Caracterização da pesca artesanal no município de Óbidos – PA

Authors

  • Marcos Douglas Picanço da Rocha
  • Anderson Barroso Maquiné
  • Kedma Cristine Yamamoto

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n12-170

Keywords:

pescado, pescadores, embarcação, apetrechos

Abstract

Este estudo visou a caracterização da pesca artesanal em Óbidos, município situado no oeste do estado do Pará. Concentrou-se na análise da composição, quantidade de pescado desembarcado e descrição das tecnologias empregadas nessa atividade. Esse trabalho traz informações atualizadas sobre a pesca nessa região, pois ao longo do ano de 2022, foram realizadas 40 entrevistas individuais, distribuídas de forma fragmentada e aleatória em pontos estratégicos, como portos de desembarque de pescado e na associação de pescadores de Óbidos, Z-19. As entrevistas foram feitas por meio da aplicação de questionários que continham perguntas relativas ao histórico da atividade, aos locais de pesca, às formas de captura e armazenamento, quantidades de pescado capturado, forma de comercialização, aspectos socioeconômicos, principais apetrechos utilizados na atividade, principais espécies capturadas e características da embarcação, como: comprimento, capacidade de armazenamento, potência e tipo do motor. Foi seguido o critério descrito pelo autor Zacardi (2014), para definir as espécies mais frequentes nas pescarias, sendo: > 70% muito frequente; 70 – 40% frequente; 40 – 10% pouco frequente e < 10% esporádica. Foi identificado que no município a pescaria é feita predominante com a utilização de três tipos de embarcações, chamadas de canoa, rabeta e bajara. Essas embarcações são todas de pequeno porte, medindo em média 12,5 metros de comprimento. A rede de emalhar é o principal instrumento de pesca utilizado pelos pescadores, sendo que utilizam de forma esporádica outros apetrechos como arpão, linha comprida, arco e flecha, espinhel, tarrafa e caniço. Observou-se que as espécies mais frequentes foram a Dourada (Brachyplatystoma rousseauxii) e o Filhote (Brachyplathystoma filamentosum). A investigação evidenciou um caráter artesanal com frota de embarcações pequenas e baixa tecnologia empregada, buscando capturar diferentes tipos de peixes, para fins comerciais, consumo próprio ou venda para consumidores finais e frigoríficos, valorizando algumas espécies. Vale ressaltar a importância do defeso e acordos de pesca para sustentabilidade e preservação, beneficiando comunidades e pescadores.

References

AVIZ, Adriana de. A pesca artesanal e a empresa pesqueira no município de Óbidos, Pará. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, v. 1, p. 77-94, 2006.

BATISTA, V. da S. et al. Peixes e pesca no Solimões-Amazonas: uma avaliação inte-grada-Brasília: Ibama. ProVárzea. 276p, 2012.

BRAGA, Tony Marcos Porto et al. Caracterização da atividade pesqueira na região do baixo e médio rio Tapajós, Pará, Brasil. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, v. 21, n. 8, p. 9988-10007, 2023. Disponível em:< https://ojs.observatoriolatinoamericano.com/ojs/index.php/olel/article/view/1230>. Aces-so em: 5 de Set. de 2023.

BRASIL. Ministério de Estado da Pesca e Aquicultura. Boletim Estatístico da Pesca e Aquicultura. Brasília, DF, 2011.

BRASIL. Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA). Pesca no Bra-sil, 2019. Disponível em: < https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/aquicultura-e-pesca/pesca/pesca-no-brasil>. Acesso em: 11 de maio de 2021.

BRITO, Elzamili Lima et al. Territorialização da política pública do PAA e o caso da AACEPPAMO, município de Óbidos, Amazônia Paraense. Redes. Revista do Desen-volvimento Regional, v. 25, p. 1603-1627, 2020.

CORRÊA, Jerry Max Sanches et al. Caracterização da pesca artesanal no lago juá, San-tarém, Pará. Revista Agrogeoambiental, Pouso Alegre, v. 10, n. 2, p. 105-115, jun. 2018.

FURTADO, Lourdes Gonçalves. A pesca artesanal: um delineamento de sua história no Pará. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Humanas, Belém, v. 8, n. 1, p. 9-40, 1981.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades e Estados: Óbidos. 2022. Disponível em: <https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/pa/obidos.html>. Acesso em: 20 de Agosto de 2023.

ISAAC, Victoria J.; BARTHEM, Ronaldo B. Os recursos pesqueiros da Amazônia bra-sileira. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Série Antropologia, Belém, v. 11, n. 2, p. 295-339, 1995.

LIMA, Maria Alice Leite et al. Pesca artesanal no município de Humaitá, médio rio Ma-deira, Amazonas, Brasil. Boletim do Instituto de Pesca, v. 42, n. 4, p. 914-923, 2016.

RABELO, Yohanna Gabriely Sousa; DE MATOS VAZ, Elizabete; ZACARDI, Diego Maia. Perfil socioeconômico dos pescadores artesanais de dois lagos periurbanos de San-tarém, Estado do Pará. DESAFIOS-Revista Interdisciplinar da Universidade Federal do Tocantins, v. 4, n. 3, p. 73-82, 2017.

SILVA, Ivoneide Ferreira da. Caracterização da atividade pesqueira das comunidades do entorno do Parque Estadual de Monte Alegre, Pará, Brasil. 2018. Tese de Doutora-do. Universidade Federal do Oeste do Pará. Disponível em:< https://repositorio.ufopa.edu.br/jspui/bitstream/123456789/228/1/Disserta%C3%A7%C3%A3o_Caracteriza%C3%A7%C3%A3odaAtividadePesqueira.pdf>. Acesso em: 20 de Agosto de 2023.

ZACARDI, Diego Maia; PONTE, S. C. S.; SILVA, A. J. S. Caracterização da pesca e perfil dos pescadores artesanais de uma Comunidade as margens do rio Tapajós, Estado do Pará. Amazônia: Ciência & Desenvolvimento, v. 10, n. 19, p. 129-148, 2014.

ZACARDI, Diego Maia; SARAIVA, Marenilson Linhares; DE MATOS VAZ, Elizabe-te. Caracterização da pesca artesanal praticada nos lagos Mapiri e Papucu às margens do rio Tapajós, Santarém, Pará. Revista Brasileira de Engenharia de Pesca, v. 10, n. 1, p. 31-43, 2017.

ZACARDI, Diego Maia. A pesca artesanal em áreas de inundação no Baixo Amazonas, Pará: técnicas de captura e composição pesqueira. Aquicultura e pesca: adversidades e resultados, v. 3, p. 1-16, 2020.

Published

2023-12-19

How to Cite

da Rocha, M. D. P., Maquiné, A. B., & Yamamoto, K. C. (2023). Caracterização da pesca artesanal no município de Óbidos – PA. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(12), 26608–26625. https://doi.org/10.55905/oelv21n12-170

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)