Tecnologias assistivas e o turismo inclusivo: proposta de mapeamento colaborativo de iniciativas brasileiras

Authors

  • Ricardo Massao Nakamura Nasser
  • Juliana de Mendonça Casadei
  • Ludmila Nogueira Murta

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n4-150

Keywords:

Acessibilidade, Turismo Inclusivo, Tecnologias Assistivas, Redes Colaborativas, Inovação Social

Abstract

A acessibilidade é compreendida como um processo histórico de luta por reconhecimento e emancipação das pessoas com deficiência, mobilidade reduzida e idosos, refletindo a busca por inclusão permanente. O presente trabalho propõe a criação de uma rede colaborativa de turismo inclusivo, mapeando iniciativas no Brasil que utilizam tecnologias assistivas e testando ferramentas de mapeamento colaborativo. A pesquisa, exploratória e aplicada, combina métodos bibliográficos e documentais com mapeamento experimental. Resultados destacam a importância da acessibilidade no turismo como parte dos direitos humanos, com a inovação social desempenhando um papel crucial. Redes colaborativas são apontadas como eficazes para abordar desafios turísticos, revelando a necessidade de uma plataforma unificada para reunir e divulgar iniciativas brasileiras de turismo inclusivo. O mapeamento experimental utilizando-se o Padlet, ferramenta interativa e livre, se mostrou uma alternativa viável. Por fim, a aplicação de uma abordagem colaborativa pode impulsionar avanços futuros e aprimorar a acessibilidade do setor turístico, beneficiando turistas, comunidades locais e moradores das regiões turísticas.

References

AUDRETSCH, D. B.; EICHLER, G. M.; SCHWARZ, E. J. Emerging needs of social innovators and social innovation ecosystems. International Entrepreneurship And Management Journal, [S.L.], v. 18, n. 1, p. 217-254, 13 nov. 2021.

BAPTISTA, J. P. Redes Colaborativas no Desenvolvimento de Destinos Turísticos Sustentáveis: o Caso da Serra do Bussaco. Dissertação (Mestrado), Escola Superior de Educação Politécnico de Coimbra. 2023. 158p.

BARBOSA-FOHRMANN, A. P. Os modelos médico e social da deficiência a partir dos significados de inclusão e exclusão nos discursos de Michel Foucault e Martha Nussbaum. Revista de Estudos Institucionais, v. 2, n. 2. Rio de Janeiro: UFRJ, 2016.

BOCK, I. A. A.; MACKE, J. Desenvolvimento local e políticas públicas no turismo: o caso de uma rede colaborativa no sul do Brasil. Tourism & Management Studies, vol. 1, 2011, p. 407-415.

BONIFACIO, M. Social Innovation: a novel policy stream or a policy compromise? an eu perspective. European Review, [S.L.], v. 22, n. 1, p. 145-169, fev. 2014. Cambridge University Press (CUP). http://dx.doi.org/10.1017/s1062798713000707.

BOUÇAS DA SILVA, D. L.; HOFFMANN, V. E.; COSTA, H. A. Confiança em redes de cooperação do turismo: análise de seu papel e elementos vinculados em Parnaíba, Piauí, Brasil. Revista Bras. de Pesquisa em Turismo, São Paulo, v. 14, n. 2, p. 9-29, maio/ago 2020.

BUHALIS, D.; SIMON, D. Accessible Tourism: Concepts and Issues. Publication News, 2011. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/235993170_Accessible_Tourism_Concepts_and_Issues. Acesso em 10/02/2023.

BURGOS, A.; MERTENS, F. As redes de colaboração no turismo de base comunitária: implicações para a gestão participativa. Tourism & Management Studies, [S.L.], v. 12, n. 2, p. 18-27, 31 jul. 2016. http://dx.doi.org/10.18089/tms.2016.12203.

Cavalcanti, B. Morro do Ernesto ganha cadeira adaptada para levar ao pôr do sol. Campo Grande News. 29 out. 2021. Disponível em: https://www.campograndenews.com.br/lado-b/diversao/morro-do-ernesto-ganha-cadeira-adaptada-para-levar-ao-por-do-sol. Acesso em: 18 mar. 2024.

CHATFIELD, A. T.; REDDICK, C. G. Smart City Implementation Through Shared Vision of Social Innovation for Environmental Sustainability. Social Science Computer Review, [S.L.], v. 34, n. 6, p. 757-773, 3 ago. 2016. Doi: http://dx.doi.org/10.1177/0894439315611085.

CONTELLI, B. MTur firma parceria para atender turistas com deficiência: a intenção é promover o acesso de pessoas com deficiência aos principais destinos turísticos do país. Panrotas. São Paulo. 03 dez. 2020. Disponível em: https://www.panrotas.com.br/gente/reconhecimento/2020/12/mtur-firma-parceria-para-atender-turistas-com-deficiencia_178375.html. Acesso em: 18 mar. 2024.

COSTA, A. MTur avalia criação de rede colaborativa com especialistas em gastronomia: a proposta foi levantada durante oficina ⠼desafios e oportunidades para o turismo gastronômico no brasil⠽, encerrada nesta sexta-feira. Polo Sebrae de Ecoturismo. Bonito. 31 maio 2021. Disponível em: https://ecoturismo.sebrae.com.br/noticias/20-mtur-avalia-criacao-de-rede-colaborativa-com-especialistas-em-gastronomia. Acesso em: 18 mar. 2024.

COUTINHO, F. J.; SALES, D.; FONTES, W.; BARBOSA, S. L. V. L.; ACCETE, V.; PIRES, J. D. D. C.; BRANDÃO, R. J.; CEZÁRIO, A. L. O. TATU: an Approach for Supporting Tourists with Disabilities to Indoor and Outdoor Navigation using Mobile Devices. In: SEMINÁRIO INTEGRADO DE SOFTWARE E HARDWARE (SEMISH), 48, 2021, Online. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2021. p. 69-79.

DARCY, S., CAMERON, B.; EGG, S. Accessible tourism and sustainability: a discussion and case study. In: Journal of Sustainable Tourism. Vol. 18, n. 4, p 515-537, 2010.

DU PLESSIS, C. Towards a regenerative paradigm for the built environment. Building Research & Information, [S.L.], v. 40, n. 1, p. 7-22, dez. 2011.

EU, União Europeia. This is European Social Innovation. Bélgica: Comissão Europeia, 2010.

FERNANDES, D. A. Direitos Humanos: a lei de inclusão das pessoas com deficiência e o direito à igualdade. In: BATISTA, C. K. L.; BREVIGLIERI, E. M. B.; COGO, R. (Orgs.). Constitucionalismo, Democracia e os desafios para a concretização de direitos: estudos em homenagem aos 70 anos da Declaração Universal de Direitos Humanos e 30 anos da Constituição Federal de 1988. São Carlos: Pedro & João Editores, 2018. p.321-351.

FLEURY, M. T. L.; WERLANG, S. R. C. Pesquisa aplicada: conceitos e abordagens. In: Anuário de pesquisa 2016-2017. São Paulo: FGV EAESP, p.10-15, 2016.

GALVÃO FILHO, T. Tecnologia Assistiva: favorecendo o desenvolvimento e a aprendizagem em contextos educacionais inclusivos. In: GIROTO, C. R. M.; POKER, R. B.; OMOTE, S. (Org.). As tecnologias nas práticas pedagógicas inclusivas. Marília/SP: Cultura Acadêmica, p. 65-92, 2012.

GARUD, R.; TUERTSCHER, P.; VEN, A. H. Perspectives on Innovation Processes. Academy Of Management Annals, [S.L.], v. 7, n. 1, p. 775-819, jun. 2013.

GILLOVIC, B.; McINTOSCH, A. Accessibility and Inclusive Tourism Development: Current State and Future Agenda. Sustainability, MDPI, vol. 12, p. 1-15, 2020.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico. 2010.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Projeções da População do Brasil e Unidades da Federação por sexo e idade: 2010- 2060. 2018.

MINAYO, M. C. S. O desafio da pesquisa social. In: MINAYO, Maria Cecília de Souza; DESLANDES, Suely Ferreira; GOMES, Romeu. Pesquisa social: Teoria, método e criatividade. 28 ed. Petrópolis: Vozes, 2009. p.9-29.

MONTANHA PARA TODOS. Website. Disponível em: https://montanhaparatodos.com.br/. Acesso em: 18 mar. 2024.

MOULAERT, F.; MARTINELLI, F.; GONZÁLEZ, S.; SWYNGEDOUW, E. Introduction: Social innovation and governance in European Cities. European Urban and Regional Studies, v. 14, n. 3, p. 195 – 209, 2007.

MURRAY, R.; CAULIER-GRICE, J.; MULGAN, G. The open book of social innovation. [S.L.]: The Young Foundation / NESTA, 2010.

NETO, O. N. S. "Niterói feita por você": Um estudo sobre acessibilidade, cidade e deficiência. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal Fluminense. Niterói: 2019, 131p.

NYANJOM, J.; BOXALL, K.; SLAVEN, J. Towards inclusive tourism? Stakeholder collaboration in the development of accessible tourism. Tourism Geographies, v. 20 (2), 2018.

NYSETH, T.; HAMDOUCH, A. The Transformative Power of Social Innovation in Urban Planning and Local Development. Urban Planning, [S.L.], v. 4, n. 1, p. 1-6, 24 jan. 2019.

OLIVER, M.; BARTON, L.; BARNES, C. Disability studies today. Cambridge: Polity Press, 2002.

OMS, Organização Mundial da Saúde. Banco Mundial. Relatório mundial sobre a deficiência. Tradução Lexicus Serviços Linguísticos. São Paulo: SEDPcD, 2012.

PALACIOS, A. El modelo social de discapacidad: orígenes, caracterización y plasmación en la Convención Internacional sobre los Derechos de las Personas con Discapacidad. Madrid: Cinca, 2008

RODRIGUES, G. S. S. C.; COLESANTI, M. T. M. Educação ambiental e as novas tecnologias de informação e comunicação. Sociedade & Natureza, Uberlândia, v.20, n.1, p.51-66, jun. 2008.

SCHEYVENS, R.; BIDDULPH, R. Inclusive tourism development. Tourism Geographies, v.20, p. 589-609, 2018.

SILVA, J. H.; YAMAGUTI, E. T. Revisão sistemática sobre tecnologia assistiva e deficiência física na área da educação. Crítica Educativa, v. 6, p. 1-18, 2020.

SOUTO, R. D. Mapeamento e participação. In: SOUTO, R. D.; MENEZES, P. M. L.; FERNANDES, M. C. (orgs.). Mapeamento participativo e cartografia social: aspectos conceituais e trajetárias de pesquisa. Rio de Janeiro: Raquel Dezidério Souto, 2021. p.15-30.

SOUZA JUNIOR, E. G. Novas tecnologias a favor da educação ambiental: uso do padlet para criação de mapas interativos. In: Congresso Nacional de Educação (CONEDU), 8, 2023, João Pessoa. Anais [...]. Campina Grande: Realize Eventos Científicos e Editora, 2023. p. 1-11.

SUL INFORMAÇÃO. 12 redes colaborativas lançam campanha nacional por um turismo responsável: campanha integra a rota vicentina, heranças do alentejo e lugares da serra alentejana. Sul Informação. Faro (Portugal). 28 jul. 2021. Disponível em: https://www.sulinformacao.pt/2021/07/12-redes-colaborativas-lancam-campanha-nacional-por-um-turismo-responsavel/#:~:text=Aproveitando%20uma%20iniciativa%20do%20Turismo,respons%C3%A1vel%2C%20agora%20numa%20escala%20nacional. Acesso em: 18 mar. 2024.

TURISMO RURAL CONSCIENTE. Turismo Rural Consciente. Disponível em: https://turismoruralconsciente.com/. Acesso em: 18 mar. 2024.

UNITED NATIONS HUMAN SETTLEMENTS PROGRAMME - UN-HABITAT. World Cities Report 2022: Envisaging the future of cities. Nairobi: Un-Habitat, 2022. 422 p.

VANZELLA, E.; BRAMBILLA, A.; SILVA, M. F. (Orgs.) Turismo e hotelaria no contexto da acessibilidade. João Pessoa: Editora do CCTA, 2018. 289 p.

VARELA, R. C. B.; OLIVER, F. C. A utilização de Tecnologia Assistiva na vida cotidiana de crianças com deficiência. Ciência & Saúde Coletiva, v. 18, n.6, p.1773-1784, 2013.

VIANNA, W. B.; PINTO, A. L. Deficiência, acessibilidade e tecnologia assistiva em bibliotecas: aspectos bibliométricos relevantes. Perspectivas em Ciência da Informação, v.22, n.2, p.125-151, abr./jun. 2017.

VILA, D.; SIMON, D.; GONZÁLEZ, A. González. Competing for the disability tourism market – A comparative exploration of the factors of accessible tourism competitiveness in Spain and Australia. Tourism Management, Elsevier, vol. 47, p. 261-272, 2015.

WARPECHOWSKI, T. R.; PIRES, A. H. B.; GUERIN, I. O.; LEIRIA, L. B.; RIBEIRO, M. Z. Uso da tecnologia assistiva na vida cotidiana de indivíduos com deficiências. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.7, n.4, p. 39276-39290, abr. 2021.

ZABłOCKI, M.; BRANOWSKI, B.; KURCZEWSKI, P.; GABRYELSKI, J.; SYDOR, M. Designing Innovative Assistive Technology Devices for Tourism. International Journal Of Environmental Research And Public Health, [S.L.], v. 19, n. 21, p. 14186, 30 out. 2022. MDPI AG. http://dx.doi.org/10.3390/ijerph192114186.

Published

2024-04-19

How to Cite

Nasser, R. M. N., Casadei, J. de M., & Murta, L. N. (2024). Tecnologias assistivas e o turismo inclusivo: proposta de mapeamento colaborativo de iniciativas brasileiras. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(4), e4260. https://doi.org/10.55905/oelv22n4-150

Issue

Section

Articles