Sistema de produção alternativa de tomate (Solanum lycopersicum L.) com substrato de fibra de coco na Região Amazônica

Authors

  • Welliton de Lima Sena
  • Alexandre da Trindade Lélis
  • Gabriela Gomes Costa
  • Márcia Cristina Melo Monte Palma
  • Samara Valena Veloso
  • José Gilberto Sousa Medeiros
  • Félix Lelis da Silva
  • André Luiz Pereira da Silva

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n10-140

Keywords:

tomaticultura, cultivo protegido, densidade de planta

Abstract

O consumo de tomate é elevado no Brasil, sendo a segunda hortaliça mais importante. No entanto, a condução do tomateiro é desafiadora devido à sua suscetibilidade a pragas e doenças, além da necessidade de diversos cuidados culturais, resultando em riscos econômicos. No estado do Pará, a produção de tomate ainda é incipiente, dependendo principalmente de suprimentos de outras regiões do país. Nesse contexto, os sistemas hidropônicos, surgem como uma abordagem que busca possibilitar a produção de tomate de forma permanente. O cultivo sem solo, especialmente a hidroponia, tem sido adotado em regiões de cultivo protegido para superar problemas fitossanitários e nutricionais, proporcionando maior controle do sistema radicular e benefícios como colheita uniforme, eficiência no uso da água e melhoria no controle de fatores durante o ciclo produtivo. Nesse sentido, o presente estudo teve como objetivo avaliar o desenvolvimento e a produção do tomateiro em sistema hidropônico em vasos, buscando desmistificar a ideia de que a produção de tomate é inviável devido às condições climáticas da Região Norte. Para tanto, foi adaptado o cultivo de tomate em sistema hidroponico, em vaso com uso de substrato de fibra de coco, em dois tratamentos, sendo o tratamento 1, condução de 1 planta por vaso e o sistema 2, condução de 2 plantas por vaso, cada vaso foi considerado uma parcela experimental. Os resultados demostraram que o sistema é viável para a produção de tomate na região e que o uso de duas plantas por vaso pode ser utilizado como estratégia para aumentar a produtividade.

References

ANDRADE, I. G. V., SOUZA, G. N., AIRES, E. S., GOMES, I. L. S., ROCHA, R. C., FIGUEIREDO NETO, A. ARAGÃO, C. A. Produtividade e qualidade de tomate italiano cultivado com diferentes formas de aplicações de cálcio. Research, Society and Development, vol. 9, n. 12, p. 1-15. 2020.

ALVARENGA, M. A. R.; Tomate: produção em campo, casa de vegetação e em hidroponia; 3ª ed.; Lavras, MG: Ed. Universitária de Lavras, 2022.

BECKER, W. F.; WAMSER, A. F.; FELTRIM, A. L.; SUZUKI, A.; SANTOS, J. P.; VALMORBIDA, J.; HAHN, L.; MARCUZZO, L. L.; MUELLER, S. Sistema de produção integrada para o tomate tutorado. Florianópolis: Epagri, 149p. 2016.

BITENCOURT, A. O. Influência do número de hastes e do espaçamento no crescimento e produção de Fisális. 31 p. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) - Universidade Federal do Pampa, AGRONOMIA, 2019.

FERREIRA, N. C.; VENDRUSCOLO, E. P.; SELEGUINI, A.; DOURADO, W. S.; BENETT, C. G. S.; NASCIMENTO, A. R. Crescimento, produção e qualidade de frutos de tomateiro em cultivo adensado. Revista Colombiana de Ciências Hortícolas, vol. 11, n. 1, p. 72-79, 2017.

FAOSTAT. Food and Agriculture Organization of the United Nations. (2021). Statistics. Disponível em: <https://www.fao.org/statistics/en.>. Aceso em: 01 de jul. de 2023.

FAQUIN, V.; FURTINI NETO, A. E; VILELA, L. A. A. Produção de alface em hidroponia. Lavras: UFLA. 50p, 1996.

FERNANDES, A. A.; MARTINEZ, H. E. P.; OLIVEIRA, L. R. Produtividade, qualidade dos frutos e estado nutricional de plantas de pepino, cultivadas em hidroponia, em função das fontes de nutrientes. Horticultura Brasileira, v. 20, n. 4, p. 571-575, 2002.

FURLANI, P.R.; SILVEIRA, L.C.P.; BOLONHEZI, D.; FAQUIN, V. Cultivo Hidropônico de Plantas: Parte 2 - Solução Nutritiva. Hypertexto, 2009. Disponível em: <http://www.infobibos.com/Artigos/2009_2/hidroponiap2/index.htm>. Acesso em: 21 set. 2023.

GENÚNCIO, G. C.; MAJEROWICZ, N.; ZONTA, E.; SANTOS, A. M.; GRACIA, D.; AHMED, C. R. M.; SILVA, M. G. Crescimento e produtividade do tomateiro em cultivo hidropônico NFT em fungos da concentração iônica da solução nutritiva. Horticultura Brasileira, v.24, p.175-179, 2006.

HEINE, A. J. M. Produção e qualidade do tomateiro híbrido Lumi sob adensamento e condução de hastes. Vitória da Conquista - BA: Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB. 82p. (Dissertação - Mestrado em Agronomia, Área de Concentração em Fitotecnia), 2012.

MUNIZ, J. et al. Crescimento vegetativo e potencial produtivo de Fisális. Revista de Ciências Agroveterinárias, Lages, v. 14, n. 1, p. 15-23, 2015.

PAPADOPOULOS, A.P.; PARARAJASINGHAM, S. The influence of plant spacing on light interception and use in greenhouse tomato (Lycopersicon esculentum Mill.): A review. Scientia Horticulturae, v.69, p.1-29, 1997.

PIRES, R.C.M.; FURLANI, P.R.; SAKAI, E.; LOURENÇÃO, A.L.; SILVA, E.A.; TORRE NETO, A.; MELO A.M.T. Desenvolvimento e produtividade do tomateiro sob diferentes frequências de irrigação em estufa. Horticultura Brasileira, v.27, p. 228-234, 2009.

RESENDIZ-NAVA, C.N.; ALONSO-ONOFRE, F.; SILVA-ROJAS, H.V.; REBOLLAR-ALVITER, A.; RIVERA-PASTRANA, D.M.; STASIEWICZ, M.J.; NAVA, G.M.; MERCADO-SILVA, E.M. Tomato Plant Microbiota under Conventional and Organic Fertilization Regimes in a Soilless Culture System. Microorganisms, n.11, 2-19.p, 2023.

SILVA, J.B.C.; GIORDANO, L.B.; BOITEUX, L.S.; LOPES, C.A.; FRANÇA, F. H. Cultivo do tomate (Lycopersicon esculentum Mill.) para a industrialização. Brasília: Embrapa/CNPH, 1994. 36p. (Embrapa/CNPH. Instruções técnicas, 12)

SILVA, N. C.; ARAGÃO, C.A.; DANTAS, B. F.; BRANDÃO, M. L. P. Avaliação de híbridos de tomate cereja cultivados em vasos e com diferentes conduções de hastes. Research, Society and Development, vol. 9, n. 12, p.1-23, 2020.

Published

2023-10-19

How to Cite

Sena, W. de L., Lélis , A. da T., Costa, G. G., Palma, M. C. M. M., Veloso , S. V., Medeiros, J. G. S., da Silva, F. L., & da Silva, A. L. P. (2023). Sistema de produção alternativa de tomate (Solanum lycopersicum L.) com substrato de fibra de coco na Região Amazônica. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(10), 17113–17124. https://doi.org/10.55905/oelv21n10-140

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)

1 2 > >>