Doenças de Chagas e a Covid longa: uma revisão sistemática

Authors

  • Raissa Moreira Camarão dos Santos
  • Elem Cristina Rodrigues Chaves
  • Anibal Correia Brito Neto
  • Anderson Bentes de Lima
  • Smayk Barbosa Sousa

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv22n1-077

Keywords:

sintomas, coinfecção, complicações crônicas, tratamento, coopatogênese

Abstract

Este estudo investiga a possível conexão entre a Doença de Chagas e a COVID-19, especialmente na "COVID longa," que são preocupações globais. A Doença de Chagas, causada pelo parasita Trypanosoma cruzi, é endêmica na América Latina, afetando milhões, enquanto a COVID-19, causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, se espalhou globalmente, resultando em inúmeros casos e mortes, apresentando desafios em saúde pública. A "COVID longa" são sintomas persistentes pós-COVID-19, como fadiga, problemas respiratórios e neurológicos. Este estudo foca na relação entre a Doença de Chagas e a "COVID longa," particularmente em crianças. Dos 872 estudos identificados, 11 foram considerados elegíveis. Eles variaram em origem geográfica, idade dos participantes e tipos histológicos dos problemas neurológicos. Alguns estudos mostraram associações, apesar da heterogeneidade. A análise indicou variação na qualidade dos estudos, mas a tendência sugere uma associação geral. A meta-análise se concentrou na Razão de Chances (RC) e Odds Ratio (OR) e destacou a heterogeneidade entre os estudos. Relativo ao resultado, foram identificadas associações significativas, mas enfrentou limitações na heterogeneidade dos estudos e na acessibilidade da literatura científica. Essas limitações destacam a necessidade de pesquisas adicionais para melhorar o entendimento e o tratamento de pacientes com ambas as condições. Esta revisão proporciona uma visão inicial da relação entre a Doença de Chagas e a "COVID longa". A falta de revisões prévias destaca a necessidade de pesquisa para compreender essa conexão e desenvolver intervenções clínicas. A colaboração entre profissionais multidisciplinares foi crucial para este estudo.

References

ALENCAR, Marjory Mayara Freire et al. Epidemiologia da Doença de Chagas aguda no Brasil de 2007 a 2018. Research, Society and Development, v. 9, n. 10, p. e8449109120-e8449109120, 2020.

AMANCIO, Mariana Bonifácio et al. Análise da prospecção tecnológica por meio de revisão sistemática seguida de meta análise das patentes do gênero Baccharis. 2022.

BERN, C. Chagas' Disease. New England Journal of Medicine, v. 373, n. 5, p. 456-466, 2015.

CAMPANHA, Ana Laura Miranda et al. Considerações sobre o tratamento etiológico da doença de chagas e critério de cura. Revista Eletrônica Acervo Médico, v. 23, n. 7, p. e12925-e12925, 2023.

CARVALHO, Herica Emilia Félix de. Intervenções não farmacológicas para o enfren-tamento da síndrome gripal: uma revisão sistemática. 2022.

CORREIA, Jennifer Rodrigues et al. Doença de Chagas: aspectos clínicos, epidemiológi-cos e fisiopatológicos. Revista Eletrônica Acervo Saúde, v. 13, n. 3, p. e6502-e6502, 2021.

DA SILVA, Arnaldo Leôncio Dutra et al. Diagnóstico da Doença de Chagas no paciente assintomático. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, v. 21, n. 8, p. 9006-9017, 2023.

. DE SOUSA, Ronildo. Doença de Chagas: uma atualização bibliográfica. RBAC, v. 51, n. 2, p. 103-06, 2019.

DE SOUZA, Thaís Lemos et al. Análise do perfil epidemiológico da Doença de Chagas no Brasil. Período entre 2001 e 2018. Revista de Saúde, v. 12, n. 3, p. 42-49, 2021.

GOMES, Giovanna et al. Perfil epidemiológico da Doença de Chagas aguda no Pará entre 2010 e 2017. Pará Research Medical Journal, v. 4, p. 0-0, 2020.

LAI, CC et al. Long COVID: An inevitable sequela of SARS-CoV-2 infection. J Microbi-ol Immunol Infect. 2023, 56(1):1-9.

IMPROTA-CARIA, Alex Cleber; ARAS JÚNIOR, Roque. Treinamento com Exercício Físico e Doença de Chagas: Função Potencial dos MicroRNAs. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 117, p. 132-141, 2021.

MACÊDO, Jéssica Vasconcelos de Lacerda. Acurácia de testes rápidos comerciais para o diagnóstico da dengue: uma revisão sistemática. 2021. Dissertação de Mestrado. Uni-versidade Federal de Pernambuco. 2021.

MARIANO, Maria Paula Maia. Doença de chagas: patologia negligenciada como determi-nante para desigualdade social e fisiopatologia da cardiopatia chagásica. Direitos exclusi-vos para esta edição, p. 7. 2020.

NOGUEIRA, Aline Figueiredo. Do perfil epidemiológico da doença de chagas de Espi-nosa-MG ao projeto piloto do ministério da saúde: acesso à detecção e ao tratamento da doença no âmbito da atenção primária à saúde. Bionorte, v. 12, n. Suppl. 4, 2023.

PACHECO, Luciano Vasconcellos et al. Transmissão oral da doença de Chagas: uma revisão de literatura. Research, Society and Development, v. 10, n. 2, p. e31910212636-e31910212636, 2021.

PERISSATO, Izabela Lima et al. Doença de Chagas e a seguridade social: caracteriza-ção da doença no sistema previdenciário e assistencial brasileiro, 2004-2016. Epidemi-ologia e Serviços de Saúde, v. 31, p. e2021777, 2022.

PÉREZ-MOLINA, J. A.; MOLINA, I. Chagas disease. The Lancet, v. 391, n. 10115, p. 82-94, 2018.

PINTO, Jean Carlo Trindade et al. Perfil epidemiológico da Doença de Chagas Aguda na Região Norte do Brasil entre os anos de 2019 e 2020. Revista Eletrônica Acervo Saúde, v. 23, n. 7, p. e13215-e13215, 2023.

RODRIGUES, Fernanda Cristina Santos et al. Agentes comunitários de saúde: percepção sobre os serviços de saúde relacionados à doença de Chagas. Cadernos Saúde Coletiva, v. 28, p. 130-139, 2020.

ROSENTHAL, Luciane d’Avila et al. Conhecimentos sobre a doença de Chagas e seus vetores em habitantes de área endêmica do Rio Grande do Sul, Brasil. Cadernos Saúde Coletiva, v. 28, p. 345-352, 2020.

SILVA, Whesley Tanor et al. Determinantes da capacidade funcional em pacientes com doença de Chagas. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 117, p. 934-941, 2021.

SZABO, S et al. What is really 'Long COVID'? Inflammopharmacology. 2023

TANURE, Paula Fulgêncio et al. Sintomatologia da doença de chagas em pacientes ido-sos. Revista Foco (Interdisciplinary Studies Journal), v. 16, n. 8, 2023.

VIVAS, Anita Luiza Prado et al. Avaliação do conhecimento sobre a doença de Chagas em escolares das zonas rurais e urbana de municípios endêmicos em Minas Gerais. Physis: Revista de Saúde Coletiva, 2022.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Chagas disease (American trypanosomiasis) [Fact-shee

Published

2024-01-18

How to Cite

dos Santos, R. M. C., Chaves, E. C. R., Brito Neto, A. C., de Lima, A. B., & Sousa, S. B. (2024). Doenças de Chagas e a Covid longa: uma revisão sistemática. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 22(1), 1463–1482. https://doi.org/10.55905/oelv22n1-077

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)