Perfil dos operadores de motorroçadoras, o cenário na região central do RS

Authors

  • Edvaldo Faour Coutinho da Silva
  • Luigi de Almeida Rodrigues
  • Gabriel Dalla Costa Berger
  • Valmir Werner
  • Daniela Herzog
  • Alexandre Russini
  • José Fernando Schlosser
  • Catize Brandelero

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n11-165

Keywords:

normas regulamentadoras, segurança do trabalho, roçada semimecanizada

Abstract

ciclo Otto de dois tempos, usadas para limpeza em áreas urbanas e rurais. No entanto, o uso sem orientação técnica, treinamento adequado e, principalmente, dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) implica na ocorrência de efeitos danosos ao operador e ao ambiente. Neste sentido, o objetivo do estudo foi caracterizar o perfil dos operadores de motorroçadoras bem como, o atendimento as normas de segurança por parte dos operadores de motorroçadoras de ciclo Otto de dois tempos, na região Central do estado do Rio Grande do Sul. Para isso, realizou-se uma pesquisa qualitativa e quantitativa, a partir de um questionário com perguntas abertas e fechadas, contemplando 91 operadores. Os resultados demonstram que, na região, o perfil dos operadores é em sua maioria do sexo masculino, com idade média de 49,9 anos e escolaridade de ensino fundamental incompleto. Quanto aos EPIs, muitos usam apenas óculos de proteção e botas, sendo que a maioria nunca recebeu orientação técnica sobre as motorroçadoras. Desta forma, os resultados apontam para a necessidade de promover treinamentos aos operadores, a fim de conscientizá-los em relação à segurança, ressaltando a importância do uso correto dos EPIs, como medida essencial para a proteção durante a operação das motorroçadoras.

References

ALTUNTAŞ, M.; ÇELIK, A. Analysis of Brush Cutter-Related Accidents: Describing an Extraordinary Kind of Agricultural Injury. Journal of Emergency Medicine, v. 62, n. 1, p. 9–15, 1 jan. 2022. Doi.: 10.1016/j.jemermed.2021.07.056.

BALDIN, N.; MUNHOZ, E. M. B. Educação ambiental comunitária: uma experiência com a técnica de pesquisa snowball (bola de neve). REMEA - Revista Eletrônica Do Mestrado Em Educação Ambiental, v. 27, p. 46-60, 2012. https://doi.org/10.14295/remea.v27i0.3193.

BRASIL. NR 06 – Equipamento de Proteção Individual – EPI. Brasília: Ministério do Trabalho e Emprego, 2018. Disponível em: https://www.gov.br/trabalho-e-previdencia/pt-br/acesso-a-informacao/participacao-social/conselhos-e-orgaos-colegiados/ctpp/arquivos/normas-regulamentadoras/nr-06-atualizada-2022-1.pdf Acesso em: 05 de agosto de 2021.

BRASIL. NR 12 - NORMA REGULAMENTADORA Nº 12 – Máquinas e equipamentos. Ministério do trabalho e emprego. Disponível em: < https://www.gov.br/trabalho/pt-br/inspecao/seguranca-e-saude-no-trabalho/normas-regulamentadoras/nr-12.pdf/view>. Acesso em: 05 de agosto de 2021.

BRASIL. NR 15 - NORMA REGULAMENTADORA Nº 15 - Ministério do Trabalho e Emprego. Anexo VIII. 2018. Brasília, DF. Disponível em: <http://www.guiatrabalhista.com.br/legislacao/nr/Anexo1-nr9.htm>. Acesso em: 25 de outubro de 2022.

BRASIL. NR 31 - NORMA REGULAMENTADORA Nº 31 – Segurança e saúde no trabalho na agricultura, pecuária silvicultura, exploração florestal e aquicultura. Ministério do trabalho em emprego. Disponível em: < https://www.gov.br/trabalho/pt-br/inspecao/seguranca-e-saude-no-trabalho/normas-regulamentadoras/nr-31.pdf/view>. Acesso em: 05 de agosto de 2021.

CARRA, S.; MONICA, L.; VIGNALI, G. Reduction of workers’ hand-arm vibration exposure through optimal machine design: AHP methodology applied to a case study. Safety Science, v. 120, 2019, p. 706-727. ISSN 0925-7535. Doi.: https://doi.org/10.1016/j.ssci.2019.07.034.

CECCHINI, M.; BEDINI, R.; MOSETTI, D.; MARINO, S.; STASI, S. Safety Knowledge and Changing Behavior in Agricultural Workers: an Assessment Model Applied in Central Italy. Safety and Health at Work, v. 9, n. 2, p. 164–171, 1 jun. 2018. Doi.: https://doi.org/10.1016/j.shaw.2017.07.009.

COTF – Centro de Operações e Técnicas Florestais. Conservação e manutenção da motorroçadora. Lousã: Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, 2013. Disponível em: <https://www.icnf.pt/api/file/doc/b6ddb852f58d9ec0> Acesso em: 25 fevereiro 2022.

DA SILVA, G. M.; GINDRI, E. P.; BENETTI, B. B.; DEPOI, J. S.; WERNER, V.; BRANDELERO, C.; OTTONELLI, J. Avaliação operacional de trabalhadores durante o uso de motorroçadoras laterais. TECNO-LÓGICA, v. 22, n. 2, p. 96-100. Santa Cruz do Sul - RS, 2018. Doi.: https://doi.org/10.17058/tecnolog.v22i1.11355.

DEBIASI, Henrique. Diagnóstico dos acidentes de trabalho e das condições de segurança na operação de conjuntos tratorizados. 2002. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria - RS, 2002.

DEPOI, J. S.; SILVA, W. L. Equipamentos de proteção individual e os profissionais do setor florestal. Disciplinarum Scientia. Série: Naturais e Tecnológicas, Santa Maria, v. 22, n. 1, p. 151-161, 2021. Doi: https://doi.org/10.37779/nt.v22i1.3826.

FIEDLER, N. C.; SONE, E. H.; VALE, A. T.; JUVÊNCIO, J. F.; MINETTE, L. J. Avaliação dos riscos de acidentes em atividades de poda de árvores na arborização urbana do distrito federal. Revista Árvore, Viçosa-MG, v.30, n.2, p.223-233, 2006. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=48830209.

FONSECA, A.; AGHAZADEH, F.; HOOP, C.; IKUMA, L.; AL-QAISI, S. Effect of noise emitted by forestry equipment on workers' hearing capacity. International Jour-nal of Industrial Ergonomics, [S.L.], v. 46, p. 105-112, mar. 2015. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.ergon.2014.05.001.

FORTG PRO. Manual do usuário – FG9100, FG 9110, FG9120. 2021. São Paulo. Disponível em: https://fortg.com.br/produto/download-manual/fg9100-fg9110-fg9120-5d261d3e95860.pdf.

FUNDACENTRO, NHO 10 – Procedimento Técnico - Avaliação da exposição ocupa-cional a vibrações em mãos e braços. São Paulo: Fundacentro, 2012. Disponível em: https://www.gov.br/fundacentro/pt-br/arquivos/link/noticias/NHO10portal20130919182047.pdf/@@download/file.

GOLEMBA, S. V. Riscos associados ao corte semimecanizado de florestas plantadas de pinus. 2019. Monografia de Pós-Graduação em Engenharia de Segurança do Trabalho, Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Curitiba, PR, 2019. Disponível em: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/17521.

HUSQVARNA AB. Instruções do utilizador. 545FR, 545FX, 545FXT, 545RX, 545RXT, 545F. Husqvarna Brasil Floresta & Jardim Ltda. 75 p. 2020. Disponível em: https://www-static-nw.husqvarna.com/hbd/tdrdownload/v2/pub000091103/doc000220849/OM/biuajqd9o-hqZsNIe4RJs_ndgcU?httproute=True

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Brasileiro de 2022. Rio de Janeiro: IBGE, 2023. Disponível em: https://www.ibege.gov.br/estatisticas/sociais/populacao/22827-censo-demografico-2022.html.

ISO/TR 18570:2018. Vibração mecânica – Medição e avaliação da exposição humana a vibrações transmitidas à mão – Método complementar para avaliar o risco de lesão vascular. Organização italiana de normalização UNI, 2018.

JACOVINE, L. A. G.; MACHADO, C. C.; SOUZA, A. P.; LEITE, H. G.; MINETTI, L. J. Avaliação da qualidade operacional em cinco subsistemas de colheita florestal. Revista Árvore. v. 29, n. 3, p. 391-400. Viçosa - MG, 2005. Doi.: https://doi.org/10.1590/S0100-67622005000300006.

LEITE, Ângelo Márcio Pinto. Análise da terceirização na colheita florestal no Brasil. 2002. 277 p. Tese (Doutorado em Ciência Florestal) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa - MG, 2002. Disponível em: https://locus.ufv.br//handle/123456789/610.

LINARES, V. G. G.; ESTEBAN, E. T.; TORRIJOS, Y. A.; RELANÕ, R. L.; PEÑA, S. V. Manual de mecanización de los aprovechamientos forestales. ed. Mundi-Prensa. Madrid – España, 2014.

MÁRQUEZ, Luiz. Máquinaria Agrícola. ed. Blake y Helsey. Madrid – España, 2004.

NASKRENT, B.; GRZYWIńSKI, W.; ŁUKOWSKI, A.; POLOWY, K. Influence of Cutting Attachment on Noise Level Emitted by Brush Cutter during Tending of Young Forests. Croatian Journal of Forest Engineering, [S.L.], v. 41, n. 1, p. 129-135, 9 dez. 2019. Faculty of Forestry, University of Zagreb. Dispinívem em: http://dx.doi.org/10.5552/crojfe.2020.657.

Neri, F.; Laschi, A.; Bertuzzi, L.; Galipò, G.; Frassinelli, N.; Fabiano, F.; Marchi, E.; Foderi, C.; Marra, E. A Comparison between the Latest Models of Li-Ion Batteries and Petrol Chainsaws Assessing Noise and Vibration Exposure in Cross-Cutting. Forests, v. 14, p. 898. 2023. https://doi.org/10.3390/f14050898

OLEO-MAC. Roçadeira – Manual de Instruções: Sparta 25, BC 24, Sparta 38/381T/44, Sparta 42/441 BP, 741, 746 T. Oleo-Mac – Emak do Brasil Industria Ltda. 48p. Ribeirão Preto – SP, 2020. Disponível em: https://oleomacbrasil.com.br/wp-content/uploads/2021/06/ROCADEIRA-S25-BC24-BC240-S38-S381-S44-42BP-441BP-741-746T.pdf.

OTTONELLI, Jaqueline. Caracterização do uso e estado de conservação de motosserras de ciclo Otto 2 tempos. 2017. 72 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria - RS, 2017. Disponível em: http://repositorio.ufsm.br/handle/1/11804

POLETTO FILHO, José Antônio. Análise dos riscos físicos e ergonômicos em roçadora transversal motorizada. 2013. Tese (Doutorado em Agronomia) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Botucatu - SP, 2013. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/135775.

RAGNI, L.; VASSALINI, G.; XU, F.; ZHANG, L. B. Vibration and Noise of Small Implements for Soil Tillage. Journal Of Agricultural Engineering Research, [S.L.], v. 74, n. 4, p. 403-409, dez. 1999. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1006/jaer.1999.0478.

SANTOS, L. M.; FERRAZ, G. A. E S.; MARTINS, F. B. D. S.; SALVADOR, R. R.; FERRAZ, P. F. P. Análise da perturbação acústica produzida por motosserras e roçadoras em diferentes ambientes. Brazilian Journal of Biosystems Engineering, v. 13(2), p. 100–108, 2019. https://doi.org/10.18011/bioeng2019v13n2p100-108.

SCHUTZER, Victor Manieri. Avaliação de parâmetros ergonômicos: vibração e ruído em roçadoras laterais. 2018. 107 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) - Universidade Estadual Paulista, Bauru - SP, 2018. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/153379

SENAR – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. Mecanização: operação e manutenção de roçadora. Coleção SENAR – 205. Brasília: SENAR, 2017. Disponível em: https://www.cnabrasil.org.br/assets/arquivos/205_MECANIZA%C3%87%C3%83O_DE_RO%C3%87ADA_NOVO.pdf.

SORANSO, D. R.; MINETTE, L. J.; SCHETTINO, S.; MINETI, D.; SOUZA, A. P. Avaliação ergonômica das operações de roçada e desgalhamento semimecanizados. Revista Engenharia na Agricultura, v. 26, n. 4, p. 343-351, 2018. Doi.: https://doi.org/10.13083/reveng.v26i4.933

STIHL, A. Equipamentos de proteção. São Leopoldo/RS. Stihl Ferramentas Motorizadas Ltda, 2021. Disponível em: https://www.stihl.com.br/equipamento-de-protecao-individual-epi.aspx.

STIHL, A. Manual de Instruções de serviço – FS 160, 220, 280, 290. São Leopoldo/RS. Stihl Ferramentas Motorizadas Ltda, 2021. Disponível em: https://static.stihl.com/api/BaOnline/Download/.

STORCK, L.; LOPES, S. J.; LÚCIO, A. D. Experimentação II. UFSM, CCR, Departamento de Fitotecnia, 207 p. Santa Maria - RS. 2004. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/283076647_Experimentacao_II

VERLAG EUROPA-LEHRMITTEL. Fachkunde Land-und Baumaschinentechnik. Haan-Gruien. 2016. 832p. ISBN: 978-3-885-2007-9.

YANG, W.; LI, B.; LI, S.; ZHANG, Y.; YANG, H. Muscle fatigue related to human posture using a brush cutter for landscape gardening: a preliminary study. Medycyna Pracy, [S.L.], v. 73, n. 3, p. 201-207, 17 maio 2022. Nofer Institute of Occupational Medicine. Doi.: http://dx.doi.org/10.13075/mp.5893.01175.

WERNER, V.; BRANDELERO, C.; RUSSINI, A.; MARTINI, A. T. Equipamentos de proteção individual (epi) para trabalhadores no meio rural In: Agricultura em foco: tó-picos em manejo, fertilidade do solo e impactos ambientais. 1 ed. Guarujá: Editora Científica, 2020, v.1, p. 182-192. Doi.: 10.37885/978-65-87196-16-9.

Published

2023-11-24

How to Cite

da Silva, E. F. C., Rodrigues, L. de A., Berger, G. D. C., Werner, V., Herzog, D., Russini, A., Schlosser, J. F., & Brandelero, C. (2023). Perfil dos operadores de motorroçadoras, o cenário na região central do RS. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(11), 21627–21646. https://doi.org/10.55905/oelv21n11-165

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)