Conservação in vitro através do crescimento lento de Carapichea ipecacuanha (Brot) L. Andersson (ipeca)

Authors

  • Tássia Alana Alves Ferreira
  • Maria Sintia Monteiro da Costa
  • Ana Caroline Batista da Silva
  • Alex Santos Guedes
  • Ana Paula Ribeiro Medeiros
  • Anderson da Silva Costa
  • Simone Rodrigues de Miranda
  • Osmar Alves Lameira

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n11-236

Keywords:

cefalina, emetina, micropropagação, recursos genéticos vegetais

Abstract

A Carapichea ipecacuanha, popularmente conhecida como ipeca, é uma herbácea com propriedades emética, expectorante e amebicida, atividades farmacológicas relacionadas aos alcaloides, emetina e cefalina encontrados em suas raízes. Com o aumento do desmatamento da floresta, em regiões de ocorrência da ipeca, juntamente com o extrativismo predatório, devido as raízes da ipeca terem alto valor, ocorre a erosão genética, sendo necessário adotar estratégias de conservação desse material genético. O objetivo do presente trabalho foi desenvolver um protocolo de conservação in vitro para a ipeca, visando o crescimento lento. Os explantes de ipeca foram inoculados em meio MS em duas salas distintas. Sala 1: temperatura de 18 ± 1°C, três diferentes irradiâncias de luz LED branca: 35, 45 e 75 μmol.m-2.s-1. Sala 2: temperatura de 25 ± 1°C, irradiância de luz fluorescente branca fria: 25 μmol.m-2.s-1. Na temperatura de 18 ± 1°C, a sobrevivência abaixo de 50% durante os 480 dias avaliados, demonstra que a ipeca tem tolerância mediana em menores temperaturas. Na temperatura de 25 ± 1°C, a irradiância de 25 μmol.m-2.s-1 obteve porcentagem de sobrevivência de 100% até 360 dias. Na avaliação da altura, na primeira avaliação, as irradiâncias de 35, 45 e 75 μmol.m-2.s-1, a 18 ± 1ºC, a altura média das plântulas foi de 0,25; 0,20 e 0,19 cm, respectivamente. Não houve diferença estatística significativa entre as diferentes irradiâncias durante todo o experimento. O tratamento de 25 μmol.m-2.s-1, a 25 ± 1°C, obteve alturas médias acima dos tratamentos 35, 45 e 75 μmol.m-2.s-1 em todas as avaliações. Em relação ao número de brotações, em todas as avaliações, as irradiâncias de 35, 45 e 75 μmol.m-2.s-1 não apresentaram número de brotos significativos para a realização da análise estatística. Conclui-se que diferentes irradiâncias não alteram o crescimento, mas uma menor temperatura induziu o crescimento lento da ipeca, sendo uma estratégia eficaz para a conservação in vitro dessa espécie.

References

AYRES, M. et al. BioEstat: aplicações estatísticas nas áreas das ciências Biomédicas. 5ª edição. Belém: Sociedade Civil Mamirauá, 2007, p. 364

ALVES, A. A. C.; AZEVEDO, V. C. R. Embrapa network for brazilian plant genetic resources conservation. Biopreservation and Biobanking, v. 16, n. 5, p. 350–360, 2018.

ARBELOA, A. et al. In vitro conservation of fruit trees by slow growth storage. Acta Horticulturae, v. 1155, p. 101–106, 2017.

BENELLI, C. et al. In Vitro Conservation through Slow Growth Storage Technique of Fruit Species: An Overview of the Last 10 Years. Plants, v. 11, n. 23, p. 1–18, 2022.

CAMPELO, M. F. et al. Fenologia reprodutiva de Carapichea ipecacuanha (Brot .) L . Andersson e sua correlação com a temperatura média do ar e precipitação pluviométrica. Research, Society and Development, v. 10, n. 5, p. 1–11, 2021.

CHAUDHURI, R. K.; JHA, T. B. Conservation and Production of Ipeca (Cephaelis ipecacuanha Rich.) Plants from Long Term Shoot Cultures. Plant Tissue Culture and Biotechnology, v. 18, n. 2, p. 157–164, 2008.

COSTA, A. M.; SPEHAR, C. R.; SERENO, J. R. B. Conservação de recursos genéticos no Brasil. 1a edição ed., Brasília: Embrapa, 2012.

DA SILVA, A. C. B. et al. Efeito da intensidade de luz no desenvolvimento de especies medicinais e aromáticas em condições in vitro. Contribuciones a Las Ciencias Sociales, v. 16, n. 5, p. 2632–2649, 2023.

DA SILVA, R. L. et al. Viability and genetic stability of pineapple germplasm after 10 years of in vitro conservation. Plant Cell, Tissue and Organ Culture, v. 127, n. 1, p. 123–133, 2016.

FERREIRA JÚNIOR, W. S. et al. Use and importance of quina (Cinchona spp.) and ipeca (Carapichea ipecacuanha (Brot.) L. Andersson): Plants for medicinal use from the 16th century to the present. Journal of Herbal Medicine, v. 2, n. 4, p. 103–112, 2012.

LAMEIRA, O. A. Cultivo da Ipecacuanha [Psychotria ipecacuanha (Brot.) Stokes]. Circular técnica Embrapa, v. 28, p. 1–4, 2002.

MURASHIGE, T.; SKOOG, F. A revised medium for rapid growth and bio assays with tobacco tissue cultures. Physiologia Plantarum, v. 15, n. 3, p. 473–497, 1962.

NEVES, R. L. P. et al. CARACTERIZAÇÃO E AVALIAÇÃO MORFOLÓGICA DA PARTE AÉREA DE ACESSOS DE PSYCHOTRIA IPECACUANHA (IPECA). Ponta Grossa: Atena Editora, 2019. p. 13-24

ONG, S. et al. Production of Flavonoid compounds in cell cultures of Ficus deltoidea as influenced by medium composition. International Journal of Medicinal and Aromatic Plants, v. 1, n. 2, p. 62–74, 2011.

PÁDUA, J. G.; ALBUQUERQUE, M. DO S. M.; MELLO, S. C. M. DE. Bancos e coleções de germoplasma da Embrapa: Conservação e uso. Documentos Embrapa, v. 371, p. 1–167, 2020.

SAINT-HILAIRE, A. Plantas usuais dos brasileiros. 1a edição ed., Belo Horizonte: Fino Traço Editora Ltda, 2009, p. 348

SANDWITH, F.M.; DURH, M.D.; LOND, F.R.C.P. The lettsomian lectures on

dysentery. The Lancet. v.184, n. 4751, p. 731–736, 1914.

SOUZA, A. DA S. et al. Preservação de Germoplasma Vegetal, com Ênfase na Conservação in vitro de Variedades de Mandioca. Circular Técnica Embrapa v. 90, p. 1–24, 2009.

TYAGI, R. K. et al. Micropropagation and slow growth conservation of cardamom (Elettaria cardamomum Maton). In Vitro Cellular and Developmental Biology - Plant, v. 45, n. 6, p. 721–729, 2009.

Published

2023-11-29

How to Cite

Ferreira, T. A. A., da Costa, M. S. M., da Silva, A. C. B., Guedes, A. S., Medeiros, A. P. R., Costa, A. da S., de Miranda, S. R., & Lameira, O. A. (2023). Conservação in vitro através do crescimento lento de Carapichea ipecacuanha (Brot) L. Andersson (ipeca). OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(11), 22987–22998. https://doi.org/10.55905/oelv21n11-236

Issue

Section

Articles