Perspectiva fenomenológica em psicopatologia e psicologia do esporte: experiência com práticas corporais

Authors

  • Telma Sara Queiroz Matos
  • Cristiano Roque Antunes Barreira
  • Rodrigo Lourenço Salomão
  • Sergio Ishara

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n2-187

Keywords:

práticas corporais, psicologia, fenomenologia, psicologia do esporte

Abstract

O propósito desta intervenção foi ofertar práticas corporais, com base numa perspectiva fenomenológica em Psicopatologia e Psicologia do Esporte, como recurso de promoção e saúde alinhado à proposta terapêutica do Grupo Comunitário de Saúde Mental do Hospital Dia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. As atividades de intervenção ocorreram a partir de setembro de 2016, atendendo em média 16 pacientes psiquiátricos do Hospital. As atividades práticas são ministradas por um professor de Educação Física (EF), monitores (EF), com acompanhamento de um Psicólogo do Esporte. Os procedimentos metodológicos foram norteados por uma perspectiva fenomenológica em Psicopatologia e Psicologia do Esporte. Trata-se de uma coleta de dados de caráter qualitativo, na qual interpretaram-se os resultados de maneira a lançarem um ensaio reflexivo, ou seja, uma alternativa que confere um olhar individual a esses dados.

References

ALES BELLO, A. Prefácio. In: Mahfoud, M.; Massimi, M. (Org.). Edith Stein e a Psicologia: teoria e pesquisa. Belo Horizonte, MG: Artesã, 2013, 9-13.

_____________, A. Introdução a Fenomenologia. (J. T. Garcia e M. Mahfoud. trad.) Bauru, SP: EDUSC. 2006.

AZEVEDO, E. L. “A Crise das Ciências Europeias e a Fenomenologia Transcendental” de Edmund Husserl: uma apresentação. Dissertação de mestrado, Programa de Filosofia, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo. 2011. Disponível em: https://repositorio.pucsp.br/handle/handle/11563. Acesso em 29/08/2022.

BARREIRA, C. R. A. Da história da fenomenologia a ética na psicologia: tributo ao centenário de Filosofia como Ciência Rigorosa. Memorandum, 20, 135- 144. 2011. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/memorandum/article/view/6628.

Acesso em 27/07/2022.

BARREIRA, C. R. A; MATOS, T. S. Q. Processos de reflexividade dos Psicólogos do Esporte e Coaches: um estudo fenomenológico. Psicologia: Ciência e Profissão, v. 43, p. e252743, 2023. Disponivel em: https://www.scielo.br/j/pcp/a/XhFkjLmVxvG8QPYSrG6WGXq/. Acesso em 10/07/2023.

BENEVIDES, D.S. et al. Cuidado em saúde mental por meio de grupos terapêuticos de um hospital-dia: perspectivas dos trabalhadores de saúde. Interface - Comunic., Saude, Educ., v.14, n.32, p.127-38, jan./mar. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/sGxSVwVhyjSyhWZXM8txYXS/?format=html. Acesso em 10/02/2023.

BONDÍA, J. L. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, (19), 20-28. 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/Ycc5QDzZKcYVspCNspZVDxC/?lang=pt. Acesso em 15/09/2022.

CALLIERI, B. Corpo, esistenze, mondi: per una psicopatologia antropologica. Roma: Edizioni Uiversitarie Romane. 2007.

CARDOSO, V, D. A reabilitação de pessoas com deficiência através do desporto adaptado.Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Florianópolis, v. 33, n. 2, p. 529-539, abr./jun. 2011. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbce/a/KVK8XWkSVGyMZLxqXgB8kqH/. Acesso em 10/03/2022.

COMIN, S. F.; AMORIM, S. K. Corporeidade: uma revisão crítica da literatura científica. Psicologia em Revista, Belo Horizonte, v.14, n.1, p.189-214, jun. 2008. Disponível em http://periodicos.pucminas.br/index.php/psicologiaemrevista/article/view/295. Acesso em 14/03/2023.

GIORGI, A; SOUSA, D. Método fenomenológico de investigação em psicologia. Lisboa: Portugal: Fim de Século. 2010.

HUSSERL, E. Ideias para uma fenomenologia pura e para uma filosofia fenomenológica. (C. A. Ribeiro, Pref.; M. Suzuki, Trad.). Aparecida: Idéias & Letras. (Original publicado em 1913). 2006.

ISHARA, S.; CARDOSO, C.L.; LOUREIRO, S. (org.). Grupo Comunitário de Saúde Mental: conceito, delineamento metodológico e estudos. Ribeirão Preto: Nova Enfim, 2013.

KISNER, C. & COLBY, L. A. Exercícios terapêuticos: fundamentos e técnicas, São Paulo, SP: Manole. 2009.

MAHFOUD, M. Experiência elementar em psicologia: aprendendo a reconhecer, Belo Horizonte, MG: Artesã. 2012.

MAHFOUD, M. A estruturação da experiência segundo Luigi Giussani. Estudos de Psicologia (Campinas), 33(3), 395-401. 2016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/estpsi/a/xVZR8qSyy8vmHzdwjjSgrSq/. Acesso em 20/07/2023.

MERLEAU-PONTY, M. A fenomenologia da percepção. São Paulo: Martins Fontes. (Obra originalmente publicada em 1945). 2000.

____________An unpublished text by Maurice Merleau-Ponty – a prospectus of his work. Em: Toadvine, T. & Lawlor, L. The Merleau-Ponty Reader. Evanston, Illinois: Northwestern university press.1952. 2007. Disponível em: https://philpapers.org/rec/MERAUT. Acesso em 03/04/2022.

MIELKE, F. B.; et. al."O cuidado em saúde mental no CAPS no entendimento dos profissionais." Ciência & saúde coletiva. Rio de Janeiro, RS. Vol. 14, n. 1 (jan./fev. 2009), p. 159-164. 2009. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/VxRQnvzxrsGVDpbgPmHCQqm/?lang. Acesso em 03/04/2022.

NÓBREGA, P. T. Corpo, percepção e conhecimento em Merleau-Ponty. Estudos de Psicologia, 13(2), p. 141-148. 2008. Disponível em: https://www.scielo.br/j/epsic/a/4WhJkzJ77wqK6XCvHFwsqSD/abstract/?lang=pt. Acesso em 04/04/2022.

PINHO, M.C. Trabalho em equipe de saúde: limites e possibilidades de atuação eficaz. Cienc. Cognição, v.8, p.68-87. 2006. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1806-58212006000200009. Acesso em 04/05/2022.

POLAK, Y. N. S. O corpo como mediador da relação homem/mundo. Texto & Contexto em Enfermagem, 6 (3), p.29-43. 1997. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-233648. Acesso em 21/07/2022.

RICHARDSON, C. R. et. al. Integrating physical activity into mental health services for persons with serious mental illness. Psychiatric Services, v. 56, n. 3, p. 324-331. 2005. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/15746508/. Acesso em 10/07/2022.

STELLA, F.; GOBBI, S.; CORAZZA, D. I.; COSTA, J. L. R. Depressão no idoso: diagnóstico, tratamento e benefícios da atividade física. Motriz. Journal of Physical Education. UNESP, 90-98. 2002. Disponivel em: https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/2544.pdf. Acesso em 12/04/2023.

WACHS, F.; FRAGA, B. A. Educação física em centros de atenção psicossocial. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas, v.31, n.1, p.93-107. 2009. Disponível em: http://revista.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/634. Acesso em 10/07/2022.

WEINBERG, R.S.; GOULD, D. Fundamentos da Psicologia do Esporte e do Exercício.6 ed. Porto Alegre: Artmed Editora. 2017.

Published

2024-02-21

How to Cite

Matos, T. S. Q., Barreira, C. R. A., Salomão, R. L., & Ishara, S. (2024). Perspectiva fenomenológica em psicopatologia e psicologia do esporte: experiência com práticas corporais. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(2), e3383. https://doi.org/10.55905/oelv22n2-187

Issue

Section

Articles