Environmental education through the didactic game "treading the path of environmental equilibrium" in the teaching of biological sciences

Authors

  • Mirna Andrade Bezerra
  • Rômulo José Fontenele Oliveira
  • Lya Raquel Oliveira dos Santos
  • John Layonn de Sousa Silva

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n2-117

Keywords:

environmental education, ecology, biology teaching, educational games

Abstract

 

This study examines the use of educational game "Treading the Path Balanced Environment" as teachers to aid students in learning tool and Environment of content, Ecology and Environmental Education in the Life Sciences Education. This is qualitative-quantitative research used data collected through observations, evaluation questionnaires, application testing and filmic and photographic records in classes with 27 students of 3rd year high school students in a biology class of School Unit Professor José Kind in Teresina, PI. The research was based on theoretical as Piaget (1975) and Kishimoto (2000) that address the importance of play activities in cognitive development and demonstrate the learning of the contents in environmental education through educational game. It was found through statistical analysis, as the Hypothesis Testing (t test) that students improved their knowledge on environmental issues, demonstrating that the didactic game, combined with the lectures, presented contributions to the teaching-learning process. With the characteristics of a didactic game, provided a more fruitful and favorable environment for acquiring knowledge, promoted the motivation and socialization of students and teachers, allowed the discussion of environmental issues in context and interactively.

References

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Tradução de Luís A. Reto e Augusto Pinheiro. 5ed. Lisboa: Edições 70, 2009.

BRASIL. Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a educação ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Diário Oficial [da República Federativa do Brasil], Poder Legislativo, Brasília, DF, 28 de abril de 1999. Disponível em <http://portal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/educacaoambiental/lei9795.pdf>. Acesso em: 10 jun. 2013.

BRENELLI, Rosely Palermo. Jogo Como Espaço Para Pensar (o). Papirus Editora, 1996.

GOMES, R.R.; FRIEDRICH, M.A. Contribuições dos jogos didáticos na aprendizagem de conteúdos de Ciências e Biologia. Em: Rio de Janeiro, Anais, EREBIO, 1, 389-92, 2001.

GONSALVES, Elisa Pereira. Conversas sobre a Iniciação a Pesquisa. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2006.

GUIMARÃES, Mauro. A formação de educadores ambientais. Campinas, São Paulo: Papirus, 2004.

KISHIMOTO, T. M.; BOMTEMPO, E.; PENTEADO, H. D.; MRECH, L. M.; MOURA, M. O. de; FUSARI, M. F. de R. e; RIBEIRO, M. L. S.; DIAS, M. C. M.; IDE, S. M. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2000.

LAYRARGUES, Philippe Pomier. Muito além da natureza: educação ambiental e reprodução social. Pensamento complexo, dialética e educação ambiental. São Paulo: Cortez, 2012.

LEFEVRE, F. & LEFEVRE, A. M. C. Pesquisa de representação social: Um enfoque qualiquantitativo. Brasília: Líber Livro Editora, 2010.

LOUREIRO, C. F. B. Trajetórias e fundamentos da educação ambiental. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

MINAYO, M. C. S. (Org.); DESLANDES, S.F.; CRUZ NETO, O. GOMES, R. Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Petrópolis, RJ: Vozes, 1994.

MONTGOMERY D. C. & RUNGER G. C. Estatística aplicada e Probabilidade para Engenheiros. Rio de Janeiro: LTC, 2012.

MORATORI, Patrick Barbosa. Por que utilizar jogos educativos no processo de ensino aprendizagem?. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2003.

OLIVEIRA, V. B. de. Jogos de regras e a resolução de problemas. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2005.

PATRIARCHA-GRACIOLLI, Suellen Regina. Jogo “Guardião do meio ambiente”: uma proposta pedagógica para o Ensino de Ciências e Educação Ambiental. 2009. 111 f. Dissertação Mestrado – Programa de pós-graduação em Ensino de Ciências, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Mato Grosso do Sul, 2009.

PIAGET, Jean. A Formação do Símbolo na Criança. 2. ed. Rio de Janeiro: Zahar, 1975.

QUINTAS, José Silva. Educação no processo de gestão ambiental: uma proposta de educação ambiental transformadora e emancipatória. Identidades da educação ambiental brasileira. Brasília: Ministério do Meio Ambiente, p. 113-140, 2004.

REIGOTA, Marcos. Meio Ambiente e Representação Social. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2007. (Col. Questões da Nossa Época, v. 41).

RICCETTI, Vanessa Pugliese. Educação matemática em revista. In: Jogos em grupo para a educação infantil. nº 11. 2001.

TELLES, Marcelo de Queiroz. Vivências integradas com o meio ambiente. 1 ed. São Paulo: Sá Editora, 2002.

ZANON, D. A. V; MANOEL, A. S. G; OLIVEIRA, S. C. Jogo didático Ludo químico para o ensino de nomenclatura dos compostos orgânicos: projeto, produção, aplicação e avaliação. Ciências e Cognição, São Paulo, vol. 13, p.72-81, 2008.

Published

2024-02-16

How to Cite

Bezerra, M. A., Oliveira, R. J. F., dos Santos, L. R. O., & Silva, J. L. de S. (2024). Environmental education through the didactic game "treading the path of environmental equilibrium" in the teaching of biological sciences. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(2), e3265. https://doi.org/10.55905/oelv22n2-117

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)