Atuação do farmacêutico na terapia enteral em unidade de terapia intensiva

Authors

  • Daniele Santos Mangabeira
  • Hesrom Fernandes Serra Moura
  • Évanny Lainny Pinheiro Alves
  • Adriana de Jesus da Silva
  • Beatrice Moreira Costa
  • Solange da Silva Fiscina
  • Juliana Rossi Reimao
  • Myrella de Souza Coelho

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n12-220

Keywords:

interação alimento-medicamento, sonda enteral, farmacêutico

Abstract

Alguns pacientes, quando internados, apresentam quadro de disfagia, necessitando do auxílio de uma sonda enteral cujo uso ocorre em maiores proporções na unidade de tratamento intensivo. A ingestão de alimentos, quando associada a certas classes medicamentosas, pode causar efeitos adversos no paciente, devido à interação que acontece entre o alimento e fármaco prejudicando, diretamente, sua melhora clínica. O objetivo deste trabalho envolve a verificação dessas interações, além de tratar possíveis soluções. Uma acentuada desinformação dos profissionais que manipulam e prescrevem o medicamento principalmente quanto a interação droga-alimento, evitável. Portanto, o sucesso na terapia nutricional enteral requer que a equipe multidisciplinar domine as interações Droga-nutriente, outrossim aspectos que envolvem a prática da tecnologia farmacêutica, a fim de se minimizar os riscos ao paciente oriundos da terapêutica convencional.

References

ARAUJO, A.L.A., UETA, M.J., FREITAS, O. Perfil da assistência farmacêutica na atenção primária do Sistema Único de Saúde. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v.13, n.2, p.611- 617, 2008.

BECKWITH MC, FEDDEMA SS, BARTON RG, GRAVES C. A Guide to Drug Therapy in Patients with Enteral Feeding Tubes: Dosage Form Selection and Administration Methods. Hospital Pharmacy, v.39, n.3, p.225-237, 2004.

BORGES, R.M., NONINO-BORGES, C.B., CAMPOS, A.D., BASILE, F.A. Incidência de Complicações em Terapia nutricional Enteral de Pacientes em Estado grave. Revista Brasileira Terapia Intensiva, v17, n.2, p.9-15, 2005.

CARVALHO, A.M.R., OLIVEIRA, C.D., NETO, J.E.H., MARTINS, C.C., VIEIRA, V.M.S.F., SILVA, L.I.M.M., PONCIANO, A.M.S., FONTELES, M.M.F. Análise da prescrição de pacientes utilizando sonda enteral em um hospital universitário do Ceará. Revista Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde, v.1, n.1, p.1- 24, 2010.

CEDRAZ, KN, SANTOS, J.M.C. Identificação e caracterização de interações medicamentosas em prescrições médicas da unidade de terapia intensiva de um hospital público da cidade de Feira de Santana, BA. Revista da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, v.12, n.2, p.124-30, 2014.

CHAN, L.N. Interação fármaco-nutriente na nutrição clínica. Current Opinion in Clinical Nutrition & Metabolic, v.5, n.1, p.327–332, 2002.

CREUS, N. IZCO, N. Incompatibilidades fármaco-nutrición enteral: recomendaciones generales para suprevención. Farmácia Hospitalar, v.25, n.1, p.13-24, 2001.

FARIAS, M. A. Estruturação de orientação farmacêutica para com medicamentos por sonda nasoenteral: um estudo de caso. Revista Brasileira de Farmácia, v.92, n.4, p.378-383, 2011.

FERREIRA, S; CORREIA, F; SANTOS, A. Interações entre Fármacos e Nutrição Entérica: Revisão do Conhecimento para o Desenvolvimento de Estratégias de Minimização do Risco. Arquivos de medicina, v.26, n.4, p.154-163, 2012.

GOMEZ, R., VENTURINI C. D. Interação entre alimentos e medicamentos. Porto Alegre: Letra e Vida, p. 50, 2009.

GORZONI, M. L., DELLA T., PIRES, A. Medicamentos e sondas de nutrição. Revista da Associação Médica Brasileira, v.56, n.1, p.17-21, 2010.

HANAUER, G. N. Interações Entre Fármacos X Nutrientes Em Um Grupo De Idosos Do Município De Humaitá- RS - Universidade do Extremo Sul Catarinense, 2009

HINRICHSEN, S.L, SANTOS, T.A., CAVALCANTI, L.M.C., VILELA, L.C.R. Monitoramento do uso de medicamentos prescritos em uma unidade de terapia intensiva. Revista Enfermagem UERJ, v.17, n.2, p.159-64, 2009

HOEFLER, R., VIDAL, J.S. Administração de medicamentos por sonda. Boletim Farmacoterapêutica. Ano XIV. N.03 e 04, 2009.

IZCO, N., CREUS, N., MASSÓ, C., CODINA, C., RIBAS, J. Incompatibilidades fármaco–nutrición enteral, recomendacion es generales para suprevención. Farmácia Hospital, v.25, n.1, p.13-24, 2001.

LEÃO, D.F.L., MOURA, C.S., MEDEIROS, D.S. Avaliação de interações medicamentosas potenciais em prescrições da atenção primária de Vitória da Conquista (BA), Brasil. Ciências Saúde Coletiva, v.19, n.1, p.311-318, 2014.

LIMA G. L., NEGRINI N. M. M. Assistência farmacêutica na administração de medicamentos via sonda: escolha da forma farmacêutica adequada, Einstein, v.7, n.1, p.9-17, 2009.

LIMA, R.E.F., CASSIANI, S.H. B. Potential drug interactions in intensive care patientsat a teaching hospital. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v.17, n.2, p.222-7, 2009.

LISBOA, C.D., SILVA, L.D., MATOS, G. C. Research on preparation techniques for drugs administered through catheters by intensive care nursing. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v.47, n.1, p.53-60, 2013.

LOCHS, H., ALISSON, S.P., MEIER, R. Introduction to the ESPEN guidelines on enteral nutrition. Terminology, definitions and general topics. Clinical Nutrition, v.25, n.2, p.180–186, 2006.

LOLITA, D.S., LISBOA, C.D. Consequências Da Interação Entre Nutrição Enteral E Fármacos Administrados Por Sondas: Uma Revisão Integrativa. Cogitar Enfermagem, v.16, n.1, p.134 - 40, 2011.

LOPES, D.M.A., GOMES, E.V., MADEIRA, L.S., AGUIAR, M.C.R. Revisão Sobre O Uso De Fármacos Através De Sondas Digestivas: Um Estudo De Base Hospitalar. Revista Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde, v.4, n.2, p.6-13. 2013.

LOPES, E.M., CARVALHO, R.B.N., FREITAS, R.M. Análise das possíveis interações entre medicamentos e alimento/nutrientes em pacientes hospitalizados. Einstein, v.8, n.3p.298-302, 2010.

MARTINS, M.R., SOARES, A.Q., MODESTO, A.C.F., CARVALHO, F.R., MELO, V.V., DUARTE, I.P. Análise de medicamentos administrados por sonda em unidades de terapia intensiva em hospital de ensino. Revista Eletrônica, v.15, n.1, p.191-6, 2013.

MOTA, M.L.S., BARBOSA, I.V., STUDART, R.M.B., MELO, E.M., LIMA, F.E.T., MARIANO, F.Q. Avaliação do conhecimento do enfermeiro de unidade de terapia intensiva sobre administração de medicamentos por sonda nasogástrica e nasoenteral. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Ribeirão Preto, v.18, n.5, p.888- 894, 2010.

MOURA, M. R. L.; REYES, F. G. R. Interação fármaco-nutriente: uma revisão. Revista de Nutrição, v.15, n.2, p.223-238, 2002

NASCIMENTO, M.M.G., RIBEIRO, A.Q. Descrição da implantação de um programa de qualificação da administração de medicamentos via sonda enteral. (Org.). Prêmio Nacional de Incentivo à Promoção do Uso Racional de Medicamentos 2009. 1ed.Brasília: Ministério da Saúde, v.1, p.83-85, 2011.

NASCIMENTO, M.M.G., RIBEIRO, A.Q.R. Compilação de base de dados Com recomendações para administração de medicamentos via sonda enteral. Revista Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde, v.1, n.1, p.1-24, 2010.

PHILIPPSEN, E.B. Uso de terapia nutricional enteral via sonda em pacientes hospitalizados. Revista Especialize On-line IPOG, v. 1, n. 10, p.12-19, 2015

PHILLIPS, N. A systematic review of nursing administration of medication via enteral tubes in adults. Journal of Clinical Nursing, v.17, n.1, p.2257-65, 2008.

REIS, A. M.M., CARVALHO, E.F.K., FARIA, L.M.P., OLIVEIRA, R.C., ZAGO, K.S.A., CAVELAGNA, M.F., SILVA, A.G., NETO, M.L. Prevalência e significância clínica de interações fármaco-nutrição enteral em Unidades de Terapia Intensiva. Revista Brasileira de Enfermagem, v.67, n.1, p.85-90, 2014.

RENOVATO, R. D; CARVALHO, P. D; ROCHA, R.S.A. Investigação da técnica de administração de medicamentos por sondas enterais em hospital geral. Artigos de Pesquisa. Revenferm, v.18, n.2, p.173-8, 2010.

ROCHA, P. C. F. Prevalência de potenciais interações medicamentosas em uma unidade de terapia intensiva de Manaus- AM. Revista Brasileira de Farmácia, v.95, n.3, p.909 – 923, 2014.

SÁNCHEZ, A.I.G., FREITAS, A.P., BRIXNER, B. Atención farmacêutica en pacientes con nutrición enteral. Farmácia Hospitalar, v.30, n.1, p.44-48, 2006

SANTOS, C.M. Acompanhamento Farmacoterapêutico De Pacientes Em Uso De Sonda Nasoenteral em um Hospital de ensino. Revista Brasasileira de Farmácia Hospitalar e Serviço de Saúde. São Paulo v.3 n.1 19-22, 2012.

SCHMIDT, L.E., DALHOFF, K. Food-drug interactions. Drugs, v.62, n.10, p.1481-1502, 2002.

SCHUTZ, V. Revisão sobre a interação entre fármacos e nutrição enteral. Enfermería Global, v.22, n.4, p.22-34, 2011.

SECOLI, S.R. Interações medicamentosas: fundamentos para a prática clínica da enfermagem. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v.35, n.1, p.28-34, 2001.

SILVA, L.D., MATOS, G.C., BARRETO, B.G., ALBUQUERQUE, D.C. Drug scheduling for nurses in prescriptions at sentinel hospital. Texto Contexto Enfermagem, v.22, n.3, p.722-30, 2013.

VEJA, L.T. Técnica para la administración de medicamentos por sonda nasogástrica. Farmácia Hospitalar, v.22, n.5, p.23-34, 2000.

WILLIAMS, N.T. Medication administration through enteral feeding tubes. American Journal of Health-System Pharmacy, v.65, n.24, p.2347-57, 2008

Published

2023-12-27

How to Cite

Mangabeira, D. S., Moura, H. F. S., Alves, Évanny L. P., da Silva, A. de J., Costa, B. M., Fiscina, S. da S., Reimao, J. R., & Coelho, M. de S. (2023). Atuação do farmacêutico na terapia enteral em unidade de terapia intensiva. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(12), 27562–27580. https://doi.org/10.55905/oelv21n12-220

Issue

Section

Articles