Prevalência de ideação suicida e correlação com características sociais e demográficas de universitários

Authors

  • Milena Nunes Alves de Sousa
  • Gabriel dos Santos Medeiros
  • Henrique Jorge Rebouças Júnior
  • Paula Almeida Apolinário
  • Ana Beatriz Vieira Sousa
  • Carolina Pedrosa Batista
  • Eduarda Feitosa Bezerra
  • Laura Moura Aragão
  • Giovanna Kailany Machado de Oliveira Moura

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n7-089

Keywords:

universidades, saúde do estudante, bem-estar psicológico, suicídio, prevenção ao suicídio

Abstract

Objetivo: Avaliar a prevalência de ideação suicida entre universitários de uma Instituição de Ensino Superior e correlacionar com características sociais e demográficas. Métodos: Estudo transversal, descritivo e quantitativo. A pesquisa foi realizada com 370 estudantes de diferentes cursos do Centro Universitário de Patos, Paraíba. Os dados foram coletados em abril de 2023 a partir do instrumento validado intitulado de Questionário de Ideação Suicida (QIS), o qual é constituído por 30 itens com respostas estruturadas em uma escala de Likert. Os dados foram analisados por meio do software Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) – versão 25, foram utilizados testes descritivos e estatística inferencial. A significância estatística foi de p < 0,05. Resultados: Os achados revelaram a prevalência de ideação suicida de 61,19% entre os universitários, variando a intensidade de leve a moderada. Desse número, 4,4% apresentaram níveis graves de ideação. Dentre os motivos principais constatados, verificou-se a rotina desgastante, a demora da adequação a novos ambientes, nova rotina e novas relações interpessoais, a moradia longe da família e o contato mais íntimo com situações que envolvem morte, notadamente entre os estudantes da área da saúde, tendo sido o grupo mais afetado. Conclusão: A maioria dos participantes da pesquisa possuía algum grau de ideação suicida, não existindo grande disparidade entre os sexos. O dado alarmante sinaliza para a necessidade de um maior suporte psicológico a ser fornecido pelas instituições de ensinos superior, haja vista a predominância deste tipo de ideação, notadamente entre discentes da área da saúde.

References

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA. Suicídio: informando para prevenir. Associação Brasileira de Psiquiatria, Comissão de Estudos e Prevenção de Suicídio. Brasília: CFM/ABP, 2014.

BREET, E. et al. Systematic review and narrative synthesis of suicide prevention in high-schools and universities: a research agenda for evidence-based practice. BMC public health, v. 21, n. 1, p. 1116, 2021. Disponível em: https://bmcpublichealth.biomedcentral.com/articles/10.1186/s12889-021-11124-w. Acesso em: 12 jun. 2023.

BRUNI, A. L. Estatística Aplicada à Gestão Empresarial. Editora Atlas, 2008.

BRYAN, J. L. et al. God, Can I Tell You Something? The Effect of Religious Coping on the Relationship between Anxiety Over Emotional Expression, Anxiety, and Depressive Symptoms. Psychology of religion and spirituality, v. 8, n. 1, p. 46–53, 1 fev. 2016. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4808057/. Acesso em: 12 jun. 2023.

CERQUEIRA, F. S.; SOUZA, C. O. Ideação suicida em estudantes universitários: prevalência, fatores associados e o papel das instituições. Revista SaúdeUNIFAN, v. 2, n. 1, p. 67-73, 2022. Disponível em: https://saudeunifan.com.br/wp-content/uploads/2022/08/Artigo-7-IDEAC%CC%A7A%CC%83O-SUICIDA-EM-ESTUDANTES-UNIVERSITA%CC%81RIOS-PREVALE%CC%82NCIA-FATORES-ASSOCIADOS-E-O-PAPEL-DAS-INSTITUIC%CC%A7O%CC%83ES.pdf. .Acesso em: 12 jun. 2023.

CRISPIM, M. O. Fatores associados à ideação suicida e à tentativa de suicídio de jovens estudantes de um Instituto Federal de Pernambuco. 2021. 119f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2021. Disponível em: https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/44138/1/DISSERTA%c3%87%c3%83O%20Mar%c3%adlia%20de%20Oliveira%20Crispim.pdf. Acesso em: 12 jun. 2023.

DEMENECH, L. M. et al. Prevalence of anxiety, depression and suicidal behaviors among Brazilian undergraduate students: A systematic review and meta-analysis. Journal of Affective Disorders, v. 282, p. 147–159, 1 mar. 2021. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0165032720331980. Acesso em: 12 jun. 2023.

ESKIN, M. et al. The role of religion in suicidal behavior, attitudes and psychological distress among university students: A multinational study. Transcultural Psychiatry, v. 56, n. 5, p. 853–877, 1 out. 2019. Disponível em: https://research-repository.uwa.edu.au/en/publications/the-role-of-religion-in-suicidal-behavior-attitudes-and-psycholog. Acesso em: 12 jun. 2023

FERNANDES-ELOI, J.; LOURENÇO, J. R. C. Suicídio na Velhice – Um Estudo de Revisão Integrativa da Literatura. CES Psicologia, v.12, p.80-95, 2019. Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S2011-30802019000100080&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 12 jun. 2023.

FERREIRA, J. A.; CASTELA, M. C. Questionário de ideação suicida (QIS). In: SIMÕES, M.; GONÇALVES, M.; ALMEIDA, L. (Eds.). Testes e Provas Psicológicas em Portugal (Vol.2). Braga: APPORT/SHO, 1999. p. 124-130.

HOFFMAN, S.; MARSIGLIA, F. F. The Impact of Religiosity on Suicidal Ideation Among Youth in Central Mexico. Journal of religion and health, v. 53, n. 1, p. 255–266, fev. 2014. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4149292/. Acesso em: 12 jun. 2023.

LIMONERO, J.T. et al. Relationship between emotional intelligence and negative affect on suicide risk in young university students. Ansiedad y Estrés, n.24, v.1, p. 18-23, 2018.

MACHELL, K.A; RALLIS, B.A.; SMYTHERS, C.E. Family environment as a moderator of the association between anxiety and suicidal ideation. J. Anxiety Disord, v. 40, n. 1, 2018. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0887618516300305?via%3Dihub. Acesso em: 5 maio 2023.

MARQUES, V. S. N. F. et al. Suicídio em idosos brasileiros: Retrato de uma realidade. Revista Brasileira Multidisciplinar-ReBraM, v.23, n. 3, p.190 - 202, 2020. Disponível em: https://revistarebram.com/index.php/revistauniara/article/view/818#:~:text=Pode%2Dse%20perceber%20que%20pessoas,%C3%ADndice%20de%20suic%C3%ADdio%20e%20tentativas. Acesso em: 5 maio 2023.

MILETIC, V. et al. Demographic risk factors for suicide and depression among Serbian medical school students. Social psychiatry and psychiatric epidemiology, v. 50, n. 4, p. 633–638, 2015. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/25205334/. Acesso em: 5 maio 2023.

MOREIRA, F. J. F. “Nothing is easy to understand”: reflections on the suicide act in adolescence. Research, Society and Development, v. 10, n. 9, p. e38510918015, 2021. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18015/16253. Acesso em: 5 maio 2023.

MOREIRA, R. C. et al. Ideação suicida na população universitária. Research, Society and Development, v. 11, n. 2, 17 jan. Disponível em: 2022. https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/download/25318/22262/297156. Acesso em: 5 maio 2023.

NASCIMENTO, L. C. Fatores associados à ideação suicida em jovens universitários. 2021. 59f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) – Escola de Farmácia, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2021. Disponível em: https://monografias.ufop.br/bitstream/35400000/3333/1/Monografia%20Lorena%20Carla%20do%20Nascimento%20CORRIGIDA.pdf. Acesso em: 12 jun. 2023.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE (OMS). Prevenção do Suicídio: um manual para médicos clínicos gerais. Departamento de Saúde Mental, Genebra, 2000.

REYNOLDS, W. M. Suicidal Ideation Questionnaire. Odessa, TX: Professional Manual; 1988.

SANTOS, A. G. G. D. et al. Ideação suicida entre discentes: estudo da prevalência numa instituição privada de ensino superior em Belo Horizonte. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 10, 23 out. 2020. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BRJD/article/view/18712/15071. Acesso em: 5 maio 2023.

SCOCCO, P. et al. Stigma and psychological distress in suicide survivors. J. Psychosom Res, v. 94, p. 39-46, 2017. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28183401/. Acesso em: 5 maio 2023.

SEO, C. et al. Risk factors for suicidal ideation and suicide attempt among medical students: A meta-analysis. PLoS One, v. 16, n. 12, 2021. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC8694469/pdf/pone.0261785.pdf. Acesso em: 12 jun. 2023.

SERRA, A. P. E.; FREITAS, J. L. Luto materno no suicídio: a impotência e o desamparo frente às (im)Possibilidades. NUFEN, v. 12, n. 3, set./dez. 2020. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2175-2591202000030 0003&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 12 jun. 2023.

SÖRBERG WALLIN, A. et al. Academic performance, subsequent socioeconomic status and suicide attempt in adulthood: path analyses on Swedish cohort data. Journal of epidemiology and commu-nity health, v. 74, n. 12, p. 1002–1007, 2020.

SOUSA, C. M. DE S. et al. Suicidal ideation and associated factors among high school adolescents. Revista de Saúde Pública, v. 54, p. 33, 25 mar. 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rsp/a/4nWHhmPNt9Zz9y8X49ZW5xc/?format=pdf&lang=en. Acesso em: 12 jun. 2023.

SOUSA, G. S. DE et al. Factors associated with suicide ideation of healthcare university students. Revista brasileira de enfermagem, v. 75, n. Suppl. 3, p. e20200982, 2021. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/Dh9T5gTnSDB9HP8RyzVHxqs/?format=pdf&lang=en. Acesso em: 12 jun. 2023.

VELOSO, L. U. P. et al. Suicidal ideation among health field undergraduates: prevalence and associated factors. Revista gaúcha de enfermagem, v. 40, p. e20180144, 2019. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rgenf/a/JttXRNsGZJGqtG3b4NnBZHS/?format=pdf&lang=en. Acesso em: 12 jun. 2023.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Preventing Suicide: A Global Imperative. Luxemburg: World Health Organization, 2014. Disponível em: http://apps.who.int/iris/bitstream/10665/131056/ 1/9789241564779eng.pdf?ua=1&ua=1. Acesso em: 5 maio 2023.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Preventing suicide: LIVE LIFE implementation. World Health Organization, 2022. Disponível em: https://www.who.int/publications/i/item/WHO-MSD-UCN-MHE-22.02. Acesso em: 12 jun. 2023.

Published

2023-07-27

How to Cite

de Sousa, M. N. A., Medeiros, G. dos S., Rebouças Júnior, H. J., Apolinário, P. A., Sousa, A. B. V., Batista, C. P., Bezerra, E. F., Aragão, L. M., & Moura, G. K. M. de O. (2023). Prevalência de ideação suicida e correlação com características sociais e demográficas de universitários. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(7), 7425–7444. https://doi.org/10.55905/oelv21n7-089

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)

1 2 > >>