Cadeia de valor comunitária do açaí: mapeamento dos atores e sua relação com o território em Almeirim, Pará

Authors

  • Pollyanna Côelho de Sousa
  • Oriana Trindade de Almeida
  • Vanda Maria Sales de Andrade
  • Robson da Costa Ferreira
  • Sergio Luiz de Medeiros Rivero

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n10-050

Keywords:

extrativismo, segurança alimentar, comunidades tradicionais

Abstract

O objetivo do estudo foi analisar as visões de diferentes atores da cadeia de valor do açaí e sua relação com o território na região entre o Pará e o Amapá. Os métodos utilizados foram oficinas participativas e entrevistas. Os resultados mostraram que as comunidades que receberam assistência técnica e estão próximas a centros urbanos, tendem a conhecer melhor o território. Identificou-se diversos atores atuando na cadeia de valor: peconheiro, atravessadores, batedores de açaí e extrativistas são os principais. Também mostrou que as comunidades são mais prósperas com relação à produção e comércio dos frutos do açaí nas áreas manejadas. Comunidades remotas não manejam a floresta e consomem a polpa apenas na safra.

References

ALBUQUERQUE, U.P.; HANAZAKI, N.; SOLDATI, G.T. Produtos florestais não madeireiros: uma visão geral. In: SOLDATI, G.T.; ALBUQUERQUE, U.P. Árvores de valor e valor das árvores: pontos de conexão. Recife: NUPEEA. 2010 a. p.17-59.

ALMEIDA, H.P.; HOMMA, AKO.; MENEZES, AJEA de .; FILGUEIRAS, G. C.; FARIAS NETO, JT de. Produção e autoconsumo de açaí por ribeirinhos no município de Igarapé-Miri, Pará. Investigação, Sociedade e Desenvolvimento, [S. l.] , v. 10, n. 9, pág. e51710918376, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i9.18376. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/18376. Acesso em: 29 abr. 2023.

AMORIM, P.; MORGADO, R.; ESPADA, A. L. V.; BITTENCOURT, P.; LENTINI, M.; PALMIERI, R. Diagnóstico econômico-ambiental no município de Almeirim, Pará – Belém, PA: Instituto Floresta Tropical. Fundação Floresta Tropical; Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), 2010. 132p.

CARVALHO, A. C. A. de; COSTA, F. A.; SEGOVIA, J. F. O. Caracterização e Análise Econômica de Arranjo Produtivo Local do Açaí Nativo no estado do Amapá. Arranjos Produtivos Locais e Desenvolvimento, Rio de Janeiro, v. 1, p. 109-129, 2017.

ENGEL, V. L. Sistemas Agroflorestais: Conceitos e Aplicações. Botucatu: FEPAF. 70 p. 2003.

IBGE – Cidades (Almeirim, Pará). Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/almeirim/panorama. Acesso em: jan. 2023.

KOURI, J; FERNANDES, A. V; LOPES-FILHO, R. P. Caracterização Socioeconômica dos Extratores de Açaí nas Ilhas do Estuário do Rio Amazonas no Estado do Pará. Macapá: Embrapa Amapá, 2001. 17p. il. ; 21 cm (Embrapa Amapá. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 43).

LAKATOS, E. M; MARCONI, M. A. Fundamentos de Metodologia Científica. São Paulo: Atlas, 2003.

LAKATOS, E. M; MARCONI, M. A. Fundamentos da Metodologia Científica. São Paulo: Atlas, 2010.

MÜLLER, A. A. Sistema de produção do Açaí. Boletim: EMBRAPA, 4 – 2º Edição. Versão Eletrônica. 2006.

MOURA, B. Conceitos e Tendências Logística, 1.ed., Lisboa: Centro Atlântico, 2006.

NOGUEIRA, O. L. Regeneração, manejo e exploração de açaizais nativos de várzea do estuário amazônico. Belém, PA: UFPa, 1997. 149p. (Tese Doutorado).

OLIVEIRA, M. do S. P. de; FERREIRA, D. F.; SANTOS, J. B. dos. Divergência genética entre acessos de açaizeiro fundamentada em descritores morfo-agronômicos. Pesq. Agropec. Bras, Brasília, v. 42, n. 4, p. 501-506, 2007.

PAES-DE-SOUZA, M.; SILVA, T. N. PEDROZO, E. Á. SOUZA FILHO, T. A. O Produto Florestal Não Madeirável (PFNM) Amazônico açaí nativo: proposição de uma organização social baseada na lógica de cadeia e rede para potencializar a exploração local. Revista de Administração e Negócios da Amazônia, v.3, n.2, mai/ago. 2011.

POTIGUAR, M.; RAMOS, C. A. Oficina de elaboração de estratégia de promoção da cadeia de Valor do açaí marajoara. Relatório da atividade 1.3, do projeto de fortalecimento dos arranjos produtivos locais apl`s do açaí e andiroba no Marajó.. Belém. 2013.

ROCHA, W.; BORINELLI, M. L. Análise Estratégica de Cadeia de Valor: um estudo exploratório do segmento indústria-varejo. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 1, n. 7, p. 145-165, jan./jun. 2007.

SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E FINANÇAS - SEPOF (2011) Estatística Municipal de Almeirim. Disponível em: http://iah.iec.pa.gov.br/iah/fulltext/georeferenciamento/almeirim.pdf. Acesso em: 03 set. 2022.

SPRINGER-HEINZE, A. Value Links 2.0. Manual sobre Desenvolvimento Sustentável da Cadeia de Valor, GIZ Eschborn. 2018. 2 volumes.

SANTANA, A. C. Bioeconomia aplicada ao agronegócio: mercado, externalidades e ativos naturais. Piracanjuba, GO: Editora Conhecimento Livre, 2020. 346 p.

SANTOS, A. J.; HILDEBRAND, E.; PACHECO, C. H. P.; PIRES, P. T. L.; ROCHADELLI, R. Produtos não madeireiros: conceituação, classificação, valoração e mercados. Curitiba: Revista Floresta, v. 33, n. 2, p. 215-224, 2003.

SOUZA, M. R. S; SilVA, E. R; SOUZa, L. G. de S. Socioeconomia dos vendedores de polpa e frutos de açaí no município de Feijó - Acre. South American Journal of Basic Education, Technical and Technological, 6(2), 712–725, 2021.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005. 212 p., il.

VERÍSSIMO, A.; UHL, C.; MATTOS, M.; BRANDINO, Z.; VIERIA, I. Impactos Sociais, Econômicos e Ecológicos da Exploração Seletiva de Madeiras numa Região de Fronteira na Amazônia Oriental: O Caso de Tailândia. In: BARROS, A. C.;

VERÍSSIMO, A. (Org.). A Expansão madeireira na Amazônia: Impactos e perspectivas para o desenvolvimento sustentável no Pará. 2a ed. Belém: Imazon, 2002. p. 1–40.

Published

2023-10-05

How to Cite

de Sousa, P. C., de Almeida, O. T., de Andrade, V. M. S., Ferreira, R. da C., & Rivero, S. L. de M. (2023). Cadeia de valor comunitária do açaí: mapeamento dos atores e sua relação com o território em Almeirim, Pará. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(10), 15441–15463. https://doi.org/10.55905/oelv21n10-050

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)