Prevalência de infecção pelo vírus Sars-Cov-2 relacionado a fatores socioeconômicos: revisão integrativa

Authors

  • Andréa Cristina Capriata Silva
  • Tallys Newton Fernandes de Matos
  • José Wellington de Oliveira Lima

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n12-132

Keywords:

fatores socioeconômicos, prevalência, SARS-CoV-2

Abstract

A prevalência é definida como uma proporção de uma população em um determinado momento que envolve ponderar, predominar e indicar a qualidade que prevalece e permanece. Nisto, destaca-se a pandemia da COVID-19 tendo como agente responsável o Coronaviridae, o vírus que pertence à família Síndrome Respiratória Aguda Grave, denominado SARS-CoV-2, que ainda apresenta repercussão na vida da sociedade. Diferentes fatores apontam associações significativas, como o perfil socioeconômico. Com isso, o objetivo geral do presente estudo foi investigar a prevalência de infecção pelo vírus SARS-COV-2 relacionado a fatores socioeconômicos. Foi realizado uma Revisão Integrativa de Literatura utilizando o acrônimo “PCC” para a pergunta norteadora. A busca aconteceu na “Scielo”, “Lilacs” e “Pubmed” e a coleta de dados foi baseada em critérios envolvendo qualidade de estudos em “ciências sociais” e “ciências da saúde”, no Brasil. A análise dos estudos se deu envolvendo os 6 níveis de evidência, com mapeamento descritivo baseado nos princípios de comunicação científica para a apresentação da revisão com suas finalidades, resultados e prerrogativas. Foi selecionado 8 estudos na composição dos resultados. Há maior prevalência de infecção da SARS-CoV-2 em condições crônicas como diabetes, doenças cardíacas, obesidade e cancro, assim como na terceira idade. Destaca-se que o Índice de Desenvolvimento Humano em cada lugar influência o maior ou menor indicio de infecção, através de fatores como vulnerabilidade social, saneamento básico precário e questões socioeconômicos. Com isto, é relevante a construção de propostas para subsidiar intervenções nos diferentes segmentos sociais.

References

BIBLIOTECA VIRTUAL DE SAÚDE. Descritores em Ciências da Saúde: DeCS. São Paulo: Bireme/Opas/Oms, 2019. Disponível em: <http://decs.bvsalud.org>. Acesso em 10 de janeiro de 2022.

BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Ensino médio inovador. Brasília: Secreta-ria de Educação, 2009.

CHAVES, N. T. C. P.; CHAVES, A. F. C. P.; MORAES, H. M. C.; SOUSA, F. A. M.; SILVA, C. P.; CUNHA, J. R. C. Análise sociodemográfica e epidemiológica das infec-ções por SARS-CoV-2 em município do nordeste brasileiro. Rev. enferm. UFPI, v. 9, p. e11062, 2020.

DEMENECH, L. M.; DUMITH, S. C.; VIEIRA, M. E. C. D.; NEIVA-SILVA, L. De-sigualdade econômica e risco de infecção e morte por COVID-19 no Brasil. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 23, p. e200095, 2020.

JOANNA BRIGGS INSTITUTE. JBI. Joanna Briggs Reviewers’ Manual: 2014 edi-tion. Australia: JBI, 2014.

LUZ, E. P.; DALLEPIANE, L. B.; KIRCHNER, R. M.; SILVA, L. A. A.; SILVA, F. P.; KOHLER, J.; GOPINGER, E.; CARLOT, J. M. Perfil sociodemográfico e de hábi-tos de vida da população idosa de um município da região norte do Rio Grande do Sul, Brasil. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 17, n. 2, p. 303–314, 2014.

MACINKO, J.; SEIXAS, B. V.; WOOLLEY, N. O.; ANDRADE, F. B.; LIMA-COSTA, M. F. Prevalência e características da COVID-19 em brasileiros com 50 anos ou mais: a iniciativa ELSI-COVID-19. Cadernos de Saúde Pública, v. 36, p. e00190320, 2020.

MAIA, A. E. S.; GRELLO, F. A. C. G.; CUNHA, K. C. Perfil Sociodemográfico e Clínico de Pacientes com Câncer Cadastrados no Programa de Visita Domiciliar de um Hospital da Rede Pública. Revista Brasileira de Cancerologia, [S. l.], v. 67, n. 2, p. e–05864, 2021.

MESENBURG, M. A.; HALLAL, P. C.; MENEZES, A. M. B.; BARROS, A. J. D.; HORTA, B. L.; BARROS, F. C.;HARTWIG, F. P.; JACQUES, N.; SILVEIRA, M. F. Doenças crônicas não transmissíveis e COVID-19: resultados do EPICOVID-19 Brasil. Revista Saúde Pública, v. 55, pág. 38, 2021.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. BRASIL. Quadros Descritivos das Tabelas com Informações Selecionadas pela PNAD. Brasília: Ministério da Educação, 2023. Dispo-nível em: <http://portal.mec.gov.br/component/tags/tag/perfil-sociodemografico>. Aces-so em 04 de setembro de 2023.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. BRASIL. Coronavírus Brasil. Ministério da Saúde: Bra-sília, 2023. Disponível em: <https://covid.saude.gov.br/>. Acesso em 03 de setembro de 2023.

OUR WORLD IN DATA. Daily new confirmed COVID-19 deaths per million peo-ple. EUA: Our World in Data, 2022. Disponível em: <https://ourworldindata.org/explorers/coronavirus-data-explorer>. Acesso em 16 de ju-nho de 2022.

PASSOS, V. M. A.; BRANT, L. C. C.; PINHEIRO, P. C.; CORREA, P. R. L.; MA-CHADO, I. E.; SANTOS, M. R.; RIBEIRO, A. L. P.; PAIXÃO, L. M. M.; JUNIOR, F. G. P.; SOUZA, M. F. M.; MALTA, D. C. Maior mortalidade durante a pandemia de COVID-19 em áreas socialmente vulneráveis em Belo Horizonte: implicações para a priorização da vacinação. Rev. bras. epidemiol., v. 24, p. e210025, 2021.

PEREIRA, M. G. A seção de resultados de um artigo científico. Epidemiol. Servir. Saúde, v. 2, pág. 353-354, 2013.

PIZZICHINI, M. M. M.; PATINO, C. M.; FERREIRA, J. C. Measures of frequency: calculating prevalence and incidence in the era of COVID-19. Jornal Brasileiro de Pneumologia, v. 46, n. 3, p. e20200243, 2020.

PONTES, G. S.; SILVA, J. M.; SILVA, R. P.; BARBOSA, A. N.; SANTOS, L. C.; RAMALHO, A. P. Q.; ALVES, C. E. C.; SILVA, D. F.; OLIVEIRA, L. C.; COSTA, A. G.; BRUNO, A. C. Increased vulnerability to SARS-CoV-2 infection among indige-nous people living in the urban area of Manaus. Scientific reports, v. 11, n. 1, p. 17534, 2021.

SILVA, G. D. M.; SOUZA, A. A.; CASTRO, M. S. M.; MIRANDA, W. D.; JARDIM, L. L.; SOUSA, R. P. Influência da desigualdade socioeconômica na distribuição das internações e dos óbitos por covid-19 em municípios brasileiros, 2020: um estudo ecoló-gico. Epidemiol. serv. saúde, v. 32, n. 1, p. e2022303, 2023.

SILVA, V. R.; PACHECO, E. S.; CARDOSO, O. O.; LIMA, L. H. O.; RODRIGUES, M. T. P.; MASCARENHAS, M. D. M. Tendência temporal das taxas de incidência e de mortalidade por COVID-19 e sua relação com indicadores socioeconômicos no Piauí: estudo ecológico, 2020-2021. Epidemiol. serv. saúde, v. 31, n. 2, p. e20211150, 2022.

SOUZA, M. T.; SILVA, M. D.; CARVALHO, R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein, n. 8, v. 1, p. 102-106, 2010.

UZUNIAN, A. Coronavirus SARS-CoV-2 and Covid-19. Jornal Brasileiro de Patolo-gia e Medicina Laboratorial, v. 56, p. e3472020, 2020.

Published

2023-12-15

How to Cite

Silva, A. C. C., de Matos, T. N. F., & Lima, J. W. de O. (2023). Prevalência de infecção pelo vírus Sars-Cov-2 relacionado a fatores socioeconômicos: revisão integrativa. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(12), 25900–25916. https://doi.org/10.55905/oelv21n12-132

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)