Empreendedorismo feminino no agronegócio: uma revisão sistemática da literatura

Authors

  • Ana Paula Ignácio Pontes
  • Keila Roberta de Carvalho Alencar
  • Janayna Galvão de Araújo
  • Wânia Mendonça dos Santos
  • Cyntia Meireles Martins
  • Maria Lúcia Bahia Lopes
  • Marcos Ferreira Brabo
  • Marcos Antônio Souza dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n10-133

Keywords:

agricultura, agroindústria, equidade de gênero, Mulheres rurais

Abstract

O artigo apresenta uma revisão sistemática da literatura dedicada ao empreendedorismo feminino no contexto do agronegócio, abrangendo o período de 2000 a 2022. Os resultados revelaram que o empreendedorismo no agronegócio, sob a perspectiva feminina, permanece como uma área pouco explorada no cenário científico. A escassez de publicações reflete a atenção limitada conferida a essa temática, o que contrasta com a relevância econômica e social do agronegócio. Esta lacuna na literatura acadêmica sugere a necessidade de mais estudos e pesquisas nesse âmbito. O desequilíbrio nas pesquisas pode restringir a compreensão das dinâmicas específicas e dos desafios enfrentados pelas mulheres empreendedoras, bem como as oportunidades únicas oferecidas por esse setor. Esta lacuna ressalta a necessidade de investigações adicionais nesse campo, considerando o papel crucial do agronegócio na economia global e, em especial, na economia brasileira. O avanço dessas pesquisas deve promover a igualdade de gênero e impulsionar a inovação e a sustentabilidade do agronegócio. Adicionalmente pode oferecer insights valiosos para a formulação de políticas públicas e estratégias empresariais para fortalecer o papel das mulheres como empreendedoras no agronegócio.

References

ACHAKPA, P.; RADOVIĆ-MARKOVIĆ, M. Employment women through entrepre-neurship development and education in developing countries. Journal of Women’s Entrepreneurship and Education, v. 18, n. 12, p. 17–30, 2018.

ASSIS, R. S; ALVES, J. S. Hiato salarial entre homens e mulheres no Brasil segundo condição migratória: o mercado de trabalho é segregado ou discrimina? Revista Eco-nômica do Nordeste, v. 45, p. 120–135, 2014.

AZEVEDO, Vilma Maria. Os desafios para o empoderamento da mulher agricultora a partir do Programa de Aquisição de Alimentos: o caso de Barbacena-MG. 2012. Dissertação (Mestrado em Extensão Rural). Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2012.

BACELAR, S. D.; TEIXEIRA, R. M. Produção científica sobre empreendedorismo no brasil: estudo bibliométrico das publicações em periódicos e eventos entre 2008 e 2014. In: Encontro de estudos sobre Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas. Passo Fundo – RS. 2016.

BARROS, G. S. C.; CASTRO, N. R.; GILIO, L.; SOUZA JUNIOR, M. L.; MORAIS, A. C. P.; ALMEIDA, A. N. Mulheres no Agronegócio. Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), Piracicaba, v.1, n.1, 2018.

BERNARDINO, S; SANTOS, J. F., CARDOSO, C. Empreender no feminino em Portugal: Motivações e obstáculos. European Journal of Applied Business Management, v. 4, n. 1, p. 101-117, 2018.

BIOLCHINI, J.; MIAN, P. G.; NATALI, A. C. C.; TRAVASSOS, G. H. Systematic review in software engineering. System Engineering and Computer Science Department, Technical Report ES, 679(05), 45, 2005.

BITTENCOURT, I. M.; MARTINS, A. A.; CARDOSO, C.; DESIDÉRIO, P.; NEDER, R.; MARQUES, J. C. Empreendedorismo Social, seus pressupostos e sua aplicação no desenvolvimento de competências. Investigação Qualitativa nas Ciências Sociais, v. 3. 2015.

BITTENCOURT, I.; BRUNSTEIN, J.; MARTINS, A.; DESIDÉRIO, P.; SOBRINHO, C. Revisão Sistemática da Literatura de Empreendedorismo Social e Desenvolvimento de Competências: uma análise dos últimos 10 anos. International Journal of Innovation - IJI, v. 4, n. 1, 2016.

BORBA, M. L.; HOELTGEBAUM, M.; SILVEIRA, A. A produção científica em empreendedorismo: análise do academy of management meeting: 1954-2005. RAM – Revista de Administração Mackenzie, v. 12, n. 2, p. 169-206, 2011.

BRUMFIELD, R.; OZKAN, B.; VEZNE, R. A train-the-trainer program to train exten-sion educators to teach business management skills to women farmers. International Journal of Economics and Management Systems, v. 2, p. 86-90, 2017.

BUSNELLO, G. L., DIAS, V. V. "Inovação e empreendedorismo no agronegócio. Quem são as empreendedoras do Agronegócio? Uma análise do estilo de liderança e competências. In: VIII Simpósio da ciência do agronegócio 2020. Porto Alegre, RS - 2020.

CASTRO, N. R.; SOUZA JUNIOR, M. L.; MORAIS, A. C. P.; GILIO, L.; BARROS, G. S. C.; ALMEIDA, A. N. Participação feminina e diferenciais de rendimento no mer-cado de trabalho do agronegócio. Economia Aplicada, v. 26, n. 1, p. 55-80, 2022.

CEPEA. BARROS, G. S. C.; CASTRO, N. R.; GILIO, L.; SOUZA JUNIOR, M. L.; MORAIS, A. C. P.; ALMEIDA, A. N. Mulheres no Agronegócio. Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), Piracicaba, v.1, n.1, 2018.

COOPER, A. Entrepreneurship: The past, the presente, the future. In: International Handbook Series on Entrepreneurship, v. 1, p. 21-34. 2005.

DORNELAS, J. Empreendedorismo feminino: uma visão geral. In: DORNELAS, J. Empreendedorismo feminino: teoria, prática e casos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

FLEURY, M. T. L.; FLEURY, A. Construindo o conceito de competência. Revista de Administração Contemporânea, v. 5, p. 183-196, 2001.

GALVÃO, T. F.; PEREIRA, M. G. Revisões sistemáticas da literatura: passos para sua elaboração. Epidemiologia e Serviços da Saúde, v. 23, n. 1, p. 183-184, 2014.

GEM. GLOBAL ENTREPRENEURSHIP MONITOR. Empreendedorismo no Bra-sil: 2019 Coordenação de Simara Maria de Souza Silveira Greco; diversos autores -- Curitiba: IBQP, 2020. 200 p.: il.

GIUBERTI, A. C; MENEZES FILHO, N. Discriminação de rendimentos por gênero: uma comparação entre o Brasil e os Estados Unidos. Economia Aplicada, v. 9, p. 369–383, 2005.

HAUSSMANN, S.; GOLGHER, A. B. Shrinking gender wage gaps in the Brazilian labor market: an application of the APC approach. Nova Economia, v. 26, p. 429–464, 2016.

IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOMETRIA E ESTATÍSTICA. Censo Agropecuário 2017: população ocupada nos estabelecimentos agropecuários cai 8,8%. 2019. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/25789-censo-agro-2017-populacao-ocupada-nos-estabelecimentos-agropecuarios-cai-8-8. Acesso em: 11 abr. 2023.

IPESO. Instituto de Pesquisa. Todas as mulheres do Agronegócio. ABAGI. IEAg. 2017. Disponível em: https://www.sna.agr.br/wp-content/uploads/Sumario_Pesquisa_Mulheres_do_Agro-2017.pdf. Acesso em: 23 jan. 2023.

KITCHENHAM, B; CHARTERS, S. Guidelines for performing systematic literature reviews in software engineering. EBSE Techical Report, EBSE-2007-001, 2007.

LAKSHMYPRIYA, K; RAI, R; KULKARNI, S; SHANKAR, G; JAMES, L. Fox’s head or lion’s tail? Work life balance of women entrepreneurs in agriculture and farm ventures and its antecedent effect on quality of life. International Journal of Professional Business Review, v. 7, n. 2, p. e465, 2022.

LINS, M. P. B. E.; BORGES-ANDRADE, J. E. Expressão de competências de lideran-ça e aprendizagem no trabalho. Estudos de Psicologia, v. 19, n. 3, p. 157-238, 2014.

LOUREIRO, V. R. A pesquisa nas ciências sociais e no direito. 1ª Ed. Belém-PA. Cultura Brasil: UFPA/NAEA, 2018.

MACHADO-DA-SILVA, C. L; GUARIDO FILHO, E. R.; ROSSONI, L.; GRAEFF, J. F. Periódicos Brasileiros de Administração: Análise Bibliométrica de Impacto no Triênio 2005-2007. RAC-Eletrônica, v. 2, n. 3, p. 351-373, 2008.

MARLOW, S; MCADAM, M. Gender and entrepreneurship: advancing debate and challenging myths; exploring the mystery of the under-performing female entrepreneur. International Journal of Entrepreneurial Behavior & Research, v. 19, n. 1, p. 114-124, 2013.

MARTINHO, Sandra Isabel Pires. Empreendedorismo Feminino: Motivações, características e obstáculos das mulheres empreendedoras em Portugal. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas e Sociais). Universidade da Beira Interior- UBI. Covilhã - Portugal, 2012.

MELLO, C. M.; NEVES, H. L.; VALENZUELA, J. B.; MATTIELLO, K.; MACHADO, H. V. Do que estamos falando quando falamos empreendedorismo no Brasil? Revista de Administração da UNIMEP, v.8, n.3. 2010.

MOSER, C. Planejamento e desenvolvimento de gênero: teoria, prática e treinamento. Routledge, Londres, 1993.

NASSIF, V. M. J.; SILVA, N. B.; ONO, A. T.; BONTEMPO, P. C.; TINOCO, T. Empreendedorismo: Área em Evolução? Uma revisão dos estudos e artigos publicados entre 2000 e 2008. Revista de Administração e Inovação, v. 7, n. 1, p. 175-192, 2010.

NOGUEIRA, A. C. L.; PEREIRA, R. A.; SPERS, R. G. Representatividade feminina no agronegócio brasileiro. Revista de Administração Mackenzie, v. 20, n. 1, p. e1901, 2019.

OLIVEIRA, I.; ALMEIDA, D. Empreendedorismo feminino no Brasil: um estudo bibliométrico. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, v. 6, n. 3, 2017.

ONU. Dicionário do desenvolvimento. Pessoas. Adaptado da Organização das Nações Unidas. ONU, 2017. Disponível em: https://www.un.org/womenwatch/osagi/conceptsandefinitions.htm. Acesso em: 20 nov. 2022.

ONU BRASIL. Igualdade de gênero é fundamental para combater a fome. ONU BRASIL, 2022. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/185067-igualdade-de-g%C3%AAnero-%C3%A9-fundamental-para-combater-fome. Acesso em: 16 jan. 2023.

ONU BRASIL. Registro de produção mostra importância das mulheres na agricultura familiar brasileira. ONU BRASIL, 2019. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/83529-registro-de-produ%C3%A7%C3%A3o-mostra-import%C3%A2ncia-das-mulheres-na-agricultura-familiar-brasileira. Acesso em: 10 abr. 2023

OIT. Organização Internacional do Trabalho. Redução das lacunas de gênero no mercado de trabalho é crucial para o crescimento, a igualdade e a diminuição da pobreza na América Latina e no Caribe. OIT. 2019. Disponível em; https://www.ilo.org/brasilia/noticias/WCMS_725678/lang--pt/index.htm. Acesso em: 16 jan. 2023.

PANTOJA, M. J; BORGES-ANDRADE, J. E. Estratégias de aprendizagem no trabalho em diferentes ocupações profissionais. RAC-Eletrônica, v. 3, n. 1, p. 41- 62, 2009.

PNUD. Relatório de Desenvolvimento Humano 2015. Disponível em: http://hdr.undp.org/sites/all/themes/hdr_theme/country-notes/BRA.pdf. Acesso em: 19 abr. 2023.

RODRIGUES, C.; LOPES, M. L. B.; SANTOS, M. A. S. Empreendedorismo feminino e agricultura: uma revisão sistemática da literatura. Research, Society and Development, v. 11, n. 3, e42111326741, 2022.

SALEEM, A.; ALI, J.; ARAFAT, M. Y. Women entrepreneurs and agricultural start-ups: Cognitive and social capital perspective. In: Driving factors for venture creation and success in agricultural entrepreneurship, pp. 191-212, 2022

SANTOS, L.; BARROS, A. Empreendedorismo feminino no Brasil: uma análise das características, desafios e oportunidades. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, v. 4, n. 1, 2015.

SEBRAE. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Relatório especial. Empreendedorismo Feminino no Brasil. SEBRAE, 2019. Disponível em: https://sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/UFs/GO/Sebrae%20de%20A%20a%20Z/Empreendedorismo%20Feminino%20no%20Brasil%202019_v5.pdf. Acesso em: 22 dez. 2022.

SEN, A. Desenvolvimento como liberdade. Oxford University Press, 1999.

SERIGATI, F.; SEVERO, K.; POSSAMAI, R. A inserção das mulheres no agronegó-cio. Agroanalysis, v. 38, n. 4, 2018.

SEMKUNDE, M. A.; ELLY, T.; CHARLES, G.; GADDEFORS, J. E.; CHIWONA-KARLTUN, L. "Rural entrepreneurship and the context: navigating contextual barriers through women's groups", International Journal of Gender and Entrepreneurship, v. 14, n. 2, p. 213-234, 2022

SILIPRANDI, E.; CINTRÃO, R. Mulheres rurais e políticas públicas no Brasil: abrindo espaços para o seu reconhecimento como cidadãs. In: GRISA, C.; SCHNEIDER, S. (Org.). Políticas públicas de desenvolvimento rural no Brasil. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2015. (Série Estudos Rurais).

SILVA, N. D. V.; KASSOUF, A. L. Mercados de trabalho formal e informal: uma análise da discriminação e da segmentação. Nova Economia, v. 10, p. 41–77, 2000.

SOUZA, S. C. I.; MAIA, K.; FIUZA MOURA, F. K.; GOMES, M. R.; SILVA, R. J. Diferenças salariais por gênero e cor e o impacto da discriminação econômica. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 9, p. 32–49, 2015.

TORO, Mariana Alejandra Roedel Salles. A inserção da mulher no mercado de trabalho: emancipação ou precarização? 2018. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Geografia do Departamento de Geografia e Meio Ambiente ligado ao Centro de Ciências Sociais da PUC-Rio. Rio de Janeiro, 2018.

VERGA, E.; SILVA, L. F. S. Empreendedorismo: evolução histórica, definições e abordagens. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, v. 3, n. 3, p. 3-30, 2014.

ZAVALA, Rafael. ONU. O papel da mulher na segurança alimentar. ONU Brasil, 2019. Disponível em: https://www.fao.org/brasil/noticias/detail-events/fr/c/1238916/. Acesso em: 15 jan. 2023.

ZAVALA, Rafael. ONU. Embrapa e MAPA lançam plataforma de mapeamento das mulheres rurais. ONU Brasil, 2022. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/211491-fao-embrapa-e-mapa-lan%C3%A7am-plataforma-com-dados-sobre-mulheres-rurais. Acesso em: 15 jan. 2023.

Published

2023-10-17

How to Cite

Pontes, A. P. I., Alencar, K. R. de C., de Araújo, J. G., dos Santos, W. M., Martins, C. M., Lopes, M. L. B., Brabo, M. F., & dos Santos, M. A. S. (2023). Empreendedorismo feminino no agronegócio: uma revisão sistemática da literatura. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(10), 16963–16995. https://doi.org/10.55905/oelv21n10-133

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)