Efeitos da dieta livre de glúten nas doenças do sistema nervoso em pacientes portadores de Doença Celíaca: uma revisão sistemática

Authors

  • Maria Nádia da Nóbrega Marques
  • André Luiz Dantas Bezerra
  • Marriane Brito Macedo
  • Rui Nóbrega de Pontes Filho
  • Vandezita Dantas de Medeiros Mazzaro
  • Nara Maria Holanda de Medeiros
  • Miguel Aguila Toledo
  • Milena Nunes Alves de Sousa

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n10-178

Keywords:

Doença Celíaca, dieta livre de glúten, doenças do sistema nervoso

Abstract

Introdução: A doença celíaca é uma patologia multifatorial, que se desenvolve a partir da exposição, de indivíduos predispostos geneticamente, à proteína do glúten. Suas manifestações clínicas dependem da forma como a doença se apresenta, forma clássica, não clássica ou assintomática. O tratamento é fundamentado em uma dieta livre de glúten (DLG). Assim, objetivou-se identificar os efeitos da DLG nesses pacientes. Metodologia: Revisão sistemática da literatura realizada em bases de dados nacionais e internacionais. Foram incluídos ensaios clínicos que avaliassem os efeitos da DLG nos sintomas neurológicos da doença celíaca. Resultados: Foram selecionados 06 estudos, com um total de 692 pacientes, avaliando-se os efeitos da DLG nesses indivíduos. Quatro dos seis estudos analisados apresentaram uma boa resposta a essa dieta, possivelmente devido a uma reorganização funcional proporcionada por ela. Conclusão: Não foi possível atestar a eficácia da DLG devido a não elucidação dos mecanismos fisiopatológicos das doenças neurológicas em pacientes portadores de doença celíaca.

References

BÜRK, K. et al. Neurological symptoms in patients with biopsy proven celiac disease. Movement Disorders, v. 24, n. 16, p.2358-2362, 2009.

CAMPAGNA, G. et al. The progressionofcoeliacdisease: its neurologicalandpsychiatricimplications. Nutrition Research Reviews, v. 30, n. 01, p.25-35, dez. 2016.

CIESLINSK, J. Z.; KOTZE, L. M. S.; UTIYAMA, S. R. R. Tratamento da doença celíaca: estado da arte. GED Gastroenterol. Endosc. Dig., v. 35, n. 3, p.114-121, mar. 2016.

CONCEIÇÃO-MACHADO, M. E. P. et al. Triagem sorológica para doença celíaca em adolescentes. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 18, n. 1, p.149-156, mar. 2015.

DE BORBA, B. C. R.; DE OLIVEIRA, R. C.; CORREA, D. Doença Celíaca e Sensi-bilidade ao Glúten: Revisão Narrativa e Desenvolvimento de Material Educati-vo. Epitaya E-books, v. 1, n. 27, p. 96-111, 2023.

GALVÃO, T. F. P.; PANSANI, T. S. A.; HARRAD, D. Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises: a recomendação PRISMA. Epidemiol. Serv. Saúde, v. 24, n. 2, p. 335-342, 2015.

GREEN, P. H. R..; LEBWOHL, B.; GREYWOODE, R.. Celiac disease. Journal Of Allergy And Clinical Immunology, v. 135, n. 5, p.1099-1106, maio 2015.

HONÓRIO, H. M.; SANTIAGO JUNIOR, J. F. Fundamentos das Revisões Sistemáticas em Odontologia. São Paulo: Quintessence, 2021.

JACKSON, J. R. et al. Neurologic and Psychiatric Manifestations of Celiac Disease and Gluten Sensitivity. Psychiatric Quarterly, v. 83, n. 1, p.91-102, ago. 2011.

JEREMY HOWICK. Oxford Centre for Evidence-based Medicine – Levels of Evidence. 2009. Bob Phillips, Chris Ball, Dave Sackett, Doug Badenoch, Sharon Straus, Brian Haynes, Martin Dawes. Disponível em: https://www.cebm.net/2009/06/oxford-centre-evidence-based-medicine-levels-evidence-march-2009/. Acesso em: 24 nov. 2019.

LEBWOHL, B.; SANDERS, D. S.; GREEN, P. H. R. Coeliacdisease. The Lancet, v. 391, n. 10115, p.70-81, 2018.

LEFFLER, D. L. A.; GREEN, P. R. H. R.; FASANO, A. Extraintestinal manifestationsofcoeliacdisease. Nature Reviews Gastroenterology & Hepatology, v. 12, n. 10, p. 561-571, 2015.

LIU, S. M. et al. Celiac disease. Revista Médica de Minas Gerais, v. 24, p.38-45, 2014.

NARDECCHIA, S. et al. Extra-Intestinal Manifestations of Coeliac Disease in Children: Clinical Features and Mechanisms. Frontiers In Pediatrics, v. 7, p.1-9, 5 mar. 2019.

NASCIMENTO, K. O.; BARBOSA, M. I. M. J.; TAKEITI, C. Y. Doença Celíaca: Sintomas, Diagnóstico e Tratamento Nutricional. Saúde em Revista, v. 12, n. 30, p.53-63, abr. 2012.

PULIDO, O. et al. Clinical Features and Symptom Recovery on a Gluten-Free Diet in Canadian Adults with Celiac Disease. Canadian Journal of Gastroenterology, v. 27, n. 8, p.449-453, 2013. Hindawi Limited. http://dx.doi.org/10.1155/2013/741740.

SILVA, T. S. G.; FURLANETTO, T. W. Diagnóstico de doença celíaca em adultos. Rev Assoc Med Bras, v. 56, n. 1, p.122-126, 2010.

SIQUEIRA NETO, J. I. et al. Neurological manifestations of celiac disease. Arquivos de Neuro-psiquiatria, São Paulo, v. 62, n. 4, p.969-972, dez. 2004.

SULZBACH, A. C.; BRAIBANTE, M. E. F.; STORGATTO, G. A. A Bioquímica do Glúten através de Oficinas Temáticas. Ciência e Natura, v. 37, n. 3, p.767-776, dez. 2015.

Published

2023-10-23

How to Cite

Marques, M. N. da N., Bezerra, A. L. D., Macedo, M. B., de Pontes Filho, R. N., Mazzaro, V. D. de M., de Medeiros, N. M. H., Toledo, M. A., & de Sousa, M. N. A. (2023). Efeitos da dieta livre de glúten nas doenças do sistema nervoso em pacientes portadores de Doença Celíaca: uma revisão sistemática. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(10), 17820–17834. https://doi.org/10.55905/oelv21n10-178

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)

1 2 > >>