Ferramenta Assistiva Personalizável

Authors

  • Gisele Duarte Caboclo Antolin
  • Mauricio Quelhas Antolin
  • Marcelo Musci Zaib Antonio
  • Carlos Vitor de Alencar Carvalho
  • Giancarlo Cordeiro da Costa
  • Renata Couto Vista
  • Thilene Falcão Luiz
  • Fábio Tomaz Galrão

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n11-258

Keywords:

ferramenta assistiva, saúde, personalizável

Abstract

O uso de tecnologias assistivas tem objetivo promover a autonomia dos usuários e consequentemente melhoria na qualidade de vida. Apesar de sua grade gama de aplicações, ainda é uma área que necessita de aprofundamento, pois, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) e da Unicef (maio/ 2022), cerca de 31% da população mundial necessitam de algum tipo de Tecnologia Assistiva, o que nos faz refletir sobre a importância de proporcionar uma melhoraria na vida das pessoas com essas limitações. Desta forma, este trabalho desenvolveu uma ferramenta personalizável que auxilia no desenvolvimento e na qualidade de vida das pessoas com necessidades especiais, incapacidades ou mobilidade reduzida; uma ferramenta capaz de estimular os sentidos desses indivíduos, bem como auxiliar seus acompanhantes ou responsáveis com orientações recomendadas por profissionais ligados, principalmente, às áreas da saúde e da educação.

References

Albuquerque, D. S., Moraes Goulart. F. M., Barros, A. S. X. Winnie Gomes da Silva Barros. Envelhecimento, Covid-19 e Saúde Digital: Reflexões sobre o Cenário Brasileiro. Revista Psicologia e Saúde, v. 14, n. 3, 2022, p. 195–208.

Alomari, H. W., Ramasamy, V., Kiper, J. D., Potvin, G. A User Interface (UI) and User eXperience (UX) evaluation framework for cyberlearning environments in computer science and software engineering education. Heliyon, v. 6, n.5, 2020.

Alves, L. Q. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação. São Paulo, v.7, n.7., 2021.

Banta, H. D.; Behney, C. J.; Willems, J. S. Toward Rational technology in medicine. New York: Springer, 1981.

Carvalho, F. 2014. Aplicação de jogos terapêuticos: demandas e desafios. I Seminário Tecnologias Aplicadas a Educação e Saúde. 30 e 31 de outubro de 2014. UNEB, Campus I, Salvador – BA.

Edwards, E., Steed, L., Rivas, C., Edwards, L. A., Thiyagarajan, A., Sohanpal, R., Caton, H., Griffiths, C. J., Munafò, M. R., Taylor, S., Walton., R. T. Gamification for health promotion: systematic review of behaviour change techniques in smartphones apps. BMJ Open, n.6, 2016.

Garcia, E. N., Vieira, A. M. D P. Linguagens, Educação e Sociedade, Teresina, Ano 23, n. 40, 2018.

Gomes, M. L. S., Rodrigues, I. R., Moura, N. S., Bezerra, K. C., Lopes. B. B., João Teixeira, J. D., Vasconcelos, C. T. M., Oriá, M. O. B. Avaliação de aplicativos móveis para promoção da saúde de gestantes com pré-eclâmpsia. Acta Paul Enferm. V. 32, n. 3, p - 275-81, 2019.

Imamura, M. Tecnologia assistiva e deficiência: avaliação clínica e resultados funcionais. Acta Fisiatr, v. 26, n. 2, 2019., p.119-122.

Ly, K. Health: better health through your smartphone. Community practitioner: the journal of the Community Practitioners’ & Health Visitors’ Association, v. 84, 2011, p. 16-17.

Morrissey, E.C., Corbett, T. K., Walsh, J. C., Molloy, G. J. Behavior Change Techniques in Apps for Medication Adherence: A Content Analysis. Am J Prev Med, v. 5, n. 50, 2016.

PENG, W., Kanthawalla, S., Yuan, S., Hussain, S. A. A qualitative study of user perceptions of mobile health apps. BMC Public Health, n. 16, v.1158, 2016.

SHAW, R.J., Steinberg, D. M., Bonnet, J., Modarai, F., George, A., Cunningham, T., Mason, M., Shahsahebi, M., Grambow, S. C., Bennett, G. G., Bosworth, H. B. Mobile health devices: will patients actually use them? J Am Med Inform Assoc. v. 23, n. 3, 2016.

Tenório, L., Amorim, Y. P. S. V. A. Educação em saúde através das novas tecnologias da informação e da comunicação: uma análise da (re)orientação de nativos digitais no ciberespaço. Revista Científica Interdisciplinar, n. 1, v.1, 2014.

Ventola, C. L. 2014. Mobile Devices and Apps for Health Care Professionals: Uses and Benefits. Pharmacy and Therapeutics, 2014.

Organização Pan-americana da Saúde (OPAS). Quase um bilhão de crianças e adultos com deficiência e pessoas idosas têm acesso negado a tecnologia assistiva, de acordo com novo relatório 16 Maio 2022. Disponível em:<https://www.paho.org/pt/noticias/16-5-2022-quase-um-bilhao-criancas-e-adultos-com-deficiencia-e-pessoas-idosas-tem-acesso>. Acesso em: 25 nov. 2023.

Teodoro, M. A., Rodrigues, A. C. T., & Baleotti, L. R. (2023). Ensino de tecnologia assistiva nos cursos de graduação em terapia ocupacional do Estado de São Paulo. Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional. v. 31, 2023.

Published

2023-11-30

How to Cite

Antolin, G. D. C., Antolin, M. Q., Antonio, M. M. Z., Carvalho, C. V. de A., da Costa, G. C., Vista, R. C., Luiz, T. F., & Galrão, F. T. (2023). Ferramenta Assistiva Personalizável. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(11), 23355–23369. https://doi.org/10.55905/oelv21n11-258

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)