Impactos da pandemia da COVID-19 na atuação profissional de trabalhadores em restaurantes

Authors

  • Marlene Azevedo Magalhães Monteiro

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n3-106

Keywords:

trabalhadores, pandemia, COVID-19, restaurantes, saúde do trabalhador

Abstract

Introdução: Como efeito cascata dos desdobramentos econômicos da pandemia da COVID-19, os trabalhadores dos restaurantes foram atingidos e tiveram os contratos paralisados, rescindidos ou a carga horária de trabalho reduzida. Objetivo: Avaliar os impactos da pandemia da COVID-19 na atuação profissional dos trabalhadores em restaurantes. Métodos: Este é um estudo transversal, descritivo e exploratório realizado em duas etapas: a) aplicação de questionário online com os trabalhadores de restaurantes de Belo Horizonte-MG; b) análise documental da legislação relacionada aos trabalhadores publicada durante a pandemia de COVID-19 no período de 2020 e 2021. Foi elaborado por meio dos Formulários Google® um questionário com características sociodemográficas, possibilidade de contaminação pelo vírus por algum familiar ou pelo próprio colaborador, além de aspectos relacionados ao exercício da profissão, nível de preocupação em perder o emprego ou ter redução da renda durante a pandemia. As redes sociais foram utilizadas como meios de realizar busca ativa por trabalhadores aptos a responderem ao questionário online. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFMG (Parecer no. 4.322.598). Resultados: 97 trabalhadores de restaurantes participaram deste estudo, sendo 63,9% do sexo feminino, 60,8% casados, 36,7% com 2 filhos, 75,3% pardos e pretos; 21,6% brancos; 47,4% possuíam o ensino médio completo; 25,8% de 35 a 39 anos; 59,8% autodeclararam ser da religião católica, e em 34% a família era composta por quatro pessoas. A renda familiar para 55,7% dos trabalhadores era de 1 a 2 salários-mínimos. Quanto à profissão, 24,7% era auxiliar de cozinheiro, 14,4% auxiliar de serviços gerais e 13,4% gerente do restaurante. Em relação às atividades laborais, 57,7% afirmaram que continuaram trabalhando durante a pandemia da COVID-19 com alguma adaptação; e 32,0% continuaram trabalhando com redução de carga horária. Além disso, 37,1% disseram estarem preocupados com o risco de perda do emprego; 74,0% descreveram que a sua atuação profissional foi muito alterada pela pandemia; e 52,6% dos trabalhadores testaram positivo para a COVID-19. Diversas normativas foram publicadas pelos Governos federal, estadual ou municipal a fim de amenizar os efeitos da pandemia na economia. Apesar disto, houve aumento na taxa de desemprego. Outras legislações publicadas estavam relacionadas à segurança e comercialização dos alimentos. Conclusão: A pandemia da COVID-19 afetou severamente o setor de Alimentação Fora do Lar, em especial os seus trabalhadores. Ademais, evidenciou a tendência da precarização do trabalho em momentos de crise e a necessidade de reflexão sobre as políticas de segurança social e saúde do trabalhador.

References

ABRANCHES, M.V.; OLIVEIRA, C.T.; SÃO JOSE, J.F.B. de. A alimentação coletiva como espaço de saúde pública: os riscos sanitários e os desafios trazidos pela pandemia de Covid-19. Interface, v.25, n. Supl. 1, p.e200654, 2021.

ABREU, E.S.; SPINELLI, M.G.N.; PINTO, A.M. de S. Gestão de Unidades de Alimentação e Nutrição: um modo de fazer. 2 ed. São Paulo: Metha, 2019. 416p.

ASANO, C.L. et al. Mapeamento e análise das normas jurídicas de resposta à Covid-19 no Brasil. Boletim Direitos na Pandemia, n. 10., p.4-30, 2021.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE BARES E RESTAURANTES (ABRASEL). Ba-res e restaurantes estimam cortar três milhões de vagas em 40 dias. 2020. Disponível em: https://abrasel.com.br/noticias/noticias/bares-e-restaurantes-estimam-cortar-tres-milhoes-de-vagas-em-40-dias/ Acesso em: 10 fev 2021.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE RESTAURANTES – ANR. Revista ANR, Especial Coronavírus, Edição 547, 6 Abril 2020. Disponível em: https://anrbrasil.org.br/wp-content/uploads/2020/04/news_547r.pdf Acesso em: 10 fev 2021.

BARROS-DELBEN, P. et al. Saúde mental em situação de emergência: Covid-19. Debates em Psiquiatria, v.10, n.2, p.18-28, 2020.

BELOTUR. Pólo Gastronômico - Encontros, sensações e experiências: a gente sabe promover. Disponível em: https://portalbelohorizonte.com.br/creativecity/polo-turistico-gastronomico Acesso em: 10 maio 2022.

BRASIL. Decreto nº 10.282, de 20 de março de 2020. Regulamenta a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, para definir os serviços públicos e as atividades essenciais. Diário Oficial da União [Internet]. Brasília, DF: Presidência da República; 2020a. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/decreto/D10282.htm Acesso em: 03 jul. 2023.

BRASIL. Decreto nº 10.329, de 28 de abril de 2020. Altera o Decreto nº 10.282, de 20 de março de 2020, que regulamenta a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, para definir os serviços públicos e as atividades essenciais. Diário Oficial da União [Internet]. Brasília, DF: Presidência da República. 2020b. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/decreto/d10329.htm Acesso em: 03 jul. 2023.

BRASIL. Lei nº 13.979, de 06 de fevereiro de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus responsável pelo surto de 2019. Brasília, DF, 06 fev. 2020. 2020c. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2019-2022/2020/Lei/L13979.htm Acesso em: 03 jun. 2023.

BRASIL. Lei 14.020, de 06 de julho de 2020. Institui o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda; dispõe sobre medidas complementares para enfrentamento do estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus, de que trata a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020; altera as Leis nos 8.213, de 24 de julho de 1991, 10.101, de 19 de dezembro de 2000, 12.546, de 14 de dezembro de 2011, 10.865, de 30 de abril de 2004, e 8.177, de 1º de março de 1991; e dá outras providências. Brasília, DF, 6 jul. 2020d. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/lei/L14020.htm. Acesso em: 20 set. 2023.

BRASIL. Medida Provisória 927. Brasília: Palácio do Planalto, 22 mar. 2020. Dispõe sobre as medidas trabalhistas para enfrentamento do estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus (covid-19), e dá outras providências 2020e. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/mpv/mpv927.htm

Acesso em: 02 mai. 2023.

BRASIL. Medida Provisória 936. Brasília: Palácio do Planalto, 01 abr. 2020. Institui o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda e dispõe sobre medidas trabalhistas complementares para enfrentamento do estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, e da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus (covid-19), de que trata a Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, e dá outras providências. 2020f. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/mpv/mpv936.htm

Acesso em: 02 mai. 2023.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência de Vigilância Sanitária - Anvisa. Nota Técnica no 47 de 14 de maio de 2020. Recomendações sobre produtos saneantes que possam substituir o álcool 70% e desinfecção de objetos e superfícies, durante a pandemia de COVID19. Brasília, DF. 2020g. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/4340788/Nota+T%C3%A9cnica+47.pdf/242a3365-2dbb-4b58-bfa8-64b4c9e5d863. Acesso em 05 nov. 2023.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência de Vigilância Sanitária - Anvisa. Nota Técnica no 48 de 29 de junho de 2020. Documento orientativo para produção segura de alimentos durante a pandemia de Covid-19. Brasília, DF. 2020h. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/5923491/NT+48+2020+-+5-6-2020/d10339ca-0679-4abb-ab6d-431f96f41694 Acesso em 05 nov. 2023.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Nota Técnica no 49 de 02 de julho de 2020.Orientações para os serviços de alimentação com atendimento direto ao cliente durante a pandemia de Covid 19. Brasília, DF. 2020i. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/documents/219201/4340788/NOTA_TECNICA_N__49.2020.GIALI__orientacoes_ Acesso em 05 nov. 2023.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria MS/GM nº 188, de 3 de fevereiro de 2020. Declara Emergência em Saúde Pública de importância Nacional (ESPIN) em decorrência da Infecção Humana pelo novo Coronavírus (2019-nCoV) [Internet]. 2020 j. Diário Oficial da União, Brasília (DF); Seção Extra:1. Disponível em: http://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-188-de-3-de-fevereiro-de-2020-241408388 Acesso em: 10 Nov 2023.

CASSELMAN, B.; COHEN, P. A widening toll on jobs: this thing is going to come for us all. The New York Times, 02/04/2020. Disponível em: https://www.nytimes.com/2020/04/02/business/economy/coronavirus-unemployment-claims.html Acesso em 08 Jul 2020.

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS. Recomendações do CFN boas práticas para a atuação do nutricionista e do técnico em nutrição e dietética durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). 3a Ed. revisada e ampliada. Brasília, 2020.

CONSELHO FEDERAL DE NUTRICIONISTAS (CFN). Resolução CFN nº 600, de 25 de fevereiro de 2018. Dispõe sobre a definição das áreas de atuação do nutricionista e suas atribuições, indica parâmetros numéricos mínimos de referência, por área de atuação, para a efetividade dos serviços prestados à sociedade e dá outras providências. Disponível em: Disponível em: http://cfn.org.br/ Acesso em: 24 mar. 2018.

COSTA, B.V.L.; HORTA, P.M.; RAMOS, S.A. Insegurança alimentar e excesso de peso entre trabalhadores de restaurantes populares. Revista de Nutrição, v.32, n.e180128, p.1-12, 2019.

CRUZ, R.M. et al. COVID-19: Emergência e Impactos na Saúde e no Trabalho. Revista Psicologia: Organizações e Trabalho, v.20, n.2, p.1-3, 2020.

DEL RIO, L.V.R.; SCHERER, L.A. Relações de trabalho em restaurantes em tempos de crise pandêmica. Revista Hospitalidade, v.20, p.1-31, 2023.

FIRMIANO F, SANTOS S, SILVA A. A Precarização do Trabalho Essencial no Brasil: Pandemia e Saúde do Trabalhador. Revista Portuguesa de Saúde Ocupacional online, v.11, p.1-14, 2021.

GALANAKIS, C.M. The food systems in the era of the coronavirus (COVID-19) pandemic crisis. Foods, v.9, n.4, p.523-533, 2020.

GOUVEIA, V.V.; BARBOSA, G.A.; MASSUD, M. Bem-estar e saúde mental. In: Barbosa, GA; Andrade, EO; Carneiro MB; Gouveia VV. (Coord). A saúde dos médicos no Brasil, 2007. p.29-48.

LIMA, A. V.; FREITAS, E. A. A pandemia e os impactos na economia brasileira. Boletim Economia Empírica, v. 1, n. 4, p.17-24. 2020. Disponível em: https://portal.idp.emnuvens.com.br/bee/article/download/4773/1873. Acesso em: 10 mar. 2021.

MACHADO, L.C. Rastreamento de transtornos mentais comuns entre os professores da rede municipal de ensino. Uberlândia, Minas Gerais. [Dissertação]. Dissertação de Mestrado (Programa de Pós-graduação de Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador). Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2017.

OZILI, P. K.; ARUN, T. Spillover of COVID-19: Impact on the Global Economy (27 de março de 2020). Disponível em: https://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=3562570 Acesso em: 10 nov. 2023.

PELLOSO, I.; POLLOSO, A. Food service one. Literare Books. 2019. 249p.

PEREIRA, A.S.; SHITSUKA, D.M.; PARREIRA, F.J.; SHITSUKA, R. Metodologia da pesquisa científica. [e-book]. Ed.1. Santa Maria, RS: UAB/NTE/UFSM. 2018.

RAFAELL, R.M.R. et al. Epidemiologia, políticas públicas e pandemia de Covid-19: o que esperar no Brasil? Revista de Enfermagem UERJ, v.28, n. e49570, p.1-6, 2020.

RAMOS, S. A.; COSTA, B. V. de L.; MONTEIRO, M. A. M. Perfil socioeconômico, laboral e de saúde de trabalhadores de restaurante hospitalar. DESAFIOS: Revista Interdisciplinar da Universidade Federal do Tocantins, v. 8, p. 34-42, 2022.

SILVA, S. da C. Pandemia e desemprego no Brasil. Revista de Administração Públi-ca, v.54, n.4, p.969-978, 2020.

WHO - World Health Organization. Coronavirus disease 2019 (COVID-19): situation report - 78. Geneva, 2020. 12p. Disponível em: http://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/situationreports/20200407-sitrep-78-covid-19.pdf?sfvrsn=bc43e1b_2 Acesso em 06 dez 2023.

WHO - World Health Organization. Q&A on coronaviruses (COVID-19). 2021. Dis-ponível em: https://www.who.int/news-room/q-a-detail/q-a-coronaviruses

Acesso em 08 dez 2023.

Published

2024-03-13

How to Cite

Monteiro, M. A. M. (2024). Impactos da pandemia da COVID-19 na atuação profissional de trabalhadores em restaurantes. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(3), e3734. https://doi.org/10.55905/oelv22n3-106

Issue

Section

Articles