Políticas públicas de educação profissional e tecnológica: a contribuição da rede federal para a escolarização dos jovens no Brasil

Authors

  • Carolina Lima Pimentel
  • Anderson Gomes de Paula
  • Isis Verona Nascimento Silva Franzi
  • Marcus Vinícius Santos da Silva
  • Luiz Fernando Duarte de Figueiredo
  • Marcelo José Gonçalves

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n2-173

Keywords:

expansão da rede federal de ensino, institutos federais, políticas públicas, desafios da educação

Abstract

Este artigo aborda a expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica – IF, no Brasil como uma política pública para elevar a escolarização dos jovens; a partir de pesquisa bibliográfica. Com a inclusão da educação profissional como uma meta no Plano Nacional de Educação em 2001, os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs), criados em 2008, desempenharam um papel fundamental na ampliação da Rede Federal. A partir deste estudo foi possível identificar um aumento, em uma década, de 171% na oferta de escolarização, resultando em um salto de 150 campi para mais de 568 campi em todo o país. Isso evidencia claramente a intenção de elevar o nível de escolaridade da população brasileira, especialmente dos jovens.

References

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm>. Acesso em: 21 de out. 2019.

_____ Lei nº 10.172, de 9 de janeiro de 2001 (PNE 2001-2010). Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/leis_2001/l10172.htm>. Acesso em: 21 de out. 2019.

_____Lei nº 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccvil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11892.htm. Acesso em 12 de out. 2020.

_____ Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014 (PNE 2014-2024). Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l13005.htm>. Acesso em: 21 de out. 2019.

_____ Centenário da rede federal de educação profissional e tecnológica. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/centenario

/historico_educacao_profissional.pdf>. Acesso em: 15 de out. 2019.

________ Relatório anual de análises dos indicadores de gestão das Instituições Federais de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. Exercício 2016. Disponível em:<http://portal.mec.gov.br/docman/novembro-2017-pdf/77151-relatorio-indicadores-da-

rede-federal-2016-pdf/file >. Acesso em: 01 de nov de 2019.

BERNARDIM, M, L; SILVA, M.R. Políticas curriculares para o ensino médio e para a educação profissional: propostas, controvérsias e disputas em face das proposições do documento referência da conae 2014. Jornal de Políticas Educacionais. nº16, p23-35, 2014.

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M.; RAMOS, M. ORG, FERREIRA, B, E; GARCIA, S, CORREA, V. Ensino médio integrado concepções e contradições. Cortez, 2005.

MOURA, D,H,. LIMA FILHO, D,L,. SILVA, M,R. Politecnia e formação integrada: confrontos conceituais, projetos políticos e contradições históricas da educação brasileira. Revista Brasileira de Educação, v.20 n.63, 2015.

PACHECO, E,M,. CALDAS L,. SOBRINHO M,D. Institutos federais de educação, ciência e tecnologia: limites e possibilidades. In: Pacheco E,M, Morigi V. (Org). Ensino técnico, formação profissional e cidadania. Porto Alegre. Editora Tekne, 2012.

PINTO JÚNIOR, R. P. S. A Necessidade dos Indicadores para a Gestão. In: SEGET – SIMPÓSIO DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO E TECNOLOGIA, 3, 2006. Anais eletrônicos.

SOUZA, F das C, S. SILVA S, H dos S, C. Institutos Federais: expansão, perspectivas e desafios. Revistas Ensino Interdisciplinar, v.2 n.05, Rio Grande do Norte, 2016.

VAN BELLEN, H. M. Indicadores de Sustentabilidade: uma análise comparativa. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006.

Published

2024-02-20

How to Cite

Pimentel, C. L., de Paula, A. G., Franzi, I. V. N. S., da Silva, M. V. S., de Figueiredo, L. F. D., & Gonçalves, M. J. (2024). Políticas públicas de educação profissional e tecnológica: a contribuição da rede federal para a escolarização dos jovens no Brasil. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(2), e3353. https://doi.org/10.55905/oelv22n2-173

Issue

Section

Articles