Educação em saúde na prevenção de infecção sexualmente transmíssivel (IST) em uma escola estadual em Porto Nacional-TO

Authors

  • Fabline Fernandes de Almeida Vaz
  • Izabela Gomes dos Santos
  • Gilvana Cerqueira Alves da Silva Carvalho
  • José Cleiton de Araújo Alves
  • Sara Janai Corado Lopes
  • Ana Paula Bandeira Matos de Serpa Andrade

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n1-108

Keywords:

educação em saúde, infecções sexualmente transmissíveis, prevenção de IST

Abstract

As Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) simboliza um   problema de saúde pública mais frequente em todo o mundo. São transmitidas durante a relação sexual desprotegida, tornando o indivíduo contaminado mais susceptível a outras doenças. A Educação em saúde deve ocorrer de maneira sistematizada, clara e objetiva, partindo de princípios que favorecem a construção de conhecimento. Objetivo: Descrever a importância da Educação em Saúde na prevenção de IST’s em uma Escola Estadual em Porto Nacional-TO. Metodologia: Trata-se de um estudo descritivo, que transcorreu de um relato de experiência dos acadêmicos de Enfermagem durante o estágio de Assistência à Atenção Primária à Saúde II, vivenciado no 10º período, no município de Porto Nacional -TO, no período de fevereiro a março de 2022.Resultados e Discussões: As atividades aconteceram na Escola Estadual, em Porto Nacional – TO, com a temática de prevenção das IST’s na adolescência, é importante salientar que a palestra foi para o público de 14 a 16 anos do ensino médio, tendo como base compreender as consequências de uma relação sexual desprotegida. A atividade teve cunho educativo, afim de sensibilizar os jovens e não ao incentivo para prática sexual precoce. É importante entender que o processo de educação em saúde tem como prioridades lidar com a população alvo no intuito de promover o entendimento da temática proposta para que a orientação seja efetiva. Considerações Finais: A educação em saúde é um dos principais dispositivos para viabilizar a promoção da saúde na atenção básica e nas escolas como estratégia no cuidado integral da saúde dos adolescentes, atuando na promoção e prevenção dos agravos.

References

BARDIN L. Análise de conteúdo. Lisboa (PT): Edições 70; 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Programa Nacional de DST e Aids. Brasília – DF: Ministério da Saúde. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. A B C D E do diagnóstico para as hepatites virais. Brasília: Ministério da Saúde, 2019.

CARVALHO, Rosita Edler. Temas em Educação Especial. Rio de Janeiro: WVA, 2018.

CAETANO, Athyla; LEITE, Sidnei Quezada Meireles; ROSA, Caroline Azevedo. Educação em saúde na escola: Plano de intervenção escolar para debater infecções sexualmente transmissíveis no ensino médio. Experiências em Ensino de Ciências V.12, No.8, 2017.

COSTA, Daniel Alves da; CABRAL, Karynne Borges; TEIXEIRA, Cristiane Chagas; ROSA, Renato Rodrigues; MENDES, Joyce Lara de Lima; CABRAL, Fernando Duarte. Enfermagem e a Educação em Saúde. Rev Cient Esc Estadual Saúde Pública Goiás “Candido Santiago”. 2020;6(3):e6000012.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2018.

KAYE, Kenneth. M. Infecções por vírus do herpes simples (Herpes Simplex Virus, HSV). MANUAL MSD Versão Saúde para a Família ,2018.

MARCONDES WB. A convergência de referências na promoção da saúde. Saúde Soc. 2017 Mai-Ago 13(2):5-13.

MINISTÉRIO DA SAÚDE - MS, Secretaria de Políticas de Saúde. 50 milhões de brasileiros atendidos. Rev bras saude família 2012 maio; edição especial; ano II(5):1-80.

MONTEIRO, Raissa Silva de Melo; FEIJÃO, Alexsandra Rodrigues; BARRETO, Vanessa Pinheiro; SILVA, Bárbara Coeli Oliveira da; NECO, Klebia Karoline dos Santos; AQUINO, Alana Rodrigues Guimarães de. Ações educativas sobre prevenção de HIV/AIDS entre adolescentes em escolas. Enfermería Actual de Costa Rica, San José, n. 37, p. 206-222, Dec. 2019.

NEGREIROS, T. C. G. M. Sexualidade e gênero no envelhecimento. Revista Alceu, [S.l.], v. 5, n. 9, p. 77-86, jul./dez. 2018.

SOARES, Amanda Nathale et al. DISPOSITIVO EDUCAÇÃO EM SAÚDE: REFLEXÕES SOBRE PRÁTICAS EDUCATIVAS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA E FORMAÇÃO EM ENFERMAGEM. Enferm. 26 (3), 2017. Disponível em https://doi.org/10.1590/0104-07072017000260016, acesso em 08 de Abril de 2022.

TORO, J. B.; WERNECK, N. M. D. F. Mobilização social: um modo de construir a democracia e a participação. Brasil: Unicef, 2016.

WONG, T. Canadian Guidelines on Sexually Transmitted Infections. Ottawa: Public Health Agency of Canada, 2018.

Farias AN, Cavalcanti GTM, Viera HEE, Lima PGF, Dourado SR, Sá JRC. Estratégia de Educação em Saúde na Prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis: um relato de experiência. An Fac Med Olinda 2023; 1(9):87. https://doi.org/10.56102/afmo.2023.248

Published

2024-01-18

How to Cite

Vaz, F. F. de A., dos Santos, I. G., Carvalho, G. C. A. da S., Alves, J. C. de A., Lopes, S. J. C., & Andrade, A. P. B. M. de S. (2024). Educação em saúde na prevenção de infecção sexualmente transmíssivel (IST) em uma escola estadual em Porto Nacional-TO. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(1), 2084–2094. https://doi.org/10.55905/oelv22n1-108

Issue

Section

Articles