A desigualdade econômica entre os municípios da região norte do Brasil

Authors

  • Henry Antônio Silva Nogueira
  • Maria Lourdes Gisi
  • Rucelino de Sousa Aguiar
  • Nelson Batista dos Santos
  • Rodorfo Acácio Nobre Fontes

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n6-015

Keywords:

produto interno bruto, desigualdade econômica, grau de desigualdade

Abstract

 Neste trabalho, entende-se por desigualdade econômica intermunicipal a participação desequilibrada dos municípios no Produto Interno Bruto (PIB) de determinada grande região. De forma geral, o objetivo é investigar acerca de como se deu a evolução da desigualdade econômica entre os municípios que compõem a região Norte do Brasil, no período de 2000 a 2010. Procura-se, especificamente, a) determinar o grau de desigualdade econômica na região Norte do Brasil, nos anos de 2000 a 2010; b) determinar o grau de desigualdade econômica nos estados que compõem a região Norte do Brasil, nos anos de 2000 a 2010 e c) verificar a evolução da desigualdade econômica na primeira década do século XXI ao nível da grande região e dos estados. Para mensurar o grau de desigualdade na década estudada, utiliza-se o cálculo do Coeficiente de Williamson (Vw), desenvolvido por Williamson (1965). O grau de desigualdade intermunicipal da região Norte passou de 0,83 no ano de 2000 para 0,93 no ano de 2010, apresentou crescimento de 13,47 no período. O grau de desigualdade decresceu nos estados de Rondônia, Acre, Amazonas e Amapá, e cresceu nos estados Tocantins, Pará e Roraima.  Concluiu-se que na década analisada a desigualdade econômica intermunicipal no Norte do Brasil seguiu tendência de aumento.

References

Azzoni, C. R. Distribuição pessoal da renda nos estados e desigualdade de renda entre os estados no Brasil – 1960, 1970, 1980 e 1991. Pesquisa e Planejamento Econômico, v. 27, n. 2, p. 251-278, ago. 1997.

Cavalcante, L .R. M. T. Desigualdades regionais no Brasil: uma análise do período 1985-1999. Revista Econômica do Nordeste, Fortaleza, v. 34, n. 3, p. 466-481, jul./set. 2003.

Gomes, S. C.. Análise econométrica da produtividade total dos fatores na amazônia legal, 1990 - 2004. 2007. 206 p. Tese (Doutorado em Economia Aplicada) - Universidade Federal de Vicosa, Vicosa.

Haddad, P., & Andrade, T. A.. Política fiscal e desequilíbrios regionais. Estudos Econômicos, IPE/USP, v. 4, n. 1, p. 9-45, jan./maio 1974.

Ipea. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Comunicados IPEA – 2011 e 2012. Disponível em: Acesso em 20 de jan. 2023.

Ibge. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. SIDRA. 2012. Disponível em: < www.sidra.ibge.gov.br>. Acesso em 02 abr. 2023.

Kuznets, Simon. Economic growth and income inequality. American Economic Review, v. 45, n. 1, p. 1-28,1955.

Pereira, Filipe Keuper Rodrigues., & Pôrto Júnior, Sabino da Silva. Desigualdade regional de renda no Brasil – análise e previsão. Estudos do Centro de Estudos e Pesquisa de Economia da Universidade Santa Cruz do Sul (CEPE), n.14, p. 29-52, 2001.

Pnad. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios: síntese de indicadores 2012. Rio de Janeiro: Ibge, 2012.

Souza, N. J. Desenvolvimento polarizado e desequilíbrios regionais no Brasil. Análise Econômica, n. 19, p. 29-59, mar. 1993.

Shankar, R., & Shah, A. Bridging the economic divide within nations: a scorecard on the performance of regional development policies in reducing regional income disparities. 2001. Disponível em: <http://econ.worldbank.org/files/2725_wps2717.pdf>. Acesso em: 9 maio 2023.

Williamson, Jeffrey. Regional inequality and the process of national development: a description of the patterns. Economic Development and Cultural Change, v. 13, n. 1, pp. 3-45, 1965.

Williamson, J. Desigualdade regional e o processo de desenvolvimento nacional: descrição e padrões. In: SCHAWTZMAN, J. Economia Regional. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1977, pp. 53-116.

Published

2023-06-06

How to Cite

Nogueira, H. A. S., Gisi, M. L., Aguiar, R. de S., dos Santos, N. B., & Fontes, R. A. N. (2023). A desigualdade econômica entre os municípios da região norte do Brasil. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(6), 3281–3302. https://doi.org/10.55905/oelv21n6-015

Issue

Section

Articles