nordeste brasileiro. Pesquisa transversal de natureza descritiva e quantitativa, com delineamento de pesquisa de campo. A amostra do presente estudo incluiu 62 indivíduos, todos do sexo feminino com média de idade ± 39,7 anos. A média de peso corporal obtida foi de 82,37kg (DP 13,59), a altura média das mulheres participantes do estudo foi de 1,56 (DP 0,06), tais resultados refletiram diretamente nos valores de IMC que ficou em uma média de 33,72 (DP 4,72), caracterizando a maioria da amostra do estudo na classificação de obesidade grau I. 98,4% das mulheres apresentaram risco metabólico altíssimo. Sobre o consumo alimentar, 87,1% relataram não seguir nenhum tipo de dieta de déficit calórico ou mudanças de hábitos alimentares com acompanhamento profissional do nutricionista, a ingestão de alimentos era de acordo com a disponibilidade do alimento na casa e a vontade de ingestão, sendo que 41,9% relataram fazer apenas 4 refeições ao dia. A análise mostrou associação estatística significativa entre o IMC e o consumo de café adicionado de açúcar. Também foi observada associação entre o consumo de farofa, cuscuz e tapioca, carne de boi/carneiro/suína com o risco de disbiose intestinal. O presente estudo apresentou informações importantes sobre o estado de saúde relacionado ao consumo alimentar, disbiose intestinal e obesidade em mulheres.

References

Abarca-Gómez, L., A, Z. A., Hamid, Z. A., Abu-Rmeileh, N. M., Acosta-Cazares, B., Acuin, C., ... & Cho, Y. (2017). Worldwide trends in body-mass index, underweight, overweight, and obesity from 1975 to 2016: a pooled analysis of 2416 population-based measurement studies in 128· 9 million children, adolescents, and adults. The lancet, 390(10113), 2627-2642.

Almeida, T. G. (2017). Análise dos fatores de não adesão à planos alimentares, em mulheres estudantes. Repositorio Uniceub, 1 (1) 12.

Awoke, M. A., Skouteris, H., Makama, M., Harrison, C. L., Wycherley, T. P., & Moran, L. J. (2021). The Relationship of Diet and Physical Activity with Weight Gain and Weight Gain Prevention in Women of Reproductive Age. Journal of Clinical Medicine, 10(11), 2485.

Brasil, I. B. G. E. (2010). Instituto Brasileiro de geografia e Estatística. Censo demográfico, 2010.

BONNET, Michael H.; ARAND, Donna L. We are chronically sleep deprived. Sleep, v. 18, n. 10, p. 908-911, 1995.

Cani, P. D., Amar, J., Iglesias, M. A., Poggi, M., K, C., Bastelica, D., ... & Burcelin, R. (2007). Metabolic endotoxemia initiates obesity and insulin resistance. Diabetes, 56(7), 1761-1772.

Cani, P. D., Bibiloni, R., Knauf, C., Waget, A., Neyrinck, A. M., Delzenne, N. M., & Burcelin, R. (2008). Changes in gut microbiota control metabolic endotoxemia-induced inflammation in high-fat diet–induced obesity and diabetes in mice. Diabetes, 57(6), 1470-1481.

Cibeira, GH, M, C., Lazzaretti, R., Nader, GA, & Caleffi, M. (2013). Consumo de bebida alcoólica, fatores socioeconômicos e excesso de peso: um estudo transversal no sul do Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 18 , 3577-3584.

Conterato, E. V., & Vieira, E. L. (2001). Composição corporal em universitários utilizando dobras cutâneas e bioimpedância elétrica: um método comparativo. Disciplinarum Scientia| Saúde, 2(1), 125-136.

Chiu, C. H., Ko, M. C., Wu, L. S., Yeh, D. P., Kan, N. W., Lee, P. F., ... & Ho, C. C. (2017). Benefits of different intensity of aerobic exercise in modulating body composition among obese young adults: a pilot randomized controlled trial. Health and quality of life outcomes, 15(1), 1-9.

David, L. A., Maurice, C. F., Carmody, R. N., Gootenberg, D. B., Button, J. E., Wolfe, B. E., ... & Turnbaugh, P. J. (2014). Diet rapidly and reproducibly alters the human gut microbiome. Nature, 505(7484), 559-563.

de Souza, C. K., Licodiedoff, S., Schmitz, F. R. W., Tedeschi, P., Maietti, A., Bertoli, S. L., & Brandolini, V. (2017). Estudo dos ácidos graxos e das propriedades antioxidantes de arroz (oryza sativa l.) bruto, integral, parboilizado e branco comercializados no brasil e na itália. Engevista, 19(5), 1168-1187.

Eckburg, P. B., Bik, E. M., Bernstein, C. N., Purdom, E., Dethlefsen, L., Sargent, M., ... & Relman, D. A. (2005). Diversity of the human intestinal microbial flora. science, 308(5728), 1635-1638.

Eli‐Cophie, D., Agbenorhevi, J. K., & Annan, R. A. (2017). Glycemic index of some local staples in Ghana. Food science & nutrition, 5(1), 131-138.

Engle‐Stone, R., Nankap, M., Ndjebayi, A. O., Friedman, A., Tarini, A., Brown, K. H., & Kaiser, L. (2018). Prevalence and predictors of overweight and obesity among Cameroonian women in a national survey and relationships with waist circumference and inflammation in Yaoundé and Douala. Maternal & child nutrition, 14(4), e12648.

Firmiano, L., Dias, D. P., Santos, T. G., das Neves Terra, S., & dos Anjos Queiros, V. M. (2020). Benefício dos Alimentos Usados como Terapia Complementar para Candidíase Vulvovaginal Recorrente/The Benefit of Food and its Usage as Complementary Therapy for Recurrent Vulvovaginal Candidiasis. ID on line Revista de psicologia, 14(53), 913-925.

Fisberg, R. M., Colucci, A. C. A., Morimoto, J. M., & Marchioni, D. M. L. (2008). Questionário de freqüência alimentar para adultos com base em estudo populacional. Revista de saúde pública, 42, 550-554.

França, A. P., Marucci, M. D. F. N., Silva, M. D. L. D. N. D., & Roediger, M. D. A. (2018). Fatores associados à obesidade geral e ao percentual de gordura corporal em mulheres no climatério da cidade de São Paulo, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, 23, 3577-3586.

Hirshkowitz, M., Whiton, K., Albert, S. M., Alessi, C., Bruni, O., DonCarlos, L., ... & Hillard, P. J. A. (2015). National Sleep Foundation’s sleep time duration recommendations: methodology and results summary. Sleep health, 1(1), 40-43.

IBGE. Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008 - 2009: antropometria e estado nutricional de crianças, adolescentes e adultos no Brasil. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

Kachani, A. T., Cardoso, A., Furtado, Y., Barbosa, A. L. R., Brasiliano, S., & Hochgraf, P. B. (2007). Medida da circunferência da cintura em mulheres dependentes de álcool e outras drogas. In XXVIII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (SOCESP). São Paulo, São Paulo, Brasil.

Khusun, H., & Fahmida, U. (2016). Dietary patterns of obese and normal-weight women of reproductive age in urban slum areas in Central Jakarta. British. Journal of Nutrition, 116(S1), S49-S56.

Ley, R. E., Turnbaugh, P. J., Klein, S., & Gordon, J. I. (2006). Human gut microbes associated with obesity. nature, 444(7122), 1022-1023.

Li, D. P., Cui, M., Tan, F., Liu, X. Y., & Yao, P. (2021). High Red Meat Intake Exacerbates Dextran Sulfate-Induced Colitis by Altering Gut Microbiota in Mice. Frontiers in Nutrition, 8 (1), 10.

Lisowski, J. F., Leite, H. M., Bairros, F., Henn, R. L., Costa, J. S. D. D., & Olinto, M. T. A. (2019). Prevalência de sobrepeso e obesidade e fatores associados em mulheres de São Leopoldo, Rio Grande do Sul: um estudo de base populacional. Cadernos Saúde Coletiva, 27, 380-389.

Machado, L. M. M., Costa, T. H. M. D., Araújo, M. D. S., & Freire, E. (2005). Associação do consumo de café com índice de massa corporal e glicemia de trabalhadores de Belém-PA. SBIcafé, 1 (1), 10.

Maruvada, P., Leone, V., Kaplan, L. M., & Chang, E. B. (2017). The human microbiome and obesity: moving beyond associations. Cell host & microbe, 22(5), 589-599.

Minayo, M. C. D. S. (2000). O desafio do conhecimento-pesquisa qualitativa em saúde. In O desafio do conhecimento-pesquisa qualitativa em saude (pp. 269-269).

Molz, A. P., & Poll, F. A. (2013). Avaliação nutricional, estilo de vida e consumo alimentar relacionados com risco cardiovascular em mulheres na menopausa. Cinergis, 14(4).

Munyaka, P. M., Khafipour, E., & Ghia, J. E. (2014). External influence of early childhood establishment of gut microbiota and subsequent health implications. Frontiers in pediatrics, 2, 109.

NeuHannig, C., dos Prazeres Régis, C., Soika, J. H., de Souza Silva, L. A., Quintanilha, V. A. B., Bussolotto, L. T., ... & Bello, S. R. B. (2019). Disbiose Intestinal: Correlação com doenças crônicas da atualidade e intervenção nutricional. Research, Society and Development, 8(6), e25861054-e25861054.

Nurwanti, E., Uddin, M., Chang, J. S., Hadi, H., Syed-Abdul, S., Su, E. C. Y., ... & Bai, C. H. (2018). Roles of sedentary behaviors and unhealthy foods in increasing the obesity risk in adult men and women: A cross-sectional national study. Nutrients, 10(6), 704.

Oliveira, G., Schimith, M. D., Ressel, L. B., Prates, L. A., Munhoz, O. L., & da Silva Champe, T. (2018). Mulheres com risco cardiovascular: revisão das pesquisas das pós-graduações brasileiras. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, 31(2), 1-11.

Pereira, D. C. L., & Lima, S. M. R. R. (2015). Prevalência de sobrepeso e obesidade em mulheres após a menopausa/Prevalence of overweight and obesity in postmenopausal women. Arquivos Médicos dos Hospitais e da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, 1-6.

Pitanga, F. J. G., & Lessa, I. (2007). Associação entre indicadores antropométricos de obesidade e risco coronariano em adultos na cidade de Salvador, Bahia, Brasil. Revista Brasileira de Epidemiologia, 10, 239-248.

Rezende, F., Rosado, L., Franceschinni, S., Rosado, G., Ribeiro, R., & Bouzas Marins, J. C. (2007). Revisão crítica dos métodos disponíveis para avaliar a composição corporal em grandes estudos populacionais e clínicos. Archivos Latinoamericanos de nutricion, 57(4), 327-334.

Robles, R. L., de Aquino Junior, A. E., & Peneireiro, G. M. (2017). Comparação entre dois protocolos de treinamento sobre as alterações na composição corporal em mulheres entre 20 e 40 anos. RBONE-Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, 11(65), 376-382.

Sekine, M., Yamagami, T., Handa, K., Saito, T., Nanri, S., Kawaminami, K., ... & Kagamimori, S. (2002). A dose–response relationship between short sleeping hours and childhood obesity: results of the Toyama Birth Cohort Study. Child: care, health and development, 28(2), 163-170.

Silveira, D. F., & Cavalcante, J. L. P. (2020). Estado nutricional, consumo alimentar e saúde intestinal em mulheres de uma academia da saúde. Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba, 22(2), 59-64.

Teixeira, T. G., Tibana, R. A., da Cunha Nascimento, D., da Silva, R. A. S., de Almeida, J. A., Balsamo, S., ... & Prestes, J. (2015). Qualidade de vida e síndrome metabólica em mulheres brasileiras: análise da correlação com a aptidão aeróbia e a força muscular. Motricidade, 11(2), 48-60.

Turnbaugh, P. J., Ley, R. E., Mahowald, M. A., Magrini, V., Mardis, E. R., & Gordon, J. I. (2006). An obesity-associated gut microbiome with increased capacity for energy harvest. nature, 444(7122), 1027-1031.

Van der Logt, E. M., Blokzijl, T., van der Meer, R., Faber, K. N., & Dijkstra, G. (2013). Westernized high-fat diet accelerates weight loss in dextran sulfate sodium-induced colitis in mice, which is further aggravated by supplementation of heme. The Journal of nutritional biochemistry, 24(6), 1159-1165.

Vieira, A. M., da Silva Gomes, A., Vieira, R. A. L., Silva, F. C., de Andrade Previato, H. D. R., & Volp, A. C. P. (2016). Associação entre medidas antropométricas e de composição corporal com os componentes da síndrome metabólica e índice de qualidade da dieta em adultos com excesso de peso. Demetra: alimentação, nutrição & saúde, 11(2), 399-413.

Published

2023-06-21

How to Cite

Nogueira, C. M. da S., da Costa, J. A., Martins, S. K. de M., Negrão, L. D., Duarte, E. C. P. dos S., Sousa, P. V. de L., da Costa, A. D. S., & Barros, N. V. dos A. (2023). Consumo alimentar, medidas antropométricas e relação com o risco de disbiose intestinal em mulheres com sobrepeso e Obesidade. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(6), 4157–4182. https://doi.org/10.55905/oelv21n6-058

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)