A inclusão de alunos surdos e o ensino de matemática: aprendizagem matemática dos alunos surdos em tempos de pandemia

Authors

  • Leticia Pereira do Nascimento
  • Elisabete Marcon Mello

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n10-103

Keywords:

sequências de atividades, materiais didáticos, aprendizagem, surdos

Abstract

Neste projeto de pesquisa do mestrado, serão estudados e discutidos os processos de ensino e de aprendizagem de estudantes surdos, matriculados na rede municipal bilingue localizado na capital do estado de São Paulo. Neste estudo, há a proposta de elaborar sequências de atividades e materiais didáticos para o ensino e para a aprendizagem de alunos surdos, desenvolvendo conceitos matemáticos que estão mais defasados entre estes estudantes. A partir da pesquisa de campo, serão avaliadas as sequências de atividades e os materiais didáticos produzidos e por fim, serão divulgados à comunidade acadêmica e escolar.

References

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm> Acesso em: 17 jul. 2021.a

BRASIL. Ministério da Educação. Declaração de Salamanca, de 7 e 10 de junho de 1994. Resolução das Nações Unidas que trata dos princípios, política e prática em edu-cação especial. Disponível em:< http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/salamanca.pdf>. Acesso em: 17 jul. 2021.

Brasil. Decreto n. 5.626, de 22 de dezembro de 2005. Regulamenta a Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras, e o art. 18 da Lei nº 10.098, de 19 de dezembro de 2000. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2005/Decreto/D5626.htm> Acesso em: 20 mai. 2022

BRASIL. Lei n. 10.436/2002, de 24 de abril de 2002. Dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais - Libras e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto. gov.br/ccivil _03/LEIS/2002/L10436.htm> Acesso em: 20 mai. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Base nacional comum curricular. Brasília, DF: MEC, 2018. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/>. Acesso em: 20 mai. 2022.

SÁNCHEZ, Pilar Arnaiz. A educação inclusiva: um meio de construir escolas para todos no século xxi. Inclusão: Revista da Educação Especial, [s. l], p. 7-18, out. 2005.

UNICEF. Declaração Mundial sobre Educação para Todos (Conferência de Jomtien – 1990). Aprovada pela Conferência Mundial sobre Educação para Todos, em Jomtien, Tailândia, de 5 a 9 de março de 1990. Fornece definições e novas abordagens sobre as necessidades básicas de aprendizagem, tendo em vista estabelecer compromissos mundiais para garantir a todas as pessoas os conhecimentos básicos necessários a uma vida digna, visando uma sociedade mais humana e mais justa. Disponível em: < https://www.unicef.org/brazil/declaracao-mundial-sobre-educacao-para-todos-conferencia-de-jomtien-1990> Acesso em: 18 jul. 2021

Published

2023-10-16

How to Cite

do Nascimento, L. P., & Mello , E. M. (2023). A inclusão de alunos surdos e o ensino de matemática: aprendizagem matemática dos alunos surdos em tempos de pandemia. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(10), 16403–16409. https://doi.org/10.55905/oelv21n10-103

Issue

Section

Articles