Diagnóstico dos sistemas de cultivo de banana D’Angola, em assentamentos de reforma agrária, em Acrelândia-AC, com foco nas etapas de colheita e pós-colheita

Authors

  • Antonio Gomes Soares
  • Murillo Feire Junior
  • Virgínia de Souza Álvares
  • Gilberto Costa do Nascimento
  • Lauro Saraiva Lessa
  • Jonathas Vasconcelos de Melo
  • Otniel Freitas Silva
  • Pablo Oliveira Selhorst

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n3-098

Keywords:

perdas, qualidade pós-colheita, práticas agrícolas, produção agrícola

Abstract

A banana é a principal fruteira produzida no Acre, com o município de Acrelândia se destacando como maior produtor desta fruteira no estado. Neste trabalho foram avaliados 37 produtores do município de Acrelândia com o objetivo de realizar o levantamento dos principais problemas que causam às perdas pós-colheita de banana D’Angola. Neste estudo de caso foi verificado que as práticas conduzidas pelos bananicultores em Acrelândia - AC possui amplo espaço para introdução de práticas agrícolas operacionais relevantes para melhoria da qualidade da banana produzida localmente nas diferentes etapas de produção e pós-colheita. Portanto, faz-se necessário o treinamento, a capacitação dos produtores e/ou assistência técnica adequados. Essa capacitação voltada às realidades local dos bananicultores de Acrelândia resultará na melhor qualidade dos frutos a serem comercializados, na redução das perdas e em um possível aumento na renda destes.

References

ALMEIDA, Ueliton et al. QUALIDADE PÓS-COLHEITA DE BANANA, CULTIVAR D’ANGOLA, PRODUZIDA EM RIO BRANCO, ACRE. Enciclopédia Biosfera, [s. l.], v. 16, n. 29, p. 1–9, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.18677/EnciBio_2019A114

BRASIL. Dispõe sobre a Unidade Familiar de Produção Agrária, institui o Cadastro Nacional da Agricultura Familiar e regulamenta a Lei no 11.326, de 24 de julho de 2006, que estabelece as diretrizes para a formulação da Política Nacional da Agricultura Familiar e. [S. l.], 2017. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Lei/L11326.htm. Acesso em: 2 jun. 2021.

BRASIL, Ministério de Desenvolvimento Regional. Plano de Ação Imediata da Agricultura Irrigada no Brasil para o período 2020-2023 APRESENTAÇÃO. [S. l.: s. n.], 2020a. Disponível em: https://www.gov.br/mdr/pt-br/centrais-de-conteudo/estudo-base-plano-de-acao-imediata-para-agricultura-irrigada-no-brasil_mdr_fao_gpp.pdf.

BRASIL, Ministério de Desenvolvimento Regional. Plano de Ação Imediata da Agricultura Irrigada no Brasil para o período 2020-2023 APRESENTAÇÃO. [S. l.: s. n.], 2020b.

CAVALCANTE, Maria de Jesus Barbosa; GONDIM, Tarcísio Marcos de Souza. Instruções técnicas. [S. l.: s. n.], 1999.

IBGE. Censo Agropecuário. [S. l.], 2019a. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/economicas/agricultura-e-pecuaria/21814-2017-censo-agropecuario.html?=&t=o-que-e.

IBGE. Censo Agropecuário. [S. l.], 2019b.

IBGE. Cidades: Rio de Janeiro. [S. l.], 2019c. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ac/acrelandia/panorama. Acesso em: 2 jun. 2021.

IBGE. Produção Agrícola Municipal – culturas temporárias e permanentes. [S. l.], 2019d. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas/economicas/agricultura-e-pecuaria/9117-producao-agricola-municipal-culturas-temporarias-e-permanentes.html?=&t=resultados. Acesso em: 20 maio 2021.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, Pecuária e Abastecimento. PROCEDIMENTOS PARA A CARACTERIZAÇÃO, IMPLANTAÇÃO E MANUTENÇÃO DE ÁREA LIVRE DA SIGATOKA NEGRA. [S. l.], 2005. Disponível em: https://www.defesa.agricultura.sp.gov.br/legislacoes/instrucao-normativa-17-de-31-05-2005,655.html. Acesso em: 7 jul. 2021.

RITZINGER, C. H. S. P.; RITZINGER, R.; CORDEIRO, Z. J. M; CAVALCANTE, M. J. B. Ocorrência de Sigatoka negra da Bananeira em Rio Branco, Ac, Brasil. XXXII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Fitopatologia Brasileira, [s. l.], ano 24, 1999.

SANTOS, Rodrigo Souza. Reconhecimento e Diferenciação da Broca-gigante e do Moleque-da-bananeira. [S. l.], 2016. Disponível em: http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/152990/1/26231.pdf. Acesso em: 2 jun. 2021.

Published

2024-03-12

How to Cite

Soares, A. G., Feire Junior, M., Álvares, V. de S., Nascimento, G. C. do, Lessa, L. S., Melo, J. V. de, Silva, O. F., & Selhorst, P. O. (2024). Diagnóstico dos sistemas de cultivo de banana D’Angola, em assentamentos de reforma agrária, em Acrelândia-AC, com foco nas etapas de colheita e pós-colheita. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(3), e3721. https://doi.org/10.55905/oelv22n3-098

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)