A influência do lithothamnium calcareum e do ambiente na qualidade de ovos de poedeiras comerciais semipesadas no final de ciclo de produção

Authors

  • Fernanda Paula de Sousa
  • Bonifácio Benicio de Souza
  • Aderbal Marcos de Azevedo Silva
  • Patrícia Araújo Brandão
  • Yanca Góes dos Santos Soares
  • Talícia Maria Alves Benício
  • Ariádne de Barros Carvalho
  • Maycon Rodrigues da Silva
  • Danilo Leite Fernandes

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n1-034

Keywords:

Lithothamnium calcareum, poedeiras -qualidade de ovos, ambientes climatizados, produção de ovos

Abstract

Este experimento foi conduzido com o objetivo de estudar a influência do Lithothamnium calcareum sobre o desempenho de aves poedeiras e qualidade dos ovos em final do primeiro ciclo de produção, criadas em diferentes ambientes. Foram utilizadas 400 aves da linhagem Hisex Brown com 75 a 90 semanas de idade. O delineamento adotado foi inteiramente ao acaso com um arranjo fatorial 2x5, onde os fatores eram 2 ambientes (climatizado e não climatizado) e 5 níveis de inclusão de Lithothamnium calcareum (Lit) (0; 1; 2; 3 e 4%) em substituição do calcário calcítico com 5 repetições e 8 aves por gaiolas, totalizando 50 parcelas experimentais. Houve interação entre níveis e ambientes para as variáveis peso do ovo, conversão alimentar por massa de ovo, conversão alimentar por dúzia de ovos, peso da albumina e peso da albumina+gema, porcentagem de ovos trincados. Os níveis de inclusão de Lithothamnium tiveram efeito para o peso da gema, proteína total final no sangue, para as variáveis consumo por ave, peso da gema e peso da casca, os ambientes tiveram efeito significativo (P<0,05). As demais variáveis produção de ovos, porcentagem de gema, clara e casca e gravidade especifica não apresentaram efeito (P>0,05). Conclui-se o nível de inclusão da alga em questão, mais recomendado para dietas de aves de postura foi o de 2%, nas condições em que foi desenvolvida a pesquisa, entretanto, é necessário uma análise econômica para se obter   a sua viabilidade para o uso como fonte de cálcio.

References

CARLOS, A. C.; Sakomura, N. K.; Pinheiro, S. R. F.; Toledano, F. M. M.; Giacometti, R.; Silva Júnior, J. W. Uso da alga lithothamnium calcareum como fonte alternativa de cálcio nas rações de frangos de corte. Revista Ciência e agrotecnologia, v.35 n.4, 2011.

DIAS, G. T. M. Granulados bioclásticos – algas calcárias. Revista Brasileira de Geofísica, v.18, n.3, 2000.

HAMILTON, R. G. M. Methodsand Factors That Affectth e Measurement of Egg Shell Quality. Poultry Science, v.61, p.2022-2039, 1982.

INRA. Alimentação dos animais monogástricos: suínos coelhos e aves. São Paulo: Roca, 1999. 27p.

MELO, T.V.; FERREIRA, R.A.; OLIVEIRA, V.C.; CARNEIRO, J.B.A.; MOURA,

A.M.A.; SILVA, C.S. NERY, V.L.H. Calidad del huevo de codornices utilizando harina de algas marinas y fosfato monoamónico. Revista Archivos de Zootecnia, v.57, n.219, p.313-319, 2008.

MELO, T.V.; MOURA, A. M. A. Utilização da farinha de algas calcáreas na alimentação animal. Archivos de zootecnia, v.8(R), p.101, 2001.

OLIVEIRA, B. L.; OLIVEIRA, D. D.; Qualidade e tecnologia de ovos. Lavras: Ed. UFLA, 2013. 224 p.

OLIVEIRA, D. L.; NASCIMENTO, J. W. B.; CAMERINI, N. L.; SILVA, R. C.; FURTADO, D. A.; ARAUJO T. G. P. Desempenho e qualidade de ovos de galinhas poedeiras criadas em gaiolas enriquecidas e ambiente controlado. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.18, n.11, p.1186–1191, 2014.

ROSTAGNO, H.S.; ALBINO, L.F.T.; DONZELE, J.L; GOMES, P. C.; OLIVEIRA, R. F.; LOPES, C. D.; FERREIRA, A. S.; BARRETO, S. L. T; EUCLIDES, R. F. Tabelas brasileiras para aves e suínos: composição de alimentos e exigências nutricionais. Viçosa, MG: UFV, 2011. 252p.

Published

2024-01-16

How to Cite

de Sousa, F. P., de Souza, B. B., Silva, A. M. de A., Brandão, P. A., Soares, Y. G. dos S., Benício, T. M. A., Carvalho, A. de B., da Silva, M. R., & Fernandes, D. L. (2024). A influência do lithothamnium calcareum e do ambiente na qualidade de ovos de poedeiras comerciais semipesadas no final de ciclo de produção. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(1), 634–649. https://doi.org/10.55905/oelv22n1-034

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)

1 2 > >>