Construção de uma cadeia de autocuidado a partir de uma revisão integrativa

Authors

  • Maria Catarina de Cassia Quirino
  • Carlos Takeo Okamura
  • Eleine Aparecida Martins

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n6-005

Keywords:

autocuidado, processo saúde-doença, revisão, atenção primária à saúde

Abstract

INTRODUÇÃO: O conceito de saúde definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS, 1948) consiste em: “Estado de completo bem-estar físico, mental e social, e não meramente ausência de doença”. Assim, o estado de saúde deve ser mantido não apenas pelo profissional de saúde, mas também pelo próprio paciente, corroborando com o conceito de autocuidado. Este conceito teve complementações que tornaram seus constituintes abstratos e relativos, dificultando, assim, a associação imediata dos principais fatores a serem trabalhados com o paciente.  OBJETIVOS: O objetivo do presente estudo é construir uma cadeia visual de “autocuidado”, a partir de uma revisão integrativa, buscando facilitar a memória dos cuidados que devem ser orientados ao paciente em condições de realizar o autocuidado. MATERIAL E MÉTODOS: Trata-se de uma Revisão Integrativa, com a utilização de duas bases de dados: BVS (Biblioteca Virtual em Saúde) e o SciELO (Scientific Eletronic Library Online) nas publicações dos últimos cinco anos, envolvendo artigos do mundo todo, com os descritores: autocuidado, aplicação do autocuidado e teorias de autocuidado. Acrescentando a palavra AND ou OR entre a busca dos descritores. RESULTADOS: Foram encontrados 6118 artigos quando utilizado o descritor autocuidado na plataforma BVS e 684 na Scielo.  Entre os principais temas relacionados a autocuidado na literatura estão respectivamente: Conhecimento sobre a doença e cuidado com profissionais de saúde; Alimentação; Atividade física; Convívio social e familiar; Estado de humor; Sono e repouso; Higiene e Sexualidade.  CONCLUSÕES:  A cadeia visual proposta pelo presente estudo segue a ordem de frequência dos temas conforme descrito acima. Diante deste resultado, sugere-se a realização de novos estudos para validação ou mesmo a análise de diferenças na ordem atribuída aos elos componentes em diferentes regiões e situações socioeconômicas.

References

Organização Mundial da Saúde. (1948)

BARBOSA, Eryjosy Marculino Guerreiro et al. NECESSIDADES DE AU-TOCUIDADO NO PERÍODO PÓS-PARTO IDENTIFICADAS EM GRUPOS DE PUÉRPERAS E ACOMPANHANTES. Rev Enferm Atenção Saúde. , [Online], p. 166-179, 2018. DOI DOI: 10.18554/reas.v7i1.1921. Disponível em: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/enfer/article/view/1921.

OREM, D. E. Nursing: Concepts of practice. 4. ed. Saint. Louis, Mosby, 1991.

BORGES, Raquel de Magalhães; BRITO, Cristiane Miryam Drumond de; MONTEIRO, Claudia Franco. Saúde, lazer e envelhecimento: uma análise sobre a brin-cadeira de dança de roda das Meninas de Sinhá. Interface (Botucatu), Botucatu, v. 24, 17 jan. 2020. DOI https://doi.org/10.1590/interface.190279. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832020000100216.

BREHMER, Laura Cavalcanti de Farias et al. 3. Diabetes Mellitus: estratégias de educação em saúde para o autocuidado. Rev. enferm. UFPE on line, [Online], p. 1-16, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/246321/37465.

COUTINHO, Lúcia Soares Buss; TOMASI, Elaine. Déficit de autocuidado em idosos: características, fatores associados e recomendações às equipes de Estratégia Sa-úde da Família. Interface (Botucatu), Botucatu , v. 24, supl. 1, e190578, 2020 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-32832020000200208&lng=en&nrm=iso>. acesso em 17 maio 2021. Epub Sep 14, 2020. http://dx.doi.org/10.1590/interface.190578.

JUNGES, José Roque; CAMARGO, William Vieira de. A percepção do corpo e o autocuidado em sujeitos com diabetes mellitus 2: uma abordagem fenomenológi-ca. Physis, Rio de Janeiro , v. 30, n. 3, e300318, 2020 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312020000300600&lng=en&nrm=iso>. acesso em 17 maio 2021. Epub Nov 09, 2020. http://dx.doi.org/10.1590/s0103-73312020300318.

MUNDIAL. [Constituição (1996)]. Organização Mundial da Saúde. [S. l.: s. n.], 2021.

PAULA, Antonio da Cruz; MALDONADO, José Manuel Santos de Varge; GADELHA, Carlos Augusto Grabois. Telemonitoramento e a dinâmica empresarial em saúde: desafios e oportunidades para o SUS. Rev. Saúde Pública, São Paulo , v. 54, 65, 2020 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89102020000100249&lng=en&nrm=iso>. Epub June 26, 2020. http://dx.doi.org/10.11606/s1518-8787.2020054001996.

PEIXOTO, Marisa Ribeiro Bastos. Divergências e convergências entre um mode-lo de assistência de enfermagem a pacientes diabéticos e a teoria do déficit de autocui-dado de Orem. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 30, n. 1, p. 1-13, 1996. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0080-62341996000100001.

AZEVEDO, Edynara Cristiane de Castro; DINIZ, Alcides da Silva; MONTEI-RO, Jailma Santos; et al. Padrão alimentar de risco para as doenças crônicas não trans-missíveis e sua associação com a gordura corporal - uma revisão sistemática. Ciência & Saúde Coletiva, v. 19, n. 5, p. 1447–1458, 2014.

RIQUE, Ana Beatriz Ribeiro; SOARES, Eliane de Abreu; MEIRELLES, Clau-dia de Mello. Nutrição e exercício na prevenção e controle das doenças cardiovasculares. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 8, n. 6, p. 244–254, 2002.

FERRAZ, Dulce ; KRAICZYK, Juny. Gênero e Políticas Públicas de Saúde – construindo respostas para o enfrentamento das desigualdades no âmbito do SUS . Re-vista de Psicologia da UNESP, v. 9, p. 70–81, 2010.

TEO, Carla Rosane Paz Arruda; GALLINA, Luciara Souza; BUSATO, Maria Assunta; et al. DIREITO HUMANO À ALIMENTAÇÃO ADEQUADA: PERCEP-ÇÕES E PRÁTICAS DE NUTRICIONISTAS A PARTIR DO AMBIENTE ESCO-LAR. Trabalho, Educação e Saúde, v. 15, n. 1, p. 245–267, 2016.

FREIRE, Rafael Silveira; LÉLIS, Fernanda Lully de Oliveira; FONSECA FI-LHO, José Alair da; et al. Prática regular de atividade física: estudo de base populacio-nal no Norte de Minas Gerais, Brasil. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 20, n. 5, p. 345–349, 2014.

ARTMANN, Tiago Henrique. Atividade Física: Conhecimento, Motivação E Prática De Atividade Física Em Adolescentes. Universidade Regional Do Noroeste Do Estado Do Rio Grande Do Sul - Unijuí Departamento De Humanidades E Educação - Dhe Curso De Educação Física - Campus Santa Rosa. Santa Rosa, 2015

VOLCAN, Sandra Maria Alexandre; SOUSA, Paulo Luis Rosa; MARI, Jair de Jesus; et al. Relação entre bem-estar espiritual e transtornos psiquiátricos menores: estu-do transversal. Revista de Saúde Pública, v. 37, n. 4, p. 440–445, 2003.

OLIVEIRA, Julianna Pereira Ramos de; MARCIA MIGUEIS BERARDI-NELLI, Lina; ARAÚJO DUARTE, Cíntia; et al. Qualidade de vida e autocuidado de mulheres que vivem com fibromialgia: uma revisão integrativa. Nursing (São Paulo), v. 22, n. 251, p. 2880–2886, 2019.

ALVES, Poliana dos Santos; DA SILVA, Silvio Éder Dias; ARAÚJO, Jeferson Santos; et al. Caring for oneself: social representations of stroke patients’ family caregi-vers / Cuidado de si: representações sociais de cuidadores familiares de pacientes com AVC. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online, v. 13, p. 1109–1115, 2021.

CORREA, Suelen Trindade; CASTELO-BRANCO, Socorro. Amandaba no Caeté: círculos de cultura como prática educativa no autocuidado de portadores de dia-betes. Saúde em Debate, v. 43, n. 123, p. 1106–1119, 2019.

NORMAN, Madeline; RAZMPOUR, Omid; OLSEN, Jeanette M. Women’s Use of Self-Care Interventions for Endometriosis Pain in the United States. Nursing for Women’s Health, v. 25, n. 5, p. 346–356, 2021.

JOAQUIM, Natércia; NUNES, Tiago; MIRANDA, Rui. Intervenções educacio-nais baseadas na família para a autogestão da diabetes em adultos: revisão baseada na evidência. Revista Portuguesa de Clínica Geral, v. 38, n. 1, p. 61–72, 2022

LUCE, Ivan De. 18 countries with more exhausting workweeks than the US. Insider, 2019. Disponível em: <https://www.businessinsider.com/ranking-countries-with-longer-workweeks-than-the-us-2019-8#19-the-united-states-has-a-386-hour-workweek-1>. Acesso em: 16 Jul. 2022.

CARVALHO, Deciane Pintanela de; ROCHA, Laurelize Pereira; PINHO, Elia-na Cardia de; et al. Workloads and burnout of nursing workers. Revista Brasileira de Enfermagem, v. 72, n. 6, p. 1435–1441, 2019.

MANTOVANI, Rafael; MARQUES, Maria Cristina da Costa. Higiene como prática individual e como instrumento de Estado. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, v. 27, n. 2, p. 337–354, 2020.

MALDINI, Giovana . Falta de higiene básica ameaça saúde. Faculdade de Medicina da da UFMG. Disponível em: <https://www.medicina.ufmg.br/falta-de-saneamento-basico-prejudica-diferentes-tipos-de-higiene/>. Acesso em: 6 Aug. 2022.

UCHÔA, Yasmim da Silva; COSTA, Dayara Carla Amaral da; SILVA JUNI-OR, Ivan Arnaldo Pamplona da; et al. Sexuality through the eyes of the elderly. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 19, n. 6, p. 939–949, 2016.

Definição de saúde sexu-al. 2018. https://www.who.int/reproductivehealth/topics/sexual_health/sh_definitions/en/ . Acessado em 11 de junho de 2022.

Published

2023-06-05

How to Cite

Quirino, M. C. de C., Okamura, C. T., & Martins, E. A. (2023). Construção de uma cadeia de autocuidado a partir de uma revisão integrativa. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(6), 3097–3111. https://doi.org/10.55905/oelv21n6-005

Issue

Section

Articles