Efeitos da lei 13.467/2017 sobre a rotatividade do emprego no Brasil

Authors

  • Paulo Domingos da Silva Matos
  • Maria Lêticia Lopes
  • Filipe Alrelio Gomes da Silva
  • José Lailson Viana Aires
  • Marcos Wender Santiago Marinho

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n12-009

Keywords:

desemprego, reforma trabalhista, rotatividade

Abstract

Diante da situação econômica brasileira, com alto desemprego, surge a Lei 13.467/2017. Nomeada reforma trabalhista, surgiu como possível solução para retomada dos empregos. Avaliamos como a reforma beneficiou a economia, analisando rotatividades dos empregos formais em 2018-2019. Dados foram coletados no CAGED/RAIS para municípios acima de 100.000 habitantes. Foi usado o modelo de oferta de trabalho, com funções transição de admitidos/demitidos. Controlando heterogeneidade, usou-se o modelo de efeitos fixos. Verificou-se que a reforma diminui a rotatividade de trabalho superior a três meses para demitidos e aumenta a rotatividade para quem pede demissão. Infere-se que a reforma atende a seus objetivos.

References

ALMEIDA, Ana Cecília de; LIMA, João Eustáquio de; COSTA, Lorena Vieira. A Participação da Mãe no Mercado de Trabalho e o Diferencial de Anos de Estudo por Gênero entre Adolescentes. Estudos Econômicos (São Paulo), v. 48, n. 4, p. 597-622, 2018.

ANNER, Mark. “Meeting the Challenge of Industrial Restructuring: Labor Reform and Enforcement in Latin America.” Miami: Latin American Politics and Society, 2008, v. 50, nº. 2, pp. 33–65.

BRASIL. Lei nº 13467, de 13 de julho de 2017. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 14 jul. 2017. Seção 1, pág. 1.

BIAZETTI, Marilia Barbosa Lima. Efeito da presença de filhos na oferta de trabalho e nos salários das mulheres brasileiras. 2017.

CARAWAY, Teri L. Protective Repression, International Pressure, and Institutional Design: Explaining Labor Reform in Indonesia. Studies in Comparative International Development. Fall 2004, v. 39, nº. 3, pp. 28-49.

CARVALHO, Cristiano Costa; NARITA, Renata Del Tedesco. Efeitos adversos da legislação do seguro-desemprego: evidência sobre o Brasil. 2017. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

COSTA, Rayssa Alexandre et al. Impactos do Programa Bolsa Família no mercado de trabalho e na renda dos trabalhadores rurais. Nova Economia, v. 28, n. 2, p. 385-416, 2018.

DE BARROS, Ricardo Paes; CORSEUIL, Carlos Henrique. The impact of regulations on Brazilian labor market performance. In: Law and Employment: Lessons from Latin America and the Caribbean. University of Chicago Press, 2004. p. 273-350.

DE HOLANDA BARBOSA, Ana Luiza Neves; FOGUEL, Miguel Nathan; BILO, Charlotte. FGTS e fundos individuais de seguro-desemprego: análise comparativa entre países e efeitos no mercado de trabalho. Mercado de Trabalho, p. 47, 2017.

DE CARVALHO, Fábio Lopes. A reforma trabalhista e a Justiça do Trabalho: breves comentários à lei 13.467/2017. Revista do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região, v. 21, n. 2, p. 43-52, 2017.

FERNANDES, João Renda Leal. Labor Law, CLT And The 2017 Brazilian Labor Reform. Panorama Of Brazilian Law, 2017, ano 5, n. 7-8. 210-242.

GONZAGA, Gustavo. Rotatividade e qualidade do emprego no Brasil. Revista de economia política, v. 18, n. 1, p. 120-140, 1998.

HSIAO, Cheng, Panel Data Analysis - Advantages and Challenges, IEPR Working Papers, Institute of Economic Policy Research (IEPR), 2006.

HAAGH, Louise. The Emperor's New Clothes: Labor Reform and Social Democratization in Chile. Studies in Comparative International Development. Spring 2002, v. 37, nº. 1, pp. 86-115.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – Trimestre móvel out.-dez. 2019. Brasil, jan. de 2020. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/. Acesso em: 13 abr. de 2020.

KERN, Ana Paula. VIEIRA, Marcel de Toledo. FREGUGLIA, Ricardo da Silva. Impactos do Programa Bolsa Família na Educação das Crianças. 2010.

MCCALL, John Joseph. Economics of information and job search. The Quarterly Journal of Economics, p. 113-126, 1970.

MORTENSEN, Dale T. Job search, the duration of unemployment, and the Phillips curve. The American Economic Review, v. 60, n. 5, p. 847-862, 1970.

MURILLO, María Victoria. Partisanship Amidst Convergence: The Politics of Labor Reform in Latin America. Comparative Politics. v. 37, nº. 4, jul. de 2005, pp. 441-458.

ORELLANO, Verônica Inês Fernandez; PAZELLO, Elaine Toldo. Evolução e determinantes da rotatividade da mão-de-obra nas firmas da indústria paulista na década de 1990. 2010.

SCHEIFER, Camila Escorsin; MANDALOZZO, Silvana Souza Netto. CONJUNTURA DA APROVAÇÃO DA LEI 13.467/2017–A REFORMA TRABALHISTA NO BRASIL. Revista de Direito Brasileira, v. 23, n. 9, p. 249-267, 2020.

STIGLER, G. J. The economics of information." Journal of Political Economy 69 (3): 213-225.1962. Information in the labor market." Journal of Political Economy, v. 70, n. 5, p. 94-105, 1961.

STIGLER, George J. Information in the labor market. Journal of political economy, v. 70, n. 5, Part 2, p. 94-105, 1962.

RIBEIRO, Felipe Garcia; SHIKIDA, Claudio; HILLBRECHT, Ronald Otto. Bolsa Família: Um survey sobre os efeitos do programa de transferência de renda condicionada do Brasil. Estudos Econômicos (São Paulo), v. 47, n. 4, p. 805-862, 2017.

RODRIGUES, Isabella Stroppa; MELO, Júlia Carla Duarte. Reforma Trabalhista. Revista Vianna Sapiens, v. 8, n. 2, p. 23-23, 2017.

Rogerson, R., Shimer, R. & Wright, R. Search-theoretic models of the labor market: A survey, Journal of Economic Perspectives, 959-988, 2005.

VASCONCELOS, Andressa Mielke et al. Programa Bolsa Família e Geração" Nem-Nem": Evidências para o Brasil. Revista Brasileira de Economia, v. 71, n. 2, p. 233-257, 2017.

Published

2023-12-04

How to Cite

Matos, P. D. da S., Lopes, M. L., da Silva, F. A. G., Aires, J. L. V., & Marinho, M. W. S. (2023). Efeitos da lei 13.467/2017 sobre a rotatividade do emprego no Brasil. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(12), 23608–23628. https://doi.org/10.55905/oelv21n12-009

Issue

Section

Articles