Desafios e resultados de uma gestão feminina tríplice no âmbito de uma escola de governo do Estado do Maranhão 2020/2023

Authors

  • Giovanna Serejo de Jesus

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n3-121

Keywords:

gestão escolar, escola superior do ministério público do estado do Maranhão,, promotoras, mulheres, gênero

Abstract

Trata-se de um estudo qualitativo sobre o trabalho de três promotoras de justiça, enquanto gestoras da Escola Superior do Ministério Público do Estado do Maranhão, partindo dos conceitos de gestão e considerando a perspectiva de gênero como fator impactante nessa gestão. O objetivo geral foi analisar a atuação de três mulheres promotoras de justiça, sua inserção e contributos nos anos de 2020 a 2023 na ESMP/MA. Alguns dos seguintes questionamentos nortearam a pesquisa: Quais as trajetórias de formação e profissional das gestoras? Quais os contributos da gestão escolar das mulheres gestoras da ESMP/MA, no período de 2020 a 2023? Houve impacto na promoção da igualdade de gênero? A pesquisa de natureza qualitativa utilizou como metodologia a análise bibliográfica, documental e de campo, tendo como instrumentos de coleta de dados a entrevista semiestruturada. A partir da análise das entrevistas são discutidos aspectos como: o papel do gestor (a), o perfil das entrevistadas, suas ações e as barreiras encontradas nesse contexto; as concepções e práticas das gestoras à luz dos conceitos de gênero. Identificamos preconceitos enfrentados na dinâmica do trabalho e o desenvolvimento de ações afirmativas em prol da igualdade de gênero promovidas por essas diretoras. A pesquisa trouxe elementos para a discussão sobre a gestão escolar na perspectiva de gênero.

References

BOURDIEU. Pierre. Razões práticas: sobre a teoria da ação. Campinas: Papirus, 1996.

CARVALHO, Paulo Sergio de; SANTOS, Handemba Mutana Poli dos; FERNANDES, Ciro Campos Christo. Trajetória e perspectivas de uma escola de governo: a experiência da Enap na administração federal. VII Congresso de Gestão Pública –CONSAD, 2014. Disponível em: <https://repositorio.enap.gov.br/handle/1/1751>. Acesso em: 28 jul. 2022.

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração. Ed. Compacta. Rio de Janeiro: Campus, 2000. Acesso em: 28 jul. 2022.

Disponível.Em:<https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/media/com_mediaibge/arquivos/9d6f4faeda1f1fb7532b. Acesso em 20 de jun. de 2022.

ESMP MA - Ministério Público do Maranhão, 2024. Disponível em: https://app.powerbi.com/view?r=eyJrIjoiMzZkNWJkNGItOTFmYy00NmZhLTlhYjgtZWVmMDIyYWUxNmMwIiwidCI6ImZkYTJhNWU2LWRhZWItNDVlOC04ZGY1LTUzNzQ4YWIxMGExMyJ9. Acesso em: 08 de março de 2024.

FERRAREZI, Elisabete; TOMACHESKI, João A. Mapeamento da oferta de capacitação nas escolas de governo no Brasil: gestão da informação para fortalecimento da gestão pública. Revista do Serviço Público, v. 61, n. 3, p. 287-303, 2010 apud AIRES, Renan Felinto de Farias et al. Escolas de Governo: o panorama brasileiro. Rev. Adm. Pública, Rio de Janeiro, v. 48, n. 4, jul./ago. 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-76121689. Acesso em: 15 jan. 2022.

FLICK, Uwe. Introdução à pesquisa qualitativa, 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009.

IBGE. Estatísticas de Gênero. Indicadores das mulheres no Brasil. Censo Demográfico 2018.

JESUS, Giovanna Serejo de. A Gestão feminina da Escola Superior do Ministério Público do Estado do Maranhão 2020/2021. Universidade Federal do Maranhão, São Luís, 2022.

LOPES, Pâmela Fogaça; HOFFMAN, Carmen Anita. ATOS PERFORMATIVOS: LEVANTES E POÉTICAS DE MULHERES NA AMÉRICA LATINA. Seminário de História da Arte-UFPel, v. 2, n. 8, 2020. Disponível em: <https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/Arte/article/view/17918> Acesso em: 13 jul. 2022.

LÜCK, Heloísa. Dimensões da Gestão Escolar e suas Competências.Curitiba: Ed. Positivo. 2009.

MACHADO, Raimunda Nonata da Silva. Gênero e raça na educação a distância: há outras epistemologias na prática educativa de formação docente? 2015. 240f. Tese (Doutorado). Universidade Federal do Piauí. Programa de Pós-Graduação em Educação. Teresina, PPG, UFMA, 2015.

MARANHÃO. Ministério Público. Ato regulamentar - GPGJ nº 03, de 19 de março de 2019. Dispõe sobre o Regimento Interno da Escola Superior do Ministério Público do Estado do Maranhão. São Luís: PGJ, 2019. Disponível em: https://www.mpma.mp.br/arquivos/ biblioteca/ legislacao/atos_regulamentares/9847_ato_regulamentar_03_2019.pdf. Acesso em: 21 jun.2022.

MARANHÃO. Ministério Público. Escola Superior. Portaria 112023, de 9 de junho de 2023. Aprova o Projeto Político Pedagógico 2023-2025 da Escola Superior do Ministério Público do Estado do Maranhão. São Luís: ESMP, 2023. Disponível em: https://www.mpma.mp.br/projeto-politico-pedagogico-da-esmp/. Acesso em: 08 de marco de 2023.

MARANHÃO. Ministério Público. Escola Superior. Relatório de Atividades do biênio 2018/2020. São Luís: ESMP, 2020.

MARANHÃO. Ministério Público. Escola Superior. Relatório de Atividades da Escola Superior do Ministério Público do Maranhão 2020. São Luís: ESMP, 2021.

MARANHÃO. Ministério Público. Escola Superior. Relatório de Atividades da Escola Superior do Ministério Público do Maranhão 2021. São Luís: ESMP, 2022.

MARANHÃO. Ministério Público. Escola Superior. Relatório de Atividades da Escola Superior do Ministério Público do Maranhão 2023. São Luís: ESMP, 2023.

MELO, Aline. JESUS, Giovanna. Câmara, Léia. O papel social da Escola Superior do Ministério Público do Estado do Maranhão alicerçado nos pressupostos teóricos do educador Paulo Freire. Lumiar: Revista do Programa de Pós-Graduação da Escola Superior do Ministério Público do Maranhão, São Luís, v. 1, n. 2, jan./dez. 2020, p. 233 a 244, dezembro, 2020.

ORLICKAS, Elizenda. Modelos de gestão: das teorias da administração à gestão estratégica. Editora Ibpex, 2010.

PACHECO, Regina Silvia. Escolas de governo como centros de excelência em gestão pública: a perspectiva da Enap – Brasil. Revista do Serviço Público, Brasília, DF, v. 53, n. 1, p. 75-88, 2002. Disponível em: https://revista.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/280/286. Acesso em: 13 jan. 2022.

SANDER, Benno. Administração da Educação no Brasil: genealogia do conhecimento. Brasília: Líber Livro, 2007.

TEIXEIRA, Anísio. A administração pública brasileira e a educação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 86, nº 212, p. 23-37, jan/abr, 2005.

TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

Vallardi, Milano: 2001. AULETE, Caldas. Aulete Digital – Dicionário contemporâneo da língua portuguesa: Dicionário Caldas Aulete, vs online, acesso em 25 de julho de 2022.

Published

2024-03-14

How to Cite

Jesus, G. S. de. (2024). Desafios e resultados de uma gestão feminina tríplice no âmbito de uma escola de governo do Estado do Maranhão 2020/2023. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(3), e3759. https://doi.org/10.55905/oelv22n3-121

Issue

Section

Articles