A função característica de Hamilton e a criação de uma ciência dedutiva da óptica

Authors

  • José Lourenço Cindra

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n6-011

Keywords:

sistemas de raios, função característica, princípio de mínima ação, lei da ação variada, refração cônica

Abstract

William R. Hamilton em seus trabalhos sobre óptica teve como motivação a criação de uma ciência nos moldes da Mecânica Analítica de Lagrange. Hamilton não estava muito interessado na controvérsia entre a teoria corpuscular e a teoria ondulatória, ainda em disputa na época. A sua abordagem, desde o início, estava toda ela baseada no conceito de sistemas de raios, até certo ponto já utilizados pelos antigos, e, sobretudo, por Etienne-Louis Malus, um predecessor imediato de Hamilton. Uma novidade que Hamilton introduziu foi a chamada função característica, a partir qual era aplicado o princípio da ação estacionária.  Posteriormente ele obtém a Law of Varying Action (Lei da Ação Variada) generalizando assim a Lei ou Princípio da Ação Estacionária. Segundo Hamilton, a ciência se desenvolve tanto pelo método indutivo como pelo método dedutivo. Na primeira etapa do desenvolvimento de um ramo da ciência, há predominância do método indutivo, já na segunda etapa do processo, predomina o método dedutivo A óptica, segundo ele, alcançava o fim do procedimento indutivo por meio do Princípio da Ação Estacionária, e dava assim o primeiro passo com o método dedutivo, por meio da Lei da Ação Variada. A descoberta da refração cônica por esse método dedutivo e a sua imediata confirmação experimental, a Hamilton pareceu ser uma manifestação evidente da fecundidade de seus métodos.

References

Hamilton, W. R., Theory of Systems of Rays, Transactions of the Roya Irish Acad. vol. 15, 1828, pp. 69-174, Edited by David R. Wilkins, 2001.

Hamilton, W. R. Supplement to an Essay on the Theory of Systems of Rays, Transactions of the Royal Irish Acad. Vol. 16, Part 1 (1830), pp. 1 - 61. Read April 26, 1830, Edited by David R. Wilkins, 2001.

Hamilton, W. R., Second Supplement to an Essay on Theory of Rays, Transactions of the Royal Irish Acad. Vol. 16, Part 2, (1831), pp. 93-125, Read October, 25, 1830, Edited by David R. Wilkins, 2001.

Hamilton, W.R. Third Supplement to an Essay on the theory of systems of rays, Transactions of the Royal Irish Acad. vol. 17, part 1 (1837), pp. 1-144. Read Jan. 23, 1832 and Oct. 22, 1833. Edited by David R. Wilkins, 2001.

Hamilton, W. R. On a general Method of expressing the Paths of Light, and of the Plalenets, by the Coefficients of a Characteristic Function, Dublin University Review and Quartely Magazine, Vol. I, 1833, pp. 798-826. Este artigo foi editado por David R. Wilkins, 1999.

Bailey, C. D. Hamilton and the law of varying action revised, Foundations of Physics, 34, 1385-1406 (2004)

https://doi.org/10.1023/B;FOOP.0000044097.65629.20

Jean-Louis Basdevant, Le Principe de Moindre Action e les Principes Variationnels en Physique, Paris: Vuibert, 2010.

Wilkins, David. "Sir William Rowan Hamilton". Encyclopedia Britannica, 29 Aug. 2022, https://www.britannica.com/biography/William-Rowan-Hamilton. Accessed 14 May 2023.

Nussenzveig, H. Moysés, Ótica, Relatividade, Física Quântica, Curso de Física Básica, São Paulo: Editora Edgard Blücher Ltda.

Published

2023-06-06

How to Cite

Cindra, J. L. (2023). A função característica de Hamilton e a criação de uma ciência dedutiva da óptica. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(6), 3221–3239. https://doi.org/10.55905/oelv21n6-011

Issue

Section

Articles