Utilização de suínos como modelos para experimentação cirúrgica: aspectos anatômicos, fisiológicos e princípios normativos

Authors

  • Hyago Rodrigues Cândido
  • Cleiton Bueno da Silva
  • Andréa Cristina de Sousa
  • Denize Silva Brazil
  • Danielle Silva Araújo
  • Andresa de Cássia Martini
  • José Vitor Ferreira Alves
  • Juliana Evangelista Bezerril

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n11-154

Keywords:

técnica-cirúrgica, treinamento, modelo biológico, anatomia comparada

Abstract

Introdução: Suínos compartilham características anatômicas e funcionais com humanos que os tornam modelos ideias no treinamento de técnica cirúrgica, modelos pré-clínicos em experimentos farmacológicos e toxicológicos. Uma prática orientada, que proporcione a formação necessária para o desenvolvimento de habilidades e competências discentes caracteriza-se como uma atividade de ensino, prática essa que necessita de regulação e capacitação profissional para sua realização. Metodologia: O presente estudo objetiva suscitar uma revisão de literatura a respeito dos aspectos anatômicos e fisiológicos dos suínos como modelo de estudo em cirurgia experimental e da legislação brasileira vigente sobre o uso de animais em experimentação científica. Discussão: Sobretudo os sistemas cardiovascular, o trato gastrointestinal, os rins, o tegumento e o metabolismo hepático apresentam similaridades que os aproximam da biologia humana. Exceto por algumas particularidades anatômicas dos sistemas suínos, como a distribuição sanguínea para o seio coronário e as diferenças notáveis do fluxo sanguíneo gastrointestinal, a fisiologia suína se aproxima à dos humanos, em especial o desenvolvimento da aterosclerose e a função do trato gastrointestinal. Considerações finais: A aquisição de habilidades cirúrgicas por graduandos em medicina através do aprendizado prático com suínos é essencial, porque esses animais apresentam similaridade tecidual com o humano e, além disso, a utilização de modelos animais é imperativa em ensaios cirúrgicos experimentais para o desenvolvimento de técnicas terapêuticas mais eficientes.

References

Smith AC, Swindle MM. Preparation of swine for the laboratory. ILAR Journal [Internet]. 1 jan 2006 [citado 1 maio 2022];47(4):358-63. Disponível em: https://doi.org/10.1093/ilar.47.4.358

Gianotti GC, Beheregaray WK, Bianchi SP, Mombach VS, Carregaro AB, Contesini EA. Suíno como modelo experimental na pesquisa biomédica: valores fisiológicos normais. Acta Scientiae Veterinariae [Internet]. 27 jun 2018 [citado 1 maio 2022];38(2):133. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1679-9216.16610

IBGE | Portal do IBGE | IBGE [Internet]. Produção Agropecuária | IBGE; [citado 1 maio 2022]. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/explica/producao-agropecuaria/.

Mariano M. Minisuíno (minipig) na pesquisa biomédica experimental: o Minipig br1. Acta Cirurgica Brasileira [Internet]. Out 2003 [citado 1 maio 2022];18(5):387-91. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s0102-86502003000500003

Damy SB, Camargo RS, Chammas R, Figueiredo LF. Aspectos fundamentais da experimentação animal - aplicações em cirurgia experimental. Revista da Associação Médica Brasileira [Internet]. 2010 [citado 1 maio 2022];56(1):103-11. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s0104-42302010000100024

CONSELHO NACIONAL DE CONTROLE DE EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL. Resolução Normativa nº 3, de 14 de dezembro de 2011. [Institui o Credenciamento Institucional para Atividades com Animais em Ensino ou Pesquisa – CIAEP; estabelece os critérios e procedimentos para requerimento, emissão, revisão, extensão, suspensão e cancelamento do credenciamento das instituições que criam, mantêm ou utilizam animais em ensino ou pesquisa científica; altera e revoga dispositivos da Resolução Normativa nº 1, de 9 de julho de 2010; e dá outras providências]. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 148, n. 240, p. 47, 15 de dezembro de 2011. (Revogada pela RN nº 21).

Smith AC, Swindle MM. Preparation of swine for the laboratory. ILAR Journal [Internet]. 1 jan 2006 [citado 1 maio 2022];47(4):358-63. Disponível em: https://doi.org/10.1093/ilar.47.4.358

Mattaraia VG, Vidotti CA, Damy SB. Suínos como modelos experimentais. Revista da Sociedade Brasileira de Ciência em Animais de Laboratório [Internet]. 2012 [citado 1 maio 2022];1(4):336-43. Disponível em: https://www.bvs-vet.org.br/vetindex/periodicos/revista-da-sociedade-brasileira-de-ciencia-em-anim/1-(2012)-4/suinos-como-modelos-experimentais/.

Góes Junior AM, Chaves RH, Furlaneto IP, Rodrigues ED, Albuquerque FB, Smit JH, Oliveira CP, Abib SD. Estudo de anatomia comparada suína por angiotomografia: contribuições para modelos de pesquisa e treinamento em cirurgia vascular e endovascular. Jornal Vascular Brasileiro [Internet]. 2021 [citado 1 maio 2022];20. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1677-5449.200086

Benelli J. OBTENÇÃO E UTILIZAÇÃO DA EMULSÃO DE PELE SUÍNA EM MORTADELA [Dissertação de mestrado]. Erechim: Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - URI ERECHIM; 2013. 62 p.

CONSELHO NACIONAL DE CONTROLE DE EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL. Resolução CONCEA/MCTI nº 49, de 7 de maio de 2021. [Dispõe sobre a obrigatoriedade de capacitação do pessoal envolvido em atividades de ensino e pesquisa científica que utilizam animais]. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 159, n. 86, p. 5, 10 de maio de 2021.

GABINETE DO MINISTRO. Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. Resolução GM nº 50, de 13 de maio de 2021. [Dispõe sobre os critérios e procedimentos para emissão, extensão, revisão, suspensão, reativação, renovação e cancelamento do Credenciamento Institucional para Atividades com Animais em Ensino ou Pesquisa - CIAEP das instituições que produzem, mantém ou utilizam animais em atividades de ensino ou pesquisa científica, a vinculação dos centros públicos ou privados que utilizam animais em atividades de ensino a instituições credenciadas pelo Conselho Nacional de Controle de Experimental Animal – Concea]. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 159, n. 93, p. 143, 19 de maio de 2021.

CONSELHO NACIONAL DE CONTROLE DE EXPERIMENTAÇÃO ANIMAL. Resolução Normativa CONCEA nº 51, de maio de 2021. [Dispõe sobre a instalação e o funcionamento das Comissões de Ética no Uso de Animais – CEUAs e dos biotérios ou instalações animais]. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 159, n. 96, p. 5, 24 de maio de 2021.

Garretto JV, Martins FP. Substitutivos do modelo animal no ensino de técnica cirúrgica. Revista De Medicina [Internet]. 30 dez 2018 [citado 2 maio 2022];97(6):561-8. Disponível em: https://doi.org/10.11606/issn.1679-9836.v97i6p561-568

Published

2023-11-23

How to Cite

Cândido, H. R., da Silva, C. B., de Sousa, A. C., Brazil, D. S., Araújo, D. S., Martini, A. de C., Alves, J. V. F., & Bezerril, J. E. (2023). Utilização de suínos como modelos para experimentação cirúrgica: aspectos anatômicos, fisiológicos e princípios normativos. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(11), 21428–21437. https://doi.org/10.55905/oelv21n11-154

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)