Psychopedagogy and literacy in hospital settings: a review study

Authors

  • Irlaine Favoretto
  • Cinthia da Rocha Azevedo

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n2-056

Keywords:

psychopedagogy, hospital classes, hospital psychopedagogue

Abstract

The purpose of this paper is to study the work of the hospital psychopedagogue, and to see if this work is relevant to the field of education and to our society. The aim was to propose, by means of a review study, a reflexive analysis by consulting works, research and academic articles, and with the collaboration of various authors and scholars who research the work of the psychopedagogue in hospital environments in the institutional dimension by providing support to teachers in Hospital Classes and in the clinical dimension by offering preventive or interventional support to hospitalized children in the literacy phase who are away from so-called conventional schools. This is theoretically based, among others, on Blaszko and Portilho (2021), Favoretto (2023) and PÉREZ SOLÍS (2011). The results obtained from this study and through the perception of the authors visited indicated that the work of the psychopedagogue in hospital environments with the teachers of the Hospital Classes is positive and relevant, as well as with the children who are in the process of acquiring writing and reading and because they are in the hospitalization phase cannot attend the so-called conventional school, ratifying its relevance for education and for our society.

References

ASSIS. Walkíria de. Pedagogia hospitalar: um olhar pedagógico singular. São Paulo: Phorte, 2009.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSICOPEDAGOGIA. Código de ética. Disponível em: https://www.abpp.com.br/Codigo-de-Etica-do-Psicopedagogo-2019.pdf. Acesso em: 23/dez/2020.

BATISTA, D. A.; LEPRE, R. M.; COSTA, R. C.; KADDOKA, A. Psicopedagogia: estratégias para trabalhar com crianças de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH). Revista Colloquium Humanarium. Presidente Prudente, v. 10, n. especial, p. 640-647, jul/dez, 2013.

BLASZKO, C. E.; PORTILHO, E. M. L. Formação e atuação profissional do psicopedagogo nos municípios da região sul do Brasil. Revista Psicopedagogia, São Paulo, v. 38, n. 115, p. 30-43, abr. 2021.

BOSSA, Nádia Aparecida. A Psicopedagogia no Brasil: contribuições a partir da prática. 2. ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

BRASIL. 1994. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Especi-al. Política Nacional de Educação Especial. Brasília, MEC/SEESP, 66 p.

CARREIRA, Denise. O direito à educação e à cultura em hospitais: Caminhos e aprendizagens do Pequeno Príncipe. 1. ed. Curitiba: Associação Hospitalar de Proteção à Infância Dr. Raul Carneiro, 2016.

COSTA, K. da; FERNANDES, J. da S. G.; ANDRADE, M. Siqueira de; MONTEL, J. M.; BARTHOLOMEU, D. Psicopedagogia em foco: caracterização do status atual dos estudos no Brasil. Revista Psicopedagogia, São Paulo, v. 32, n. 98, p. 182-188, 2015.

FAVORETTO, Irlaine. A psicopedagogia na educação: estudos de revisão em base de dados. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO – EDUCERE, 2023, Curitiba. Esperançar. Online: PUCPR, 2023, p. 6187-6.196.

FAVORETTO, I.; BÔAS, L. V.; ENS, R. T.; Classes hospitalares: um estudo das produções do Congresso Nacional de Educação (EDUCERE). Revista Diálogo Educacional, Curitiba: Editora PUCPRESS, v. 23, n. 79, p. 1688-1705, out./dez. 2023. DOI: doi.org/10.7213/1981-416X.23.079.AO20

FERREIRO, Emilia. Alfabetização em processo. 11. ed. São Paulos: Cortez, 1996.

FONSECA, Eneida Simões da. A situação brasileira do atendimento pedagógico-educacional hospitalar. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 25, n. 1, p. 117-129, jan./jun. 1999.

GASPARIAN, M. C. C. A interdisciplinaridade como metodologia de trabalho nas questões de aprendizagem e a construção do conhecimento da escola e da família. Construção Psicopedagógica, São Paulo, v. 18, n. 16, p. 129-150, jun. 2010.

GIFFONI, Silvyo David Araújo in CIASCA, Sylvia Maria et al. Transtornos de aprendizagem: neurociência e interdisciplinaridade. SP: Book Toy, 2015.

JACOMINI, M. A.; PENNA, M. G. de O.; BELLO, I. M. Estudos de revisão sobre produção acadêmica em políticas educacionais (2000-2010). Jornal de Políticas Educacionais. V. 13, n. 21. Junho de 2019.

LERNER, E. M. N. A psicologia no hospital: o impacto nas crianças, nos adolescentes e no psicólogo hospitalar. 2002. Dissertação (Mestrado em Psicologia). Universidade São Marcos, São Paulo, 2002.

LIMA, Michelle Cristina Carioca de e NARTEL, Maria Cristina. A psicopedagogia e o atendimento pedagógico-hospitalar. Revista psicopedagógica, São Paulo, v. 27, n. 89, p. 127-139, 2010.

MALUF, M. I.PSICOPEDAGOGIA HOSPITALAR: POR QUE E PARA QUEM? Reflexões compiladas da palestra do evento Psicopedagógico Sedes Sapientiae, realizado em agosto de 2007, e das entrevistas com os profissionais participantes. Palestrante: Maria Irene Maluf. Mediadores: Vera Rossetti Ferretti e Eloísa Quadros Fagali Composição do texto: Ana Szpiczhowski, Fernanda Cury. Constr. psicopedagog., São Paulo, v. 15, n. 12, p. 7-26, dez. 2007.

MATOS, Elizete Lúcia Moreira; MUGIATTI, Margarida Maria Teixeira de Freitas. Pedagogia Hospitalar: A humanização integrando educação e saúde. 6. ed. Petrópolis: Editora Vozes, 2012.

Mazzota, M. J. S. Educação especial no Brasil: história e políticas públicas. São Paulo: Cortez, 1996.

MOURA, A. A. de; MARTINS, E. D.; MOURA, V. A. de; MARTINS, A. P. A psicopedagogia e suas estratégias facilitadoras no processo de aprendizagem. In: Revista on line de Política e Gestão Educacional, Araraquara, v. 23, n. 2, p. 479-493, maio/ago., 2019 ISSN: 1519-9029 DOI: 10.22633/rpge.v23i2.12654.

NASCIMENTO, R. T. do; SERAFIM, A. de P. Psicopedagogia e psiquiatria: possibilidades de cooperação. Revista Psicopedagogia, São Paulo, v. 29, n. 89, p. 273-276, 2012.

NUNES, Cristiane Nobre. Narrativas, saberes e práticas: a trajetória do professor de classe hospitalar. 2014. 114f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Cidade de São Paulo, São Paulo, 2014.

PEREIRA, M. A.; GONZALEZ, M. do C. B. O brincar, um aliado na intervenção psicopedagógica. Cadernos de Educação. São Paulo, v. 18, n. 36, p. 5-25, 2019.

PÉREZ SOLÍS, M. ¿Puede un psicopedagogo desempeñar el rol del psicólogo educativo? Profesionalización frente al intrusismo profesional. Estudos de Psicologia (Campinas), v. 28, n. 1, p. 3-13, jan.2011.

PAULA, Ercília Maria Angeli Teixeira De. Educação, diversidade e esperança: a práxis pedagógica no contexto da escola hospitalar. 2004. 299f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2004

PAULA, Ercília Maria Angeli Teixeira De. Educação popular na pedagogia hospitalar: práticas e saberes em construção. In 37a Reunião Nacional da ANPEd. 04 de outubro a 08 de outubro de 2015. Florianópolis, SC. Grupo de trabalho. Florianópolis, SC. 2015.

PORTO, O. Psicopedagogia institucional: teoria, prática e assessoramento psicopedagógico. Rio de Janeiro, RJ: WAK, 2007.

PORTO, O. Psicopedagogia Hospitalar – intermediando a humanização na saúde. 2. ed. Rio de Janeiro, RJ: Wak, 2010.

RAMOS, G. P. Psicopedagogia: aparando arestas pela história. Vidya, Santa Maria (2009). v. 27, n. 1, p. 9-20, jan/jun 2007. ISSN 0104-270x.

RAMOS, Maria Alice Moura. A história da classe hospitalar Jesus. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007.

RODRIGUES, Janine Marta Coelho. Classes Hospitalares: o espaço pedagógico nas Unidades de Saúde. ed. 1. Rio de Janeiro: Wak, 2012.

ROLIM, Carmem Lucia Artioli. Educação hospitalar: uma questão de direito. Revista Electrónica “Actualidades Investigativas en Educación”. V. 19, n. 1,Jan-abr, 2019 ISSN 1409-4703. p. 1-18.

SAMPAIO, S. Dificuldades de aprendizagem: a Psicopedagogia na relação sujeito, família e escola. 3. ed. Rio de Janeiro: Wak, 2011.

SCHNEIDER, L.; BLASZKO, C. E. A atuação do psicopedagogo no contexto escolar: estudo pautado pelas vozes dos profissionais. In: EDUCERE – CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO. PUCPR, 13, 26 a 29 de out de 2017.

SOARES, M. Letramento: um tema em três gêneros. 4. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

SCOZ, B. J. L.; PORCACCHIA, S. S. A subjetividade na Psicopedagogia: algumas reflexões. Constr. psicopedag., São Paulo , v. 17, n. 14, p. 60-74, jun. 2009.

TEBEROSKY, A. Aprendendo a escrever: perspectivas psicológicas e implicações educacionais. 3. ed. São Paulo, SP: Ática, 1992.

TEBEROSKY, Ana. Psicopedagogia da linguagem escrita. 15. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

ZOMBINI, E.V. Classe hospitalar: uma estratégia para a promoção da saúde da criança. 2011. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) – Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011.

Published

2024-02-08

How to Cite

Favoretto, I., & Azevedo, C. da R. (2024). Psychopedagogy and literacy in hospital settings: a review study. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(2), e3152. https://doi.org/10.55905/oelv22n2-056

Issue

Section

Articles