Criança e cidade: possibilidades de cidadania infantil por meio do espaço público

Authors

  • Robertha Georgya Galdino de Barros
  • Gicélia Mendes

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n9-207

Keywords:

infância, criança, cidade, espaço público, cidadania infantil

Abstract

A temática infância vem sendo estudada por pesquisadores dos mais diversos campos do conhecimento ao redor do mundo. Na tentativa de situá-la sob perspectivas que avancem sobre a visão tradicional de temática conceitualmente ligada à família e à escola, este texto abre-se para novas narrativas, tendo como objetivo analisar a relação entre criança-cidade como via potente de construção de cidadania infantil por meio do espaço público. Para tanto o texto pretende: discutir a relação entre criança, subjetividade e espaço público numa perspectiva histórica; analisar a relação crianca-cidade e os princípios básicos de cidadania infantil de acordo com Sarmento (2018) e; identificar em um projeto de extensão entre a criança e o bairro” tais princípios e conexões. Trata-se de uma pesquisa do tipo bibliográfica, que toma como esteio materiais já elaborados e publicados em livros e revistas científicas.

References

ARENDT, Hannah. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense Universitária,2007.

ARIES, Phillipe. A História Social da Criança e da Família. Rio de janeiro: Guanabara,1986.

AUGÉ, Marc. Le temps em ruines. Paris: Galilée, 2003.

BONDÍA, Jorge Larrosa. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação Jan/Fev/Mar/Abr 1998 Nº 19.

BRASIL. Lei nº 8.069/1990, de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Brasília, Presidência da República (1990). Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L8069.htm . Acesso em 23 de julho de 2023.

CAMBI, Franco. Histórica da Pedagogia. Editora São Paulo, Fundação Editora da Unesp (FEU), 1999.

Casas modernas de Aracaju: documento e memória. Inventário e Documentação Chaves, Carolina. Disponível em: https://docomomobase.ufba.br/sites/docomomobase.ufba.br/files/13docomomo_-_casas_modernas_de_aracaju.pdf. Acesso em 17 de abril de 2023.

CHRISTENSEN, Pia M. & O'BRIEN, Margaret. Children in the City

Home Neighbourhood and Community. Routledge Falmer, 2003.

FREIRE, Paulo. Política e Educação: ensaios. São Paulo: Cortez, 2001.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 1999

HARVEY, David. O direito à cidade. Revista Piauí. Ed. 82, julho de 2013. Disponível em: <http://piaui.folha.uol.com.br/materia/o-direito-a-cidade/>. Acesso em 29 de julho de 2023.

HARVEY, David. Social justice and the city. London: The University of Georgia Press, 2009.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo Demográfico 2010: características da população e dos domicílios resultados do universo. Rio de Janeiro: IBGE, 2012. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/periodicos/93/cd_2010_caracteristicas_populacao_ domicilios.pdf. Acesso em 10 de fevereiro de 2022.

JAMES, A. e JAMES, A.L. Construindo a infância: teoria, política e social prática. Hampshire: Palgrave Macmillan, 2004.

JAMES, A., JENKS, C. & PROUT, A. Teorizando a infância. Reino Unido: Polity Press, 1998.

JENKS, C. The Sociology of Childhood: Essential Readings. London: Batsford, 1982.

LANSKY, Samy. Na cidade, com crianças uma etno-grafia espacializada. 2012. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2012.

LEFEBVRE, Henri. A vida cotidiana no mundo moderno. São Paulo: Ática, 1991.

MASSEY, Doreen. Pelo Espaço: uma nova política da espacialidade. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2008.

MEDEIROS NETA, Olívia Morais de. É possível uma pedagogia da cidade? Revista HISTEDBR On-line. Campinas, n. 40, p. 212-221, dez. 2010.

MILLION, A., COELEN, T., HEIRINCH, A., LOTH, C. e SOMBORSKI, I. Educational Politics and Urban Design for Learning. Local Educational Landscapes in Policy and Practice, 2015.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Tradução Dulce Matos. Lisboa: Instituto Piaget, 1991.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Convenção das Nações Unidas dos Direitos da Criança, 1989.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Relatório situação mundial da infância 2012: crianças em um mundo urbano.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. World Urbanization Prospects, 2018.

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS CONTÍNUA. IBGE, 2018

PROUT, A. & JAMES, A. Um novo paradigma para a sociologia da infância. Proveniência, problemas e problemas. 2ª ed. Londres: Falmer, 1990.

PROUT, A. The Future of childhood: towards the interdisciplinary study of children. London: RoutledgeFalmer, 2005.

QVORTRUP, Jens. A dialética entre a proteção e a participação. In: Currículo sem Fronteiras, v. 15, n. 1, p. 11-30, jan./abr. 2015.

SARMENTO, M; SOARES, N. & TOMÁS, C. Participação Social e Cidadania Activa das crianças. Apresentado no Círculos de Discussão Temática - Infância, no IV Encontro Internacional do Fórum Paulo Freire, realizado na cidade do Porto em Portugal, durante os dias 19 e 22 de setembro de 2004. Disponível em: http://acervo.paulofreire.org:8080/jspui/handle/7891/3842. Acesso em 18 de junho de 2023.

SARMENTO, M. Uma Agenda Crítica para os Estudos da Criança. Currículo sem Fronteiras, v. 15, n. 1, p. 31-49, jan./abr. 2015.

______________. Infância e cidade: restrições e possibilidades. Revista Educação Porto Alegre, v. 41, n. 2, p. 232-240, maio-ago. 2018.

Published

2023-09-29

How to Cite

de Barros, R. G. G., & Mendes, G. (2023). Criança e cidade: possibilidades de cidadania infantil por meio do espaço público. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(9), 14369–14390. https://doi.org/10.55905/oelv21n9-207

Issue

Section

Articles