Uma proposta de sequência didática para o ensino da força gravitacional na relatividade geral de Einstein

Authors

  • Saulo de Tácito Silveira Santos
  • Roberto Claudino Ferreira
  • Amanda Pereira Dantas
  • Ananda Dantas Azevedo
  • Daniel Grulha Freire
  • Geisla Ribeiro Pereira da Silva
  • Israel Almeida Lopes
  • Luana Santos Silva Silveira Santos
  • William Silva Santos

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n3-086

Keywords:

ensino de astronomia, ensino médio, relatividade geral, sequência didática

Abstract

O objetivo da pesquisa foi desenvolver uma proposta de sequência didática transdisciplinar para o ensino da Força Gravitacional na Teoria da Relatividade Geral de Einstein, direcionada ao 3º ano do ensino médio. O tema surge da necessidade de abordagens inovadoras no ensino de conceitos complexos de Astronomia e Física, visando extinguir as barreiras entre as disciplinas quando se trata de um tema em comum. Assim, tornando o aprendizado mais envolvente e compreensível, utilizando métodos ativos e materiais de fácil acesso. Durante o evento organizado pelo Núcleo de Pesquisa em Astronomia (NUPESA) intitulado “II Seminário Virtual de Astronomia da UESB” transmitido ao vivo através do Youtube, foi apresentada uma Sequência Didática desenvolvida e durante a apresentação sugestões foram fornecidas sobre como o professor iria explanar o conteúdo, e foi demonstrado a utilização do simulador que representava os efeitos gravitacionais sobre os quais trata a Teoria da Relatividade Geral. Ao término do evento foi disponibilizado um questionário de forma on-line, com o objetivo de coletar informações sobre a sequência didática apresentada. A análise das respostas do questionário revelou uma recepção extremamente positiva da proposta. A maioria dos participantes reconheceu a sequência didática como inovadora, eficaz e acessível. Os resultados indicaram que a sequência didática cumpre com o propósito de ensino e aprendizagem em Astronomia, utilizando a transdisciplinaridade para tornar o ensino de Relatividade Geral mais interessante e acessível.

References

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018.

BRASIL, PCN. Parâmetros Curriculares Nacionais, Ciências Naturais, Terceiro e Quarto Ciclos do Ensino Fundamental. Ministério da Educação, Brasília, 1998, p. 65.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. PCN+: Ensino Médio – Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais - Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2002. 141 p.

CARVALHO, T. F. G. de; RAMOS, J. E. F. A BNCC e o Ensino da Astronomia: O que Muda na Sala de Aula e na Formação dos Professores. Revista Currículo & Docência, v. 02, n. 02, ano 2020. ISSN 2675-4630. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/CD/article/download/249561/37714. Acesso em: 17 de dez. 2023.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; SILVA, R Da. Metodologia Cientifica. 6ª ed., São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

CRUZ, M. E.; FERREIRA, R. C.; RIBEIRO, S. M.; LIMA, E. R. SISTEMA SOLAR NUMA PROPOSTA TRANSDISCIPLINAR. Seminário Geprax, VIII Seminário nacional e IV Seminário Internacional, políticas públicas, gestão e práxis educacional, v. 8, n. 11, p. 1-13, maio 2021. Disponível em: http://anais.uesb.br/index.php/semgepraxis/article/viewFile/9737/9545. Acesso em: 10 de out. 2022.

FERREIRA, D; MEGLHIORATTI, F. A. Desafios e Possibilidades no Ensino de Astronomia. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/. Acesso em 13 de nov. 2023.

FREITAS, L. De; MORIN, E.; NICOLESCU, B. Carta da Transdisciplinaridade. Convento de Arrábida, Portugal, nov. de 1994.

HAGUETTE, T. M. F. Metodologia qualitativa na sociologia. 12ª ed., Petrópolis. Rio de Janeiro: Vozes. 2010.

JESUS, R; SCHMITT, V; SOUZA, D de; BRAZ, A. G. dos S; SILVA; C. C. F de. A importância da sequência didática na alfabetização e letramento. Instituto Saber de Ciências Integradas. Revista Científica, 12ª ed, vol 05, Número 02, junho/2018. Disponível em: http://www.isciweb.com.br/revista/501-a-importancia-da-sequencia-didatica-na-alfabetizacao-e-letramento. Acesso em 13 de set. 2023.

IRIBARRY, I. N. Aproximações sobre a transdisciplinaridade: algumas linhas históricas, fundamentos e princípios aplicados ao trabalho de equipe. SciELO. 2003, v. 16, n. 3

MORIN, E. Introdução ao pensamento complexo. 5ª ed., Porto Alegre: Sulina, 2015.

NICOLESCU, B. O manifesto da transdisciplinaridade. Trad. Lúcia Pereira de Souza. São Paulo: Triom, 1999.

SANTOS, H. L. dos; LUCAS, L. B.; SANZOVO, D. T.; PIMENTEL, R. G. O uso das tecnologias digitais para o ensino de Astronomia: uma revisão sistemática de literatura. Research, Society and Development. vol. 8, n. 4, 2019 Universidade Federal de Itajubá, Brasil.

SIEMSEN, G. H.; LORENZETTI, L. Pesquisa em Ensino de Astronomia para o Ensino Médio. ACTIO: docência em ciências. Curitiba, v. 2, n. 3, p. 185-207, out./dez. 2017

RODRIGUES, T. D. de F. F.; OLIVEIRA, G. S. de; SANTOS, J. A. dos. As Pesquisas Qualitativas e Quantitativas na Educação. Revista Prisma. v. 2, n. 1, p. 154-174, 25 dez. 2021.

Published

2024-03-11

How to Cite

Santos, S. de T. S., Ferreira, R. C., Dantas, A. P., Azevedo, A. D., Freire, D. G., Silva, G. R. P. da, Lopes, I. A., Santos, L. S. S. S., & Santos, W. S. (2024). Uma proposta de sequência didática para o ensino da força gravitacional na relatividade geral de Einstein. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(3), e3700. https://doi.org/10.55905/oelv22n3-086

Issue

Section

Articles