Deslocamentos de sentidos sobre o lugar da mulher na publicidade

Authors

  • Silvio Simão de Matos
  • José Isaías Venera
  • Cristiane Genoveva

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n4-011

Keywords:

comunicação, sentido, gênero, publicidade

Abstract

Este estudo tem por objetivo analisar os sentidos construídos sobre a mulher na publicidade e nas mudanças discursivas no reposicionamento das marcas Itaipava e Skol, no período de 2014 a 2018. Noções de discurso, dispositivo e relações de poder em Michel Foucault (1999), além do debate sobre as lutas femininas e de gênero fundamentam a investigação. Considera-se que os deslocamentos discursivos ressoam lutas em torno do empoderamento feminino.

References

Bauman, Zygmunt. Vida para consumo: a transformação das pessoas em mercadorias. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

Beauvoir, Simone. O segundo sexo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1990.

Braga, José Luiz. Circuitos comunicacionais. In: José Luiz Braga; Regina Calazans; Leon Rabelo et. al. Matrizes interacionais: a comunicação constrói a sociedade [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2017, 449 p

Butler, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

Foucault, Michel. Microfísica do poder. São Paulo: Rio de Janeiro, 1999.

___________. A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. São Paulo: Loyola, 1996.

Froemming, Cecilia Nunes; IRIENU, Bruna Andrade; NAVAS, Kleber. Gênero e sexualidade na pauta das políticas públicas no Brasil. Revista de Políticas Públicas. São Luiz. Agosto de 2010.

Louro, Guacira Lopes. Gênero, sexualidade e educação: uma perspectiva pós-estruturalista. São Paulo: Editora Vozes, 1998.

Pinto, Céli Regina Jardin. Uma história do feminismo no Brasil. São Paulo: Ed. Fundação Perseu Abramo, 2003.

Sargentini, Vanice Maria Oliveira. Dispositivo: um aporte metodológico para o estudo do discurso. In: Souza, Kátia Menezes de; Paixão, Humberto Pires da. Dispositivos de poder/saber em Michel Foucault: biopolítica, corpo e subjetividade. São Paulo: Intermeios; Goiânia: UFG, 2015.

Sarti, Cynthia A. Feminismo no Brasil: uma trajetória particular. Cadernos de pesquisa, n. 64, p. 38-47, 2013.

Pedro, Joana Maria. Narrativas fundadoras do feminismo: poderes e conflitos (1970-1978). Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 26, n. 52. p. 249-272, 2006.

Scott, Joan. Gênero, uma categoria útil de análise histórica. Educação e Realidade, Porto Alegre, 16(2) 5-22, jul/dez. 1990.

Venera, J. I.; Matos, S. S.; Bruckheimer de, L. C. (2021). Mulheres Unidas com o Brasil: net-ativismo, gênero e amparo. Paradoxos, 6(1), 103-123. https://doi.org/10.14393/par-v6n1-2021-61066

Published

2023-05-16

How to Cite

de Matos, S. S., Venera, J. I., & Genoveva, C. (2023). Deslocamentos de sentidos sobre o lugar da mulher na publicidade. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(4), 1929–1945. https://doi.org/10.55905/oelv21n4-011

Issue

Section

Articles