Casuística dermatológica de animais provenientes de famílias em vulnerabilidade social em Pelotas-RS

Authors

  • Laís Formiga da Silva
  • Maria Laura da Rosa Dal Ross
  • Luiza Eisenhardt
  • Luisa Blaskoski Cardoso
  • Amanda Cardoso Silveira
  • Larissa Eugênia de Vargas Ritter
  • Elizângela Otaram
  • Marlete Brum Cleff

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n2-176

Keywords:

casuística dermatológica, vulnerabilidade social, cães e gatos, Pelotas

Abstract

O município de Pelotas abriga uma comunidade denominada ceval, na qual uma grande parcela da população vive em vulnerabilidade social e situação de extrema pobreza, desta forma, torna-se inviável o uso da renda para gastos veterinários. Devido a essa situação, a Universidade Federal de Pelotas criou um projeto de extensão um Ambulatório Clínico Veterinário, o qual proporciona atendimento gratuito de cães e gatos, além de promover saúde única. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a casuística dermatológica, dos cães e gatos atendidos no ambulatório veterinário do Ceval no ano de 2019. O levantamento da casuística foi feito através das fichas dos pacientes atendidos com queixas relacionadas ao sistema tegumentar. Durante esse período foram atendidos 93 animais, dos quais 84 eram cães e 9 gatos, com relação a sintomatologia relata pelos tutores, as principais foram alopecia, prurido leve a acentuado, lesões ou irritações de pele, lesões lacerativas e ulcerativas, dor ou irritação otológica unilateral e bilateral. Quanto à casuística, destacaram-se os casos de Dermatofitose (22%), Dermatite alérgica a picada de ectoparasitas – DAPE (11%) e Otite externa (11%). Diante dessa perspectiva concluiu-se que a vulnerabilidade social dos tutores e consequentemente dos pacientes, contribuiu para o surgimento de afecções dermatológicas diagnosticadas, visto que algumas delas estão ligadas ao saneamento básico e reitera-se a importância da atuação do médico veterinário no auxílio da disseminação de saúde única.

References

VARA, M. F. S. Estratégias da população de baixa renda na produção do espaço urbano: o caso do Loteamento Ceval em Pelotas–RS. 2009. Dissertação de Mestrado

CLEFF, M. B. et al. Trajetória do projeto de extensão:“Medicina Veterinária na promoção da saúde humana e animal: Ações em comunidades carentes como estratégia de enfrentamento da desigualdade social”. Expressa Extensão, v. 25, n. 2, p. 80-89, 2020.

SANTOS, L. M.; MACHADO, J. de A. C.; NEVES, M. F. Demodicose Canina: Revisão de literatura. Revista científica eletônica de Medicina Veterinária, v. 7, n. 12 , p. 1- 5, 2009.

DRYDEN, M.W. Flea and tick control in the 21 century: challenges and opportunities. Veterinary Dermatology, v.20, p. 435-440, 2009.

MACHADO, V. M. M. C. Otite externa canina: estudo preliminar sobre a otalgia e factores associados. 2013. Dissertação de Mestrado.

GONÇALVES, S.; BOTTEON, K. D. Hemoparasitoses em cães e gatos do diagnóstico à prevenção. AGENER UNIÃO BOLETIM PET, V.2, P. 2-4, 2015.

SCHERER, H. A. Estudo retrospectivo de dermatopatias em gatos através de diagnóstico histopatológico realizado no setor de patologia veterinária da UFRGS (1990-2012). 2015. Programa de Pós-graduação em Ciências Veterinárias.

MARQUES-MELO, E. H. et al. Felino doméstico como agente transmissor de esporotricosespara humano - Relato do primeiro caso no estado de Alagoas. Revista Baiana de Saúde Pública, v. 38, n. 2, p. 490-498, 2014.

ONNEMACHER, A. R.; PALMA, H. E. A Importância dos diagnósticos diferenciais de dermatopatias fúngicas em felinos-revisão bibliográfica. XXI SEMINÁRIO INTERINSTITUCONAL DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, Cruz Alta, 2016.

TEIXEIRA, L.; GOMES, C.; TREVISAN, L.. Resposta inflamatória em cães com dermatite atópica. Medvep Dermato - Revista de Educação Continuada em Dermatologia e Alergologia Veterinária, v. 5, n. 14, p. 38-44, 2017.

Published

2024-02-21

How to Cite

da Silva, L. F., Ross, M. L. da R. D., Eisenhardt, L., Cardoso, L. B., Silveira, A. C., Ritter, L. E. de V., Otaram, E., & Cleff, M. B. (2024). Casuística dermatológica de animais provenientes de famílias em vulnerabilidade social em Pelotas-RS. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(2), e3370. https://doi.org/10.55905/oelv22n2-176

Issue

Section

Articles