Impactos causados pelo uso excessivo de agroquímicos na agricultura familiar: uma revisão

Authors

  • Evanny Laryssa dos Santos
  • Maria Thalia Paulino de Farias
  • Francieli Costa Pinheiro
  • Gustavo Renan Pereira Nunes
  • Eva Priscyla de Moraes Barros
  • Dayane Mércia Ribeiro Silva
  • José Vieira Silva

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n3-113

Keywords:

contaminação do solo, toxicidade, meio ambiente

Abstract

O artigo discute a importância da agricultura familiar no desenvolvimento econômico rural, enfatizando sua dinâmica única em comparação com a agricultura não familiar. Centra-se nos sistemas convencionais de aplicação de pesticidas e fertilizantes e enfatiza a importância dos agroquímicos na agricultura moderna para aumentar a produtividade e suprimir pragas. No entanto, o uso indiscriminado destas substâncias pode ter impactos negativos, incluindo a poluição do solo, afetando as culturas e a biodiversidade. A poluição de solo também causa dano a produção de alimentos, de modo que pode trazer riscos consideráveis para a saúde humana. Deste modo, este artigo destaca sobre a exposição dos agricultores familiares aos agrotóxicos que é consequência da falta de conhecimento, dos baixos níveis de escolaridade e por fim do uso inadequado dos equipamentos de proteção. Este estudo tem como objetivo avaliar os impactos do uso excessivo de agroquímicos na agricultura familiar, destacando os riscos à saúde dos agricultores, contaminação do solo e alimentos, além dos efeitos adversos na biodiversidade. A pesquisa, baseada na metodologia PRISMA, analisou 165 artigos, resultando na seleção de 35 artigos relevantes publicados entre os anos de 2017 e 2023. Os artigos mostram que os impactos na saúde dos agricultores incluem doenças respiratórias, dermatológicas e neurológicas, destacando a necessidade de intervenções preventivas e regulamentações mais rígidas.A metodologia consistiu em realizar a inclusão e/ou exclusão de trabalhos disponíveis em algumas plataformas digitais. Foram analisados um total de 125 artigos, ao qual 114 foram excluidos e 11 foram incluidos na revisão, seguindo assim a metodologia do PRISMA. Sendo, assim por meio desta revisão se conclui que o uso em excesso de agroquímicos pela agricutura familiar causam grandes impactos ambientais. A lixiviação de substâncias químicas para as águas subterrâneas agrava a contaminação ambiental de longo prazo. As práticas agrícolas sustentáveis, como o manejo integrado de pragas e os sistemas agroecológicos, são, portanto, importantes para mitigar esses impactos. A promoção de técnicas de controle mais precisas, a conscientização dos agricultores e o gerenciamento responsável são fundamentais para preservar a saúde dos solos e dos recursos hídricos.  Dessa forma, há uma necessidade urgente de mudanças nas práticas agrícolas em direção a uma abordagem mais sustentável que proteja a saúde dos agricultores, a biodiversidade e o meio ambiente.

References

Alvares, C.A.; Stape, J.L.; Sentelhas, P.C.; Moraes Gonçalves, J.L.; Sparovek, G. Kappen’s climate classification map for Brazil. Meteorologische Zeitschrift, v.22, p.711-728, 2013. DOI: https://doi.org/10.1127/0941-2948/2013/0507

ALVES, K. J. Efeito dos pesticidas na comunidade microbiana em solos com diferentes diversidades e na rizosfera da soja. 2023. Tese (Doutorado em Microbiologia Agrícola) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2022. DOI:10.11606/T.11.2022.tde-10022023-155118.

Balbinot Junior, A.A.; Santos, J.C.F.; Debiasi, H.; Yokoyama, A.H. Contribution of roots and shoots of Brachiaria species to soybean performance in succession. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.52, p.592-598, 2017. DOI: https://doi.org/10.1590/S0100- 204X2017000800004

BARBOSA, A. C. F. Aplicabilidade de óleos essenciais no controle de doenças em plantas de interesse econômico - uma revisão sistemática. Revista Observatorio De La Economia Latinoamericana, v. 21, n. 4, p. 2323-2336, 2023.

BARROSO, G. M. Efeito de herbicidas sobre microrganismos simbiontes de espécies arbóreas. 2019. 44 p. Dissertação (Mestrado em Ciência Florestal) – Programa de Pós-Graduação em Ciência Florestal, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Diamantina, 2019. Disponível em: <http://acervo.ufvjm.edu.br/jspui/handle/1/2314>.

BOZIKI, D.; SILVA, L. B.; PRINTES, R. C. Situação atual da utilização de Agrotóxicos e destinação de embalagens na área de proteção ambiental estadual Rota Sol, Rio Grande De Sul, Brasil. Revista VITAS – Visões Transdisciplinares sobre Ambiente e Sociedade, Nº 1, setembro de 2011.

BURALLI, R.J. et al. Respiratory Condition of Family Farmers Exposed to Pesticides in the State of Rio de Janeiro, Brazil. International Journal of Environmental Research and Public Health, v. 15, n. 6, 2018. Disponível em: <https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29890615/>. Acesso em: 05 de Janeiro de 2024.

DUTRA, L. S. Malformações congênitas e exposição a agrotóxicos disruptores endócrinos em estados brasileiros. 2019. 147 f. Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2019. Disponível em: <https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/33993>. Acesso em: 05 de Janeiro de 2024.

FELDENS, L. O homem, a agricultura e a história – Lajeado. Ed. Univates, 2018. 171 p. Disponível em: <https://www.univates.br/editora-univates/media/publicacoes/246/ pdf_246.pdf>. Acesso em: 05 de Janeiro de 2024.

FERREIRA, V. T. G. ESTUDO DE CASO: ANÁLISE DA INVIABILIDADE DO SISTEMA DE PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA NA COMUNIDADE NOSSA SENHORA APARECIDA – ASSENTAMENTO CELSO FURTADO. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Educação do Campo). Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Dois Vizinhos, 2019. Disponível em: <https://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/bitstream/1/24737/1/DV_COCAM_2019_1_03.pdf>. Acesso em: 05 de Janeiro de 2024.

FONSECA, J. E. et al. Poluição da Água e solo por agrotóxicos. Revista Científica e-Locução, v. 1, n. 15, p. 90-99, 2019. DOI: https://doi.org/10.57209/e-locucao.v1i15.183.

FONTES, J. B. et al. “Relações Entre a Exposição a Agrotóxicos E O Desenvolvimento Do Câncer: Revisão Sistemática.” Revista Saúde Dinâmica, vol. 9, no. 3, 2021, pp. 1–24. DOI: https://doi.org/10.4322/2675-133x.2022.040.

GILSON, I. K et al. Agrotóxicos liberados nos anos de 2019-2020: Uma discussão sobre a uso e a classificação toxicológica. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 6, n. 7, p. 49468-49479, 2020. Disponível em: <https://editorarealize.com.br/editora/anais/conapesc/2022/TRABALHO_COMPLETO_EV177_MD4_ID498_TB129_09062022103928.pdf>. Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

ISMAEL, L. L.; ROCHA, E. M. R. Estimativa de contaminação de águas subterrâneas e superficiais por agrotóxicos em área sucroalcooleira, Santa Rita/PB. Cien Saude Colet [periódico na internet] (2018/Mai). Disponível em: <http://www.cienciaesaudecoletiva.com.br/artigos/estimativa-de-contaminacao-de-aguas-subterraneas-e-superficiais-por-agrotoxicos-em-area-sucroalcooleira-santa-ritapb/16784?id=16784&id=16784>. Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

LOPES, C. V. A.; ALBUQUERQUE, G. S. C. Agrotóxicos e seus impactos na saúde humana e ambiental: uma revisão sistemática. Saúde em Debate, [s.l.], v. 42, n. 117, p.518-534, jun. 2018. FapUNIFESP (SciELO). Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/sdeb/v42n117/0103-1104-sdeb-42-117-0518.pdf>. Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

MENEZES, J. DE F. F. et al. Contaminação de águas superficiais por agrotóxicos: análise dos impactos causados na saúde humana e ambiental. Biológicas & Saúde, v. 11, n. 37, p. 19-35, 30 jun. 2021. Disponível em: <https://ojs3.perspectivasonline.com.br/biologicas_e_saude/article/view/2259>. Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

MORAES, R. F. Agrotóxicos no Brasil: padrões de uso, política da regulação e prevenção da captura regulatória. Texto para discussão / Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - Brasília, nº 2506, set. 2019. Disponível em: <https://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/9371>. Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

MORRO, F.; SCHNITZLER, D. AVALIAÇÃO DE AGROTÓXICOS EM SOLO DE SISTEMAS DE PRODUÇÃO AGRÍCOLA CONVENCIONAL E AGROECOLÓGICO. Química Nova, 2021. Disponível: <https://www.scielo.br/j/qn/a/qWSJJzXMDLykF76rySpQD5h/abstract/?lang=pt>. Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

RIBEIRO, J. M. P. et al. Green Campus Initiatives as sustainable development dissemination at higher education institutions: Students’ perceptions. Journal of Cleaner Production, 312, 127671.

RIBEIRO E. A., MARIANO T. K., PEREIRA V. M., SUGAWARA A. M. Aveloz - Euphorbiatirucalli: Toxicidade da planta. Braz. J. Nat. Sci. 11º de janeiro de 2019;2(1):17. Disponível em: https://bjns.com.br/index.php/BJNS/article/view/49 . Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

RODRIGUES, M. S. et al. EFEITO DE AGROTÓXICOS SOBRE A MICROBIOTA DO SOLO. Revista Multidisciplinar de Educação e Meio Ambiente, [S. l.], v. 1, n. 2, p. 38, 2020. Disponível em: <https://editoraime.com.br/revistas/index.php/rema/article/view/411>.

RONCON, P. C. et al. Ambiente, saúde e agrotóxicos: desafios e perspectivas na defesa da saúde humana, ambiental e do(a) trabalhador(a). São Carlos: Pedro & João Editores, 2023. Disponível em: <https://pedroejoaoeditores.com.br/2022/wp-content/uploads/2023/06/EBOOK_Ambiente-saude-e-agrotoxicos.pdf>. Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

SANTOS, I. N. et al. Implicações das intoxicações exógenas por agrotóxicos à saúde do trabalhador: uma revisão integrativa. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, 2021; 7 (2):16-16. Disponível em: <https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/582/286>. Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

Silva, F. H. K. P., de Sousa Antunes, L. F., & de Sousa Vaz, A. F. (2022). Agrotóxicos no Brasil: uma compreensão do cenário atual de utilização e das propriedades do solo que atuam na dinâmica e retenção destas moléculas. Research, Society and Development, 11(9), e7911931614. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v11i9.31614.

SILVA, G. K. S. et al. Problemas respiratórios em agricultores na UBS de Natuba município de Vitória de Santo Antão - PE / Respiratory problems in farmers at the Natuba UBS in Vitória de Santo Antão - PE. Brazilian Journal of Health Review, [S. l.], v. 5, n. 4, p. 12331–12339, 2022. DOI: 10.34119/bjhrv5n4-031. Disponível em: <https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BJHR/article/view/50001>.

SOARES, I. F.; MELO, A. C. DE; CHAVES, A. D. C. G. A AGRICULTURA FAMILIAR: Uma alternativa para o desenvolvimento sustentável no município de Condado – PB. Informativo Técnico do Semiárido, v. 3, n. 1, p. 56 - 63, 2 dez. 2010. Disponível em: <https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/INTESA/ article/view/456>. Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

SPADOTTO, C. A.; GOMES, M. A. F. Perdas de nutrientes. Ageitec – Agencia Embrapa de Informaçao Tecnologica. 2021. Disponível em: <https://www.embrapa.br/agencia-de-informacao-tecnologica/tematicas/agricultura-e-meio-ambiente/qualidade/residuos/perdas-de-nutrientes>. Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

STEDILE, N. L. R., FARIA, N. M. X., CLAUS, S. M. Caracterização das unidades de produção agrícola que usam agrotóxicos em Vacaria (RS). Revista de Economia e Sociologia Rural, 60(spe), e234912. DOI: https://doi.org/10.1590/1806-9479.2021.234912.

TAVARES, D. C. G. ; SHINODA, D. T. ; MOREIRA, S. S. C. ; FERNANDES, A. C. . Utilização de Agrotóxicos no Brasil e sua correlação com Intoxicações. Revista Eletronica Sistemas & Gestão , v. 15, p. 1-10, 2020. DOI: https://doi.org/10.20985/1980-5160.2020.v15n1.1532.

TONET, L. P.; RAMIREZ, K. G. ANÁLISE DA VULNERABILIDADE DE LENÇOL FREÁTICO CONTAMINADO POR DEFENSIVOS AGRÍCOLAS – ESTUDO DE CASO NA MICROBACIA DO RIO TAMANDUAZINHO. International Journal of Environmental Resilience Research and Science, [S. l.], v. 2, n. 2, 2020. DOI: 10.48075/ijerrs.v2i2.26439. Disponível em: <https://e-revista.unioeste.br/index.php/ijerrs/article/view/26439>. Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

VIEIRA, E. Impacto ambiental em área com aplicação de agrotóxicos no município de Brotas, SP. 2012. Tese (Doutorado em Agronomia)- Faculdade de Ciências Agronômicas, Universidade Estadual Paulista,– Botucatu.

ZWIRTES, D. L. R. et al. EXPOSIÇÃO AOS AGROTÓXICOS E SEUS EFEITOS NO NEURODESENVOLVIMENTO INFANTIL: RESULTADOS PRELIMINARES DE UMA REVISÃO SISTEMÁTICA. Congresso Internacional em Saúde, n. 10, 14 jun. 2023. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/conintsau/article/view/23180>. Acesso em: 01 de Dezembro de 2023.

Published

2024-03-13

How to Cite

Santos, E. L. dos, Farias, M. T. P. de, Pinheiro, F. C., Nunes, G. R. P., Barros, E. P. de M., Silva, D. M. R., & Silva, J. V. (2024). Impactos causados pelo uso excessivo de agroquímicos na agricultura familiar: uma revisão. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(3), e3746. https://doi.org/10.55905/oelv22n3-113

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)