Valores de lacto sérico em cães saudáveis da raça Buldogue Francês durante o atendimento clínico-ambulatorial

Authors

  • Ana Flávia Mendonça
  • Brenda Barroso Augusto Monteiro
  • Elisa Cristina Gonçalves Silva
  • Rodrigo Prevedello Franco
  • Thiago Ramos Neto
  • Denilson José de Souza
  • Patricia Cincotto dos Santos Bueno

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n3-067

Keywords:

lactato sérico, Buldogue Francês, síndrome braquicefálica

Abstract

Os cães de raças braquicefálicas estão cada vez presentes na rotina da clínica veterinária e nos últimos 10 anos, notou-se o aumento notório da raça Buldogue Francês. Com o crescente número de atendimentos clínicos da raça, a demanda de novos conhecimentos sobre os padrões fisiológicos se faz necessária. Nesse sentido, o presente estudo teve como objetivo mensurar os valores de lactato sérico em cães saudáveis da raça buldogue francês durante o atendimento ambulatorial. Para isso, foram avaliados 20 cães da raça Buldogue Francês, com idade de 1 a 6 anos, ambos os sexos, com controle profilático vacinal e vermifugação atualizados. Todos os cães passaram por exame físico, foram realizados exames laboratoriais, radiográficos, eletrocardiográficos e ecocardiográficos previamente. Os cães incluídos no estudo foram submetidos a coleta de 1ml de sangue venoso, obtido pela punção da veia cefálica com posterior mensuração dos valores do lactato sérico utilizando o aparelho portátil Accutrend Plus – Roche®. Os resultados evidenciaram valores de lactato sérico médio de 3,1±1,6 mmol/L, com o valor mínimo de 1,5 e máximo de 4,74 mmol/L. Os dados corroboraram com os valores citados na literatura para cães domésticos, mas foi observado a correlação positiva (r=0,60) e significativa entre os valores e a frequência respiratória (mpm). Assim, foi possível determinar os valores do lactato sérico em cães da raça Buldogue Francês saudáveis, favorecendo a utilização do presente parâmetro na rotina clínica veterinária, podendo sofrer interferências da frequência respiratória.

References

ALSHIAKH, S. M. Role of serum lactate as prognostic marker of mortality among emergency department patients with multiple conditions: A systematic review. SAGE Open Medicine, v. 11, p. 1-9, 2023.

BARROSO, R. et al. Nível de lactato sanguíneo em tucanos toco (Ramphastos toco). Pubvet, v. 15, n. 06, 2021.

BELETTINI , S. T. et al. Avaliação dos níveis séricos de lactato em cães submetidos a anestesia dissociativa. Arquivos Ciências Veterinárias e Zoologia da UNIPAR, v. 11, p. 87-95, 2008.

BOTTEON, P. T. L. Lactato na medicina veterinária - atualização conceitual. Revista Brasileira Medicina Vetererinária., v. 34, n. 4, p. 283-287, 2012.

CANTARELLA, R.A, et al. Hipertensão pulmonar em cães: artigo de revisão. Archives of Veterinary Science v.15, n.4, p. 224-232. 2010.

FASANELLA, et al. Brachycephalic airway obstructive syndrome in dogs: 90 cases (1991–2008). Disponível em: <https://avmajournals.avma.org/view/journals/javma/237/9/javma.237.9.1048.xml?tab_body=abstract#d2640076e847>. Acesso em: 24 set. 2022.

FEITOSA, F. L. F. Exame Físico Geral ou de Rotina In: _____. Semiologia Veterinária: a arte do diagnóstico. 3ª ed. Roca, São paulo. Cap.4, p.129-188. 2020.

FRANCO, R. P. et al. Valores de lactato sérico e sua correlação com parâmetros clínicos de cães saudáveis, mensurados durante atendimento ambulatorial veterinário. Pesquisa Veterinária Brasileira, v.36, n.6, p. 509-515. 2016.

GONZALEZ, F. H. D.; SILVA, S. C. Introdução à bioquímica clínica animal. Gráfica de Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2006.

HARVEY CE, Fink EA. Tracheal diameter: analysis of radiographic measurements in brachycephalic and nonbrachycephalic dogs. Journal of the American Animal Hospital Association. 1982; 18:570-576.

HUGHES, D., ROZANSKI et al. Effect of sampling, repeated sampling, pH, and PCO2 on plasma lactate concentration in healthy dogs. Journal of Veterinary Research., v.60, p.521-524, 1999.

ILYAN, B. R. et al. Síndrome das vias aéreas dos cães braquicefálicos revisão de literatura. 2021. 45 fls. Trabalho de Conclusão de Curso (Medicina Veterinária) – Universidade Federal de Santa Catarina, Curitibanos.

KEALY, J. Kevin; MCALLISTER, Hester; GRAHAM, John P. Radiologia e ultra-sonografia do cão e gato. Elsevier Brasil, 2012.

KOLISKI A. et al. Lactato sérico como marcador prognóstico em crianças gravemente doentes. Jornal Pediatria, Rio de Janeiro, 81(4):287-292, 2005.

LAMEU, G.R et al. Síndrome braquecefálica em cães: Revisão. Pubvet v14, n10, p1-7, 2020.

LIMA, A. F. K. T.; FRANCO, R. P. Síndrome da resposta inflamatória sistêmica (SRIS), um desafio diagnóstico. Acta Veterinaria Brasilica 3(4): 123-131, 2010.

MENEZES, H. S. et al. Ácido Láctico como indicativo de aptidão física em ratos. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 16, p. 210-214, 2010.

MERLIN, I. et al. Ocorrência de síndrome braquicefálica em cães braquicefálicos atendidos no Hospital Veterinário “Governador Laudo Natel” Unesp Jaboticabal - estudo retrospectivo (2007-2017). Enciclopedia Biosfera, v. 17, n. 32, p. 402, 2020.

MORAES, P.C; BURGER, C.P; ISOLA, J.G.M.P. Síndrome aérea dos braquicefálicos- estenose de narina em cão: relato de caso. Revista científica eletrônica da medicina veterinária, v.9, n.18, p.1-8, 2012.

O’NEILL, D. G. et al. Demography and disorders of the French Bulldog population under primary veterinary care in the UK in 2013. Canine Genetics and Epidemiology, v. 5, n. 1, p. 3, 2018.

RABELO, R. C. Estudio y valor pronóstico de los parâmetros relacionados con supervivencia en clínica de urgencias de pequeños animales: estudio multicentrico. Tese de Doutorado, Departamento de Medicina y Cirurgía Animal, Universidad Complutense de Madrid, España, p.256; 2008.

RODRIGUES, J. M.; LESEUX, C. Níveis séricos de lactato em cadelas submetidas à ovariohisterectomia sob anestesia. Revista Cultivando o Saber, p. 147-156, 2016.

SALDIVIA-PAREDES, M. A. Medición de los niveles de lactato sérico y frecuencia cardiaca en caninos (Canis lupus familiaris) braquicefálicos, mesocefálicos y dolicocefálicos sometidos a prueba de esfuerzo en trotadora motorizada. Revista de la Facultad de Medicina Veterinaria y de Zootecnia, v. 69, n. 1, p. 33-39, 2022.

SILVA, P. C. Concentração sanguínea. 2013. 70 f. Dissertação (Mestrado em Ciências). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo. São Paulo, p.19-29.

SIRAGUSI, Rafael Henrique de Souza et al. Mensuração dos valores de lactato sérico em gatos domésticos (Felis catus) submetidos à contenção física e química. Revista Brasileira de Pesquisa Veterinária e Zootecnia, v. 54, n. 4, pág. 383-387, 2017.

TAS, O. et al. A precisão do analisador portátil Lactate Pro para determinar o lactato sanguíneo em cães saudáveis. Journal of Small Animal Practice, v. 49, n. 10, pág. 504-508, 2008.

THRALL, M. A. et al. Hematologia e Bioquímica Clínica Veterinária. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2017.

ŽGANK, Ž. et al. Lactato sanguíneo, temperatura corporal e frequência cardíaca durante exercício submáximo em cães com síndrome obstrutiva das vias aéreas braquicefálicas: um estudo preliminar. Proceedings of Socratic Lectures, v. 6, p. 8-13, 2021.

Published

2024-03-08

How to Cite

Mendonça, A. F., Monteiro, B. B. A., Silva, E. C. G., Franco, R. P., Ramos Neto, T., Souza, D. J. de, & Bueno, P. C. dos S. (2024). Valores de lacto sérico em cães saudáveis da raça Buldogue Francês durante o atendimento clínico-ambulatorial. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(3), e3671. https://doi.org/10.55905/oelv22n3-067

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)