Impacto ambiental da escolha de materiais: avaliação das emissões de CO2 na utilização de madeira versus blocos cerâmicos para veda-ção em habitações

Authors

  • Bruno Moraes Guimarães
  • Rosa Maria Sposto
  • Júlia Santiago de Matos Monteiro Lira
  • Eleudo Esteves de Araújo Silva Junior
  • Augusto Cesar Oliveira Dias

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n10-089

Keywords:

ACV, bloco cerâmico, CO2, carbono biogênico, CLT, energia incorporada

Abstract

Os sistemas construtivos de madeira têm potencial para serem considerados mais sustentáveis comparados aos tradicionalmente utilizados. Esta análise deve considerar a emissão de CO2 dos materiais, recorrendo à Avaliação do Ciclo de Vida para avaliar os impactos ambientais ligados ao consumo de recursos naturais e à saúde humana. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho é realizar um estudo comparativo de dois sistemas de vedação vertical externa (VVE) em termos de emissões de CO2: o Cross Laminated Timber (CLT) e o bloco cerâmico vazado (BCV). Para tanto, a metodologia utilizada neste estudo é a Análise do Ciclo de Vida de emissões de CO2 ACVCO2 e permitirá indicar a solução construtiva com menor impacto ambiental em temos de emissão de CO2 para a atmosfera. Os resultados obtidos demonstram que a composição a base de CLT totalizou 45,38 Kg CO2/m2, enquanto o BCV totalizou 59,89 Kg CO2/m2. Esses resultados demonstram que, para a unidade funcional considerada (m2), na comparação dos sistemas de VVE, as emissões totais de CO2 do bloco cerâmico são 31,99% maiores do que o total do sistema à base de madeira. Assim, é possível afirmar que a madeira, utilizada na composição proposta para o estudo e na etapa de pré-uso, pode ser considerada mais sustentável do que a combinação de argamassa e bloco cerâmico.

References

AGOPYAN, Vahan; JOHN, Vanderley. O Desafio da Sustentabilidade na Construção Civil. Vol. 5. São Paulo: Blucher, 2011.

ALCORN, Andrew. Embodied energy and CO2 coefficients for nz building materials. Centre for Building Performance Research. Victoria University of Wellington, 2003

ASHBY, Micheal. Materials and the environment: eco-informed material choice. 2ª Ed. Elsevier, 2013.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR-15520: Desempenho térmico de edificações - Parte 1 - Definições, símbolos e unidades. Rio de Janeiro, 2003.

__________. NBR 15575-4: Edificações habitacionais — Desempenho Parte 4: Sis-temas de vedações verticais internas e externas – SVVIE. Rio de Janeiro, 2013.

ATAMACA, Adem; ATAMACA, Nihat. Life cycle energy (LCEA) and carbon diox-ide emissions (LCCO2A) assessment of two residential buildings in Gaziantep, Turkey. Energy and Buildings 102 (2015) p. 417–431.

BERGE, Bjorn. The ecology of building materials. 2ª Ed. Burlington: Architectural Press, 2009.

BISSOLI-DALVI, Marcia. ISMAS: A sustentabilidade como premissa para a seleção de materiais. 2014. 195 p. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidad del Bio-Bio, Concepción, Chile.

BRIBIÁN, Ignacio; CAPILLA, Antonio.; USÓN, Alfonso. Life cycle assessment of building materials: Comparative analysis of energy and environmental impacts and evaluation of the eco-efficiency improvement potential. Journal of Building and Environment, v. 46, p. 1133-1140, 2011.

BRITISH STANDARDS INSTITUTION. Wood and wood-based products — Calculation of the biogenic carbon content of wood and conversion to carbon dioxide. BS EN 16449:2014.

BUENO, Cristiane. Avaliação de ciclo de vida na construção civil: análise de sensibili-dade. Orientador: João Adriano Rossignolo. Tese de doutorado. São Carlos, FAU/ USP, 2014. 228p.

CALDAS, Lucas. Avaliação do Ciclo de Vida Energético e de Emissões de CO2 de uma Edificação Habitacional Unifamiliar de Light Steel Framing. Orientador: Rosa Ma-ria Sposto. Dissertação de Mestrado. Brasília, PECC/FT/UnB, 2016. 174p.

CALDEIRA, Armando. P. Engenharia do ciclo de vida: a importância do conceito “ecologia industrial” na formação do engenheiro. In: Congresso Brasileiro de Ensino de Engenharia (COBENG). Brasília, 2004. Disponível em: < http://docplayer.com.br/8883832-Engenharia-do-ciclo-de-vida-a-importancia-do-conceito-ecologia-industrial-na-formacao-do-engenheiro.html>. Acesso em: 12.05.2017.

CALEIRO, João. Por que a mão de obra ainda emperra a construção civil? Revista Exame. São Paulo: Editora Abril. jun. 2014. Disponível em: < http://exame.abril.com.br/economia/por-que-a-mao-de-obra-ainda-emperra-a-construcao-civil/>. Acesso em: 14.05.2017.

CHAU, CK; LEUNG, T; NG, W. A review on Life Cycle Assessment, Life Cycle En-ergy Assessment and Life Cycle Carbon Emissions Assessment on buildings. Journal of Applied Energy, v.143, 395–413, 2015.

COSTA, Thalles.; ALVAREZ, Cristina.; ALTOÉ, Emanuella. Análise do Ciclo de Vida (ACV) do sistema de vedação vertical Quarter log. In Proceedings of EURO ELECS 2015, Guimarães, Portugal, 2015. Disponível em: < http://lpp.ufes.br/sites/lpp.ufes.br/files/field/anexo/euro-elecs_2015_-_8.pdf>. Acesso em: 06.06.2017

CUNHA, Viviane. Madeira e sustentabilidade, como vai esta relação? Arquitextos, São Paulo, ano 11, n. 129.05, Vitruvius, fev. 2011 Disponível em: <http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/11.129/3750>. Acesso em: 06.06.2017

FIESP. GT de Construção Industrializada. 2014. Disponível em:< http://www.fiesp.com.br/observatoriodaconstrucao/gt-construcao-industrializada>. Acesso em: 14.05.2017.

FRENETTE, Caroline; BULL, Cécile; BEAUREGARD, Robert; SALENIKOVICH, Alexander; DEROME, Dominique. Using life cycle assessment to derive an environ-mental index for light-frame wood wall assemblies. Building and Environment, Volume 45, Issue 10, October 2010, Pages 2111–2122. Disponível em:<http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0360132310000880>. Acesso em: 08.04.2017.

GERVÁSIO, Helena. Análise de Ciclo-de-Vida de Casas em Madeira. In P. Lourenço et al (Ed.). Casas de Madeira: Livro de Atas Seminário LNEC. Lisboa, 2013. Disponível em:< http://www.hms.civil.uminho.pt/events/casas_madeira/63_74.pdf>. Acesso em: 09.04.2017.

GUARDIGLIA, Luca; MONARIA, Filippo; BRAGADINA, Marco. Assessing environmental impact of green buildings through LCA methods: acomparison between reinforced concrete and wood structures. in the European context. Procedia Engineering 21 (2011) 1199 – 1206, 2011. Disponível em: < http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1877705811049654>. Acesso em: 03.04.2017

GUSTAVSSON, Leif; JOELSSON, Anna; SATHRE, Roger. Life cycle primary energy use and carbon emission of an eight-storey wood-framed apartment building. Energy and Buildings Volume 42, Issue 2, February 2010, Pages 230–242. Disponível em: <http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0378778809002126>. Acesso em: 08.04.2017.

HÄKKINEN, Tarja; KUITTINEN, Matti; RUUSKA, Antti; JUNG, Nusrat. Reducing embodied carbon during the design process of buildings. Journal of Building Engineering, p. 1–13. 2015.

HALLIDAY, Sandy. Sustainable construction. Butterworth-Helnemann, Oxford, 2008.

HAMMOND, Geoff; JONES, Craig. Embodied energy and carbon in construction materials. Proceedings of the Institution of Civil Engineers - Energy, 161 (2). 2008, pp. 87-98.

INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA (IBICT). Desenvolvimento sustentável e avaliação do ciclo de vida. / Coordenação de conteúdo, Celina Maria Schmitt Rosa Lamb e Nilce Teresinha Puga Nass. – Brasília: IBICT - CNI, 2014. 33 p.

KARACABEYLI, Erol; DOUGLAS, Brad (ed). CLT handbook: cross laminated tim-ber. FPInnovations and Binational Softwood Lumber Council, 2013.

LIRA, Júlia. Depleção abiótica e potencial de aquecimento global no ciclo de vida de telhado verde comparativamente a um telhado convencional. Orientador: Rosa Maria Sposto. Dissertação de Mestrado. Brasília, PECC/FT/UnB, 2017, 120p.

NABUT NETO, Abdala. Energia Incorporada e Emissões de CO2 de Fachadas. Estudo de Caso do Steel Frame para Utilização em Brasília. Orientador: Rosa Maria Sposto. Dissertação de Mestrado. Brasília, PECC/FT/UnB, 2011, 157p.

OLIVEIRA, Ana; BIELER, Helena; SOUZA, Henor. Inserção de sistemas de constru-ção Industrializados de ciclo aberto estruturados em Aço no mercado da construção civil residencial brasileira. In: CONSTRUMETAL, 2012, São Paulo. Disponível em:< http://www.abcem.org.br/construmetal/2012/arquivos/Cont-tecnicas/34-Construmetal2012-insercao-de-sistemas-de-construcao-industrializados-de-ciclo-aberto.pdf>. Acesso em: 14.05.2017.

PAJCHROWSKI, Grzegrorz; NOSKOWIAK, Andrzej; LEWANDOWSKA, Anna; STRYKOWSKI, Wladyslaw. Wood as a building material in the light of environmental assessment of full life cycle of four buildings. Construction and Building Materials, Volume 52, fls. 428-436, 2014. Disponível em: <http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0950061813010994>. Acesso em: 03.04.2017

PEDROSO, Gilson. Avaliação do Ciclo de Vida Energético (ACVE) de Sistemas de Vedação de Habitações. Orientador: Rosa Maria Sposto. Tese de Doutorado. Brasília, PECC/FT/UnB, 2015, 226p.

PICCARDO. Chiara; MAGLIOCCO. Adriano. The Environmental Profile of Wood in the Building Industry Today: Comments on the Results of Some LCA Studies. Ameri-can Journal of Civil Engineering and Architecture 1.6, p.122-128, 2013. Disponível em: <http://pubs.sciepub.com/ajcea/1/6/2/index.html>. Acesso em: 08.04.2017.

PITTAU, Francesco; DE ANGELIS, Enrico. Wood in carbon efficient construction: environmental impacts assessment for the mitigation of climatic changes. In Proceeding of LCM 2011 - Towards Life Cycle Sustainability Management, 2011. Disponível em: <http://www.sciepub.com/reference/16304>. Acesso em: 08.04.2017

ROISIN, Benoit; CREMONINI, Bruna. Useful numbers for environmental studies and meaningful comparisons. Dartmouth College, 2017

SILVA, Vanessa; SILVA, Maristela. Seleção de materiais e edifícios de alto desempe-nho ambiental. In Edifício Ambiental. São Paulo: Oficina de textos, 2015.

SPOSTO, Rosa; DO Ó, Sávio. Management and technology for quality and sustainability of masonry components in Brasilia’s market. In: CIB W107 Construction in Developing Countries International Symposium “Construction in Developing Economies: New Issues and Challenges” 18-20. Santia- go, Chile: 2006.

SPOSTO; Rosa; PAULSEN, Jacob. A life cycle energy analysis of social housing in Brazil: Case study for the program “MY HOUSE MY LIFE”. Energy and Buildings 57 (2013) 95–102.

TAVARES, Sérgio. Metodologia de Análise do Ciclo de Vida Energética de Edifi-cações Residenciais Brasileiras. 2006. 225f. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) Pro-grama de Pós Graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

WERNER, Frank; RICHTER, Klaus. Wooden building products in comparative LCA: a literature review. International Journal of Life Cycle Assessment 12(7), p. 470-479, 2007. Disponível em: <http://www.vhn.org/pdf/LCA-Wood-algemeen.pdf>. Acesso em: 08.04.2017.

YANG, Weining; QI, Zhongying. Quantification of CO2 emissions of macro-infrastructure in China with simplified life cycle assessment. Journal of Natural Hazards, v. 82, p. 545–569, 2016.

ZENID, Geraldo José. Madeira: uso sustentável na construção civil. 2. ed. São Paulo: IPT, 2009. 99p. (IPT Publicação 3010). Disponível em:< http://www.ipt.br/download.php?filename=6-Madeiras:_uso_sustentavel_na_construcao_civil.pdf>. Acesso em: 06.06.2017

Published

2023-10-13

How to Cite

Guimarães, B. M., Sposto, R. M., Lira, J. S. de M. M., Silva Junior, E. E. de A., & Dias, A. C. O. (2023). Impacto ambiental da escolha de materiais: avaliação das emissões de CO2 na utilização de madeira versus blocos cerâmicos para veda-ção em habitações. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(10), 16135–16157. https://doi.org/10.55905/oelv21n10-089

Issue

Section

Articles