Licitações sustentáveis: uma análise do ponto de vista do direito ambiental

Authors

  • Jean Yuri Freitas
  • José Laécio Cajazeiras Cajazeiras
  • José Newton Pires Reis
  • Marcos Paulo Mesquita da Cruz
  • Ivan de Oliveira Holanda Filho
  • Moíses Dias Gomes de Asevedo
  • Leopoldina Braga Alves
  • Antônio Mauro de Souza Uchôa Júnior

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n12-046

Keywords:

Keywords: Sustainable Public Procurement. Sustainable Bidding

Abstract

A Constituição Federal de 1988, em sua normatização, enalteceu o meio ambiente como um direito fundamental e difuso de terceira dimensão, tendo assim o Estado e toda a comunidade o papel de protegê-lo para as gerações atuais e futuras. Portanto, um dos deveres da Administração Pública é de realizar o procedimento de licitação para que possa, assim, estabelecer seus contratos públicos. Para tanto, a União, em sua competência para legislar, promulgou a Lei nº 8.666/1993, que rege as normas gerais acerca da adesão nos processos licitatórios. Em 2010, ocorreu a promulgação da Lei nº 12.349/2010, que adicionou como uma das metas da licitação o desenvolvimento sustentável, e, assim, o ordenamento jurídico vem empreendendo em benefício de normas e critérios que assegurem a sustentabilidade. Para o desenvolvimento do presente trabalho, foi realizada uma pesquisa bibliográfica, com a análise de doutrinas, artigos científicos, legislações do ordenamento jurídico brasileiro e outros mecanismos que ofertam a compreensão acerca do assunto. O objetivo geral da pesquisa é analisar a importância do desenvolvimento nacional sustentável nas aquisições públicas, com a possibilidade da inserção de critérios de sustentabilidade nas licitações. Emerge dos resultados a necessidade de analisar as licitações dentro de um contexto multidimensional, que engloba considerações ecológicas, econômicas e sociais. É preciso reconhecer que as licitações representam um instrumento pelo qual o poder público pode atuar de maneira sustentável e eficaz, com o propósito de mitigar práticas que resultem em degradação ambiental ou na redução da qualidade do meio ambiente.

References

ARAÚJO, Geraldino Carneiro de; TEIXEIRA, Cláudia Echevenguá. Análise das compras públicas sustentáveis na secretaria do meio ambiente do estado de São Paulo. Gestão & Regionalidade, v. 34, n. 100, p. 23-37, jan./abr. 2018. Disponível em: https://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_gestao/article/view/3744/2364. Acesso em: 10 jan. 2023.

BELCHIOR, Germana Parente Neiva; MATIAS, João Luís Nogueira. O princípio da solidariedade como marco jurídico-constitucional do Estado de direito ambiental. In: HAUSCHILD, Mauro Luciano; GUEDES, Jefferson Carús; RODRIGUES JÚNIOR, Otavio Luiz (org.). Meio ambiente, propriedade e agronegócio. Brasília: IP Editora, 2011.

BETIOL, Luciana Stocco et al. Compra Sustentável: a força do consumo público e empresarial para uma economia verde e inclusiva. São Paulo: Programa Gestão Pública e Cidadania, 2012.

BIDERMAN, Rachel et al. (Orgs.). Guia de Compras Públicas Sustentáveis: uso do poder de compra do governo para a promoção do desenvolvimento sustentável. Fundação Getúlio Vargas e ICLEI. Rio de Janeiro: FGV, 2008. Disponível em: https://bit.ly/2DFf2GZ. Acesso em: 10 fev. 2023.

BOBBIO, Noberto. A era dos direitos. 5 ed. Rio de Janeiro: Campus, 2004.

BRANDÃO, Renata Figueiredo. Incentivo fiscal ambiental: parâmetros e limites para sua instituição à luz da Constituição Federal de 1988. 2013. 267 p. Tese (Doutorado em Direito) – Faculdade de Direito da USP, São Paulo, 2013. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/2/2133/tde12022014150245/publico/Renata_FigueiredoBrandaoTeseDoutorado.pdf. Acesso em: 8 fev. 2023.

BRASIL. Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA). Resolução nº 306, de 05 de julho de 2002. Estabelece os requisitos mínimos e o termo de referência para realização de auditorias ambientais. Brasília: CONAMA, 2002. Disponível em: https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=98306. Acesso em: 15 jan. 2023.

COUTO, Hugo Leonnardo Gomides do; COELHO, Cristiano. Fatores críticos no comportamento do gestor público responsável por compras sustentáveis: diferenças entre consumo individual e organizacional. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 49, n. 2, p. 519-543, mar./abr. 2015. Disponível em: https://www.scielo. br/j/rap/a/94ScGWkPFxPjGVbLWHszVGz/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 20 mar. 2023.

COSTA, Carlos Eduardo Lustosa da. As licitações sustentáveis na ótica do controle externo. 2011. 56 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Auditoria e Controle Governamental) - Instituto Serzedello Corrêa – ISC/TCU, Brasília, 2011. Disponível em: https://portal.tcu.gov.br/biblioteca-digital/as-licitacoes-sustentaveis-na-otica-do-controle-externo.htm. Acesso em: 25 mar. 2023.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4.ed- São Paulo: Atlas, 2002.

FEITOSA, Francisco Renê Fernandes; MENDES, Francilda Alcântara. Licitações públicas sustentáveis no Brasil: princípios e expectativas. Ciência & Sustentabilidade, Juazeiro do Norte, v. 2, n. 2, p. 106-127, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufca. edu.br/ojs/index.php/cienciasustentabilidade/article/view/117. Acesso em: 22 jan. 2023.

FELICIANO, Adriana. A importância da implementação de licitações sustentáveis como medida de política pública na busca do desenvolvimento nacional sustentável. Agenda Política, v. 3, n. 1, p. 183-202, 2015. Disponível em: https://www.agendapolitica.ufscar.br/index.php/agendapolitica/article/view/61. Acesso em: 24 mar. 2023.

FERNANDES, André Dias; NASCIMENTO, Letícia Queiroz; BELCHIOR, Germana Parente Neiva. Green nudges: os incentivos verdes conferidos pelo estado como meio de induzir comportamentos sustentáveis. Revista Jurídica, v. 1, n. 63, Curitiba, p. 490-516, 2021. Disponível em: http://revista.unicuritiba.edu.br/index. php/RevJur/ article/view/5256/371373195. Acesso em: 7 fev. 2023.

FINGER, Ana Cláudia. Licitações sustentáveis como instrumento de política pública na concretização do direito fundamental ao meio ambiente sadio e ecologicamente equilibrado. Revista Eurolatinoamericana de Derecho Administrativo, v. 1, n. 1, 2014.

FREITAS, Thiago Pereira de. Por uma revisão do Princípio da vantajosidade na Legislação Brasileira. Revista Eletrônica Direito e Política, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ciência Jurídica da UNIVALI, Itajaí, v. 8, n. 3, 2013. Disponível em: www.univali.br/direitoepolitica -ISSN 1980-7791.1642n. Acesso em: 25 mar. 2023.

PINHEIRO, Naiara Santos. CPS na Bahia: um estudo da aplicação da cartilha “CPS”. Salvador: UFBA, 2015.

REIS, Luciano Elias e; BACKES, Camila. A licitação pública e sua finalidade de promover o desenvolvimento nacional sustentável. Revista de Estudos Jurídicos da UNESP, Franca, v. 19, n. 30, 2017. Disponível em: https://periodicos.franca.unesp.br/index.php/estudosjuridicosunesp/article/view/1590. Acesso em: 20 mar. 2023.

SANTOS, Murillo Giordan. Poder normativo nas licitações sustentáveis. In: SANTOS, Murillo Giordan; VILLAC, Teresa (coord.). Licitações e contratações públicas

sustentáveis. Belo Horizonte: Fórum, 2015.

SILVA, Seunes José da. A aplicação restritiva do princípio constitucional da economicidade como óbice às licitações sustentáveis. Revista CEJ, Brasília, Ano XXIII, n. 77, p. 90-97, jan./jun.2019. Disponívelem:https://revistacej.cjf.jus.br/cej/index.php/revcej/article/view/2518/2370. Acesso em: 5 fev. 2023.

SILVEIRA, da Malinverni Eduardo Clovis. A pesquisa na área de Direito Ambiental e sociedade: considerações metodológicas e caracterização das linhas de pesquisa do PPGDir/UCS. Revista Direito Ambiental e sociedade, v. 6, n. 1, p. 273-298, 2016.

SOMBOONPISAN, Jakkawarn; LIMSAWASD, Charinne. Environmental Weight for Bid Evaluation to PromoteSustainability in Highway Construction Projects, Journal of Construction Engineering and Management, v. 147, n. 4, p. 1-12, 2021

SOUSA, de Silva Angélica; OLIVEIRA, de Saramago Guilherme; ALVES, Hilário Laís. A Pesquisa Bibliográfica: Princípios e Fundamentos. Cadernos da Fucamp, v. 20, n. 43, p. 64-83, 2021.

Published

2023-12-07

How to Cite

Freitas, J. Y., Cajazeiras, J. L. C., Reis, J. N. P., da Cruz, M. P. M., Holanda Filho, I. de O., de Asevedo, M. D. G., Alves , L. B., & Uchôa Júnior, A. M. de S. (2023). Licitações sustentáveis: uma análise do ponto de vista do direito ambiental. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(12), 24270–24292. https://doi.org/10.55905/oelv21n12-046

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)