Sistema de gestão ambiental e logística reversa: um estudo sobre empresas Paraibanas

Authors

  • Alyson de Sousa Pereira
  • Felipe César da Silva Brito
  • Priscila Costa Ferreira

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n11-235

Keywords:

desenvolvimento sustentável, ISO 14001, política ambiental, vantagem competitiva

Abstract

O presente trabalho procura compreender o cenário de atuação das empresas na implementação das políticas ambientais e tem como principais pilares de responsabilidade social e ambiental das organizações contemporâneas, o Sistema de Gestão Ambiental (SGA) e a logística reversa. O objetivo é apresentar considerações sobre as vantagens econômicas, sociais e ambientais decorrentes da obtenção da certificação ISO 14001, confrontar o que a literatura aborda como fatores primordiais nas políticas ambientais, a efetivação (ou não) destas normas como fatores diferenciais e potenciais através da análise de dois estudos de caso, dos quais perdura uma reflexão sobre administrar adequando-se às novas necessidades de mercado e às novas necessidades sociais, bem como os benefícios que estes sistemas podem proporcionar às empresas como fonte de modernização e competitividade. Para tanto, a pesquisa classifica-se como uma pesquisa exploratória, fazendo um levantamento bibliográfico para analisar os impactos financeiros nos casos analisados. Os resultados apontam a importância de um SGA, bem como a logística reversa no fator de redução de custos potenciais e aproximação de novos nichos de mercado. Neste contexto, é importante que as organizações que usam ou pretendem empregar uma política de proteção ambiental percebam que o marketing verde é uma grande alternativa de alavancar suas vendas, considerando que um número bastante significativo de pessoas está procurando produtos verdes, ecologicamente corretos e a necessidade das pessoas em proteção ao meio ambiente tem aumentado consideravelmente nos últimos anos.

References

CAMPOS, L. M. S. et al. Os sistemas de gestão ambiental: empresas brasileiras certificadas pela norma ISO 14001. XXVI ENEGEP. Fortaleza, 2006. Disponível em: <http://www.abepro.org.br/biblioteca/ENEGEP2006_TR520346_7815.pdf>. Acesso em: 25 de julho de 2017.

COELHO, M. A.; PRADO, A. A. Sistema de gestão ambiental aplicado em uma empresa multinacional: certificação ISO 14000. Revista de Administração da UNIFATEA, Vol. 2, Nº 2, 2009. Disponível em: <http://publicacoes.fatea.br/index.php/raf/article/viewArticle/216>. Acesso em 27 de julho de 2017.

DIAS, R. Gestão ambiental: Responsabilidade Social e Sustentabilidade. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

FILHO, J. M. N. L. Logística Reversa: uma abordagem dos impactos financeiros e ambientais em uma empresa de base industrial na cidade de patos. Universidade Estadual da Paraíba. Patos: 2014. 47 p.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

LEITE, P. R. Logística Reversa: meio ambiente e competitividade. São Paulo: Prentice Hall, 2009.

RODRIGUES, D. G.; BARBOSA, M. F. N. Sistema de Gestão Ambiental e suas Relações com a Competitividade: estudo de caso em empresa processadora de sorvetes e picolés em Sousa – Paraíba. Encontro Internacional sobre Gestão Empresarial e Meio Ambiente – ENGEMA. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo. São Paulo, 2014. 16 p. Disponível em: <http://www.engema.org.br/16/anais-xvi-engema/>. Acesso em: 25 de julho de 2017.

SALGADO, C. C. R.; COLOMBO, C. R. Sistema de gestão ambiental no verdegreen hotel – joão pessoa/pb: um estudo de caso sob a perspectiva da resource-based view. RAM. Revista de Administração Mackenzie. Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo, 2015. 31 p. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ram/v16n5/1518-6776-ram-16-05-0195.pdf>. Acesso em: 27 de julho de 2017.

SEIFFERT, M. E. B. Isso 14001 Sistemas de Gestão Ambiental: Implantação Objetiva e Econômica. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2011

Published

2023-11-29

How to Cite

Pereira, A. de S., Brito, F. C. da S., & Ferreira, P. C. (2023). Sistema de gestão ambiental e logística reversa: um estudo sobre empresas Paraibanas. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(11), 22966–22986. https://doi.org/10.55905/oelv21n11-235

Issue

Section

Articles