Escenarios de desigualdades territoriales en Brasil: un estudio sobre la Baixada Fluminense (RJ)

Authors

  • Patricia Cipriano Barcellos da Silva
  • Raul Rosa de Oliveira Junior
  • Marcio Silva Borges
  • Luana de Oliveira Santos

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n12-061

Keywords:

baixada fluminense, clase social, desigualdad, territorio

Abstract

Teniendo en cuenta que el territorio está dotado de diferentes aspectos sociales que permean la vida urbana, el texto que sigue permite comprender las clases sociales en Brasil y las escalas que provocan la desigualdad en este territorio. El caso de estudio es la Baixada Fluminense, ubicada en el estado de Río de Janeiro. El artículo tiene como objetivo reflexionar sobre cuestiones relacionadas con el desarrollo social del territorio de la Baixada, con el fin de minimizar la distancia social entre los municipios que conforman la Baixada y la región central del estado. Para ello, se utilizó un enfoque teórico de conceptos sobre territorio y desigualdades sociales. Con base en esto, es importante entender cómo se produce el crecimiento y desarrollo de la región, abriendo un campo de discusión para brindar justicia social.

References

Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil (2019). Atlas Brasil. Disponível em https:// <http://atlasbrasil.org.br/2013/pt/consulta>. Acesso: 01 ago. de 2018.

Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil (2021). Atlas Brasil. Disponível em https:// http://www.atlasbrasil.org.br/perfil. Acesso: 15 nov. De 2023.

Cabral, L.O. (2007). Revisitando as noções de espaço, lugar, paisagem e território sob uma perspectiva geográfica. In Revista de Ciências Humanas, Florianópolis, EDUFSC, v. 41, n. 1 e 2, p. 141-155, Abril e Outubro de 2007.

Dallabrida, V. R., Rotta, E., Büttenbender, P. L., Denardin, V. F., & Arenhart, L. O. (2021). Abordagem territorial do desenvolvimento: categorias conceituais e pressupostos metodológicos. Guaju, 7(1), 8-80. https://doi.org/10.5380/guaju.v7i1.80437.

Fernandes, F. (1981). CAPITALISMO DEPENDENTE: e classes sociais na América Latina. Editora ZAHAR.

Giambiagi, F., VILLELA, A., DE CASTRO, L. B., & HERMANN, E. J. (2011). Economia Brasileira e Contemporânea 1945-2010. Rio de Janeiro: ELSEVIER.

Kneib, E. C. (2016). Centralidades urbanas e sistemas de transporte público em Goiânia, Goiás. urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana, 8(3), 306-317.

Pereira da Silva, L. H. (2017). ST 7 ENTRE LARANJA E GENTE: NOTAS PRELIMINARES SOBRE URBANIZAÇÃO NA BAIXADA FLUMINENSE. Anais ENANPUR, 17(1).

Portal IBGE. Disponivel em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rj/seropedica/panorama>. Acesso em: 17 mai. 2018.

Portal PETROBRÁS. Disponível em: <http://www.petrobras.com.br/pt/nossas- atividades/principais-operacoes/refinarias/refinaria-duque-de-caxias-reduc.htm>. Acesso em: 05 nov. 2018.

Ramos, A. D. (1997). Uma teoria da justiça.. São Paulo: Martins Fontes (p. 57-126).

Ribeiro, L.C. (1999). Cidade desigual ou cidade partida? tendências da metrópole do Rio de Janeiro. Observatório de Politicas Urbanas e Gestão Municipal (IPPUR/UFRJ-FASE), Rio de Janeiro, p. 18.

Ribeiro, L.C. (2001) Segregação, acumulação urbana e poder: classes e desigualdades na metrópole do Rio de Janeiro. CADERNOS IPPUR. Ano XV, No 2, Ago-Dez 2001 / Ano XVI, No 1, Jan-Jul 2002, p. 84.

Rodrigues, A. M. (2007). Desigualdades socioespaciais–a luta pelo direito à cidade. Revista cidades, 4(6), 73-88.

Da Silva, L. H. P. (2013). De Recôncavo da Guanabara a Baixada Fluminense: leitura de um território pela história. RECONCAVO: Revista de História da UNIABEU, 3(5), 47-63.

Souza, J. (2003). A construção social da subcidadania: para uma sociologia política da modernidade periférica (Vol. 19). Editora ufmg.

Santos, M. (2007). O espaço do cidadão.7ª ed. São Paulo: Edusp, 2007.

Simões, M. R. (2006). A cidade estilhaçada: reestruturação econômica e emancipações municipais na Baixada Fluminense. Tese (Doutorado em Geografia). Niterói: Universidade Federal Fluminense.

Rocha, A. S. (2015). Os efeitos da reestruturação econômica metropolitana na Baixada Fluminense: Apontamentos sobre o “novo” mercado imobiliário da região. Espaço e Economia [online].

Downloads

Published

2023-12-08

How to Cite

da Silva, P. C. B., de Oliveira Junior, R. R., Borges, M. S., & Santos, L. de O. (2023). Escenarios de desigualdades territoriales en Brasil: un estudio sobre la Baixada Fluminense (RJ). OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(12), 24541–24557. https://doi.org/10.55905/oelv21n12-061

Issue

Section

Articles