Transtorno do Espectro Autista (TEA): a percepção dos pais acerca da sexualidade

Authors

  • Aristóteles Mesquita de Lima Netto
  • Glenia Arantes Maia
  • Lorena Karine Soares
  • Nathália Silva Vaz
  • Maria Eduarda Borges Vitor

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n12-177

Keywords:

TEA 1, pais 2, percepção 3

Abstract

O presente artigo analisou o contexto contemporâneo vivenciado por pais de crianças diagnosticadas com quadro de Transtorno do Espectro Autista (TEA) frente a sexualidade, logo, o foco da proposta perpassa a necessidade do olhar perante estes sujeitos que estão na linha de frente e são determinantes para potencializar a qualidade de vida de seus filhos. Para realizar o respectivo levantamento, o estudo foi realizado dentro do ambiente clínico, tendo como operacional de análise o software ALCESTE. Como matrizes teóricas orientadoras sedimentares, a proposta busca atender as premissas de Facion (2004), Ceregato (2018), ABDA (2019), dentre outros autores. Assim, como objetivo central, deste artigo visou produzir análise que sirva de auxílio para todos os agentes que atuam no campo da saúde e da educação.

References

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. Diagnostic and Statistical Manual of

Mental Disorders, Fourth Edition, Text Revised. Washington, DC: American Psychiatric Publishing Inc.; 2000.

AMERICAN PSYCHIATRIC ASSOCIATION. DSM-5 – Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais. Porto Alegre: Artmed, 2014.

BRASIL. Resolução n.º 466, de 12 de dezembro de 2012. Dispõe sobre diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 13 jun. 2013. Disponível em: http://bit.ly/1mTMIS3 > Acesso em: 15 jul. 2021.

BRASIL. Resolução n.º 196, de 10 de outubro de 1996. Dispõe sobre diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, 16 out. 1996. Disponível em: http://bit.ly/2ekI03l >. Acesso em: 15 jul. 2021.

EUA TEM NOVO NÚMERO DE PREVALÊNCIA DE AUTISMO: 1 PARA

Tismoo, 2020. Disponível em: https://tismoo.us/destaques/eua-tem-novonumero-de-prevalencia-de-autismo-1-para-54/ . Acesso em: 6 de outubro. 2020. GILLBERG, C. Infantile autism: diagnosis and treatment. Acta Psychiatr Scand 1990.

JORDAN, R. Managing Autism and Asperger's syndrome in current educational provision. Pediatric Rehabilittion, 2005.

KANNER, L. Autistic disturbances of affective contact. Nerv Child. 1943.

NOVO ESTUDO NO JAPÃO INDICA PREVALÊNCIA DE AUTISMO: 1

PARA 32. Tismoo, 2020. Disponível em: https://tismoo.us/ciencia/novoestudo-no-japao-indica-prevalencia-de-autismo-de-1-para-32/ . Acesso em: 6 de outubro. 2020.

QUANTOS AUTISTAS HÁ NO MUNDO? Tismoo, 2018 Disponível em: http:

//tismoo.us/ciencia/quantos-autistas-ha-no-mundo/ Acesso em: 6 de outubro. 2020.

RASERA, Emerson F.. A Psicologia Discursiva nos estudos em Psicologia Social e Saúde. Estud. pesqui. psicol., Rio de Janeiro, v. 13, n. 3, p. 815-

, dez. 2013. Disponível em:

<http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S180842812013000300002&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 02 ago. 2021.

WING L. Asperger's syndrome: A clinical account. Psychological Medicine 1981.

Published

2023-12-22

How to Cite

de Lima Netto, A. M., Maia, G. A., Soares, L. K., Vaz, N. S., & Vitor, M. E. B. (2023). Transtorno do Espectro Autista (TEA): a percepção dos pais acerca da sexualidade. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(12), 26767–26777. https://doi.org/10.55905/oelv21n12-177

Issue

Section

Articles