O contexto da cadeia produtiva da castanha-do-Brasil no período de 2017 a 2021

Authors

  • Lucas Silva Peixoto
  • Clistiane Santos Santana
  • Carolina Lilibeth Carvalho de Pinho
  • Lairy Silva Coutinho
  • Geovana Rocha Plácido
  • Osvaldo Resende
  • Marcos Vinicius Hendges
  • Daniel Emanuel Cabral de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.55905/oelv21n8-075

Keywords:

nozes, cadeia produtiva, castanha-da-amazônia, Bertholletia excelsa Bonpl

Abstract

A produção da castanha é totalmente orgânica, sendo ambientalmente correta por não utilizar produtos químicos e apresentar extremo valor socioeconômico para as populações tradicionais. A finalidade deste trabalho é analisar os dados de produção e renda da castanha-do-Brasil no período de 2017 a 2021, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e elencar as cinco cidades no ranking nacional de produção de castanha-do-Brasil no Brasil. Os municípios elencados são dos estados do Amazonas, Pará, Rondônia e Acre. O município de Humaitá, pertencente ao estado do Amazonas, sempre foi destaque no ranking nacional, ficando em 1° lugar todos os anos, consecutivos, na produção de castanha-do-Brasil. Os municípios elencados nos estudos, enfatizando a importância da cadeia produtiva na região norte do país. Espera-se que este estudo corrobore a compreensão da cadeia produtiva de castanha-do-Brasil.

References

BARBOSA, M. A. M.; SOUZA MORET, A. A RENDA NAS RESERVAS EXTRATIVISTAS. Saber Científico, v. 5, n. 2, p. 18-29, 2021.

BENZING, Albrecht et al. High natural bromine concentrations in organic Brazil Nuts from Bolivia. Journal of Food Composition and Analysis, v. 110, p. 104533, 2022.

BUENAVENTURA-RAMIREZ, Ivonne Maritza; SOUSA, Romier da Paixão; GÓMEZ LÓPEZ, José Daniel. Canais de comercialização da agricultura familiar: o caso da comunidade de Boa Vista de Acará na Amazônia paraense-Brasil. Revista Tecnologia e Sociedade, Curitiba, v. 16, n. 45, p. 123-150, out./dez., 2020.

COSTA, J I.; MASCARENHAS, S. A. N. Fatores que interferem no uso das boas práticas nas etapas no EXTRATIVISMO da Castanha-da-Amazônia no Sul do Amazonas. Educamazônia-Educação, Sociedade e Meio Ambiente, v. 21, n. 2, p. 264-277, 2018.

COSTA, J. S. G.; KLUCZKOVSKI, A. M. Tecnologias de conservação de nozes de árvores: uma revisão. 3ª ed. Editora Científica, 2021.

Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) National Nutrient Database for Standard Reference 1 Release April, 2018. Software Desenvolvido pela National Agricultural Library Departamento de Agricultura dos EUA (2019)

FREITAS, Suely Pereira et al. Extração e fracionamento simultâneo do óleo da castanha-do-Brasil com etanol. Food Science and Technology, v. 27, p. 14-17, 2007

GUIMARÃES, Eguinaldo Santos et al. A importância do extrativismo da castanha do Brasil (Bertholletia excelsa Bonpl.) para a consolidação da autonomia do povo Mẽbêngôkre-Kayapó e uso sustentável da floresta no Sul do Pará. Cadernos de Agroecologia, v. 15, n. 2, 2020.

KRAG, M. N.; SANTANA, A. C.; SALOMÃO, R. P.; MARTINS, C. M.; GOMES, S. C. A governança do arranjo produtivo local da Castanha-do-Brasil na Região da Calha Norte, Pará. RESR, Piracicaba-SP, v. 55, n. 3, p. 589-608, 2017. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/1234-56781806- 94790550310

KRAG, M. N.; SANTANA, A. C. A cadeia produtiva da castanha-do-brasil na região da Calha Norte, Pará, Brasil. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi-Ciências Naturais, v. 12, n. 3, p. 363-386, 2017.

NOGUEIRA, A. K. M.; SANTANA, A. C. Influência das chuvas na oferta de castanha-do-brasil e o impacto no benefício socioeconômico e ambiental, no Oeste do estado do Pará. Desenvolvimento e Meio Ambiente, v. 45, 2018.

PACHECO, A. M.; SCUSSEL, V. M. Selenium and aflatoxin levels in raw Brazil nuts from the Amazon basin. Journal of agricultural and food chemistry, v. 55, n. 26, p. 11087-11092, 2007.

PICANÇO, C. A. S.; COSTA; R. C. Análise da cadeia produtiva de castanha-do-Brasil na reserva biológica do Rio Trombetas, Oriximiná, Pará. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v.5, n. 10, p. 19460-19483, 2019. Doi: 10.34117/bjdv5n10-170

PINHEIRO, Josiel Carneiro et al. Fitossociologia e expectativa de renda com produtos florestais madeireiros e não madeireiros em assentamento no Pará. Nativa, v. 7, n. 1, p. 101-108, 2019.

QUEIROZ, Jaqueline Fontel et al. Produção e mercado dos produtos florestais não-madeireiros: o caso da castanha-do-pará (Bertholletia excelsa HBK). Research, Society and Development, v. 11, n. 13, p. e189111335284 e189111335284, 2022.

RIBEIRO, Franciene Dias et al. Caracterização do resíduo agrícola da castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa HBK). Terceira Margem Amazônia, v. 6, n. 15, p. 61-73, 2020.

Rocha, L. C. F., Moraes, R. P., Batista, M. A. C., Billacrês, M. A. R., Ramos, E. A., & da Silva Lima, J. Rede de comercialização de castanha-da-Amazônia (Bertholletia excelsa) na cidade de Tabatinga-AM. Anais Artigos completo. 19° Congresso Nacional do Meio Ambiente. N 2317-9686, v.14 2022

SANTOS VIEIRA, Diego et al. Percepções sobre castanhais nativos no Baixo Rio Tapajós, estado do Pará. Nativa, v. 10, n. 4, p. 449-457, 2022.

SILVA, J. M.; SOUZA, M. P.; SOUZA FILHO, T. A. Cadeia produtiva da Castanha-da-Amazônia nos Estados do Acre e Rondônia. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 11, p. 91277-91297, 2020.

SILVA, JM et al. Custos e preços da castanha-da-amazônia nos Estados do Acre e Rondônia. CEP, v. 69, p. 000, 2017.

SOUSA SILVA, Lindomar De Jesus et al. O extrativismo como elemento de desenvolvimento e sustentabilidade na Amazônia: um estudo a partir das comunidades coletoras de castanha-do-brasil em Tefé, AM. Revista Destaques Acadêmicos, v. 11, n. 2, 2019.

SOUZA, Luís Gustavo et al. Crescimento da produção de açaí e castanha-do-Brasil no Acre. Revista de Administração e Negócios da Amazônia, v. 10, n. 3, p. 157-171, 2018.

SCHONS, Jessica Iara et al. Extração assistida por ultrassom e caracterização do óleo da castanha-do-brasil (Bertholletia excelsa HBK). Interciencia, v. 42, n. 9, p. 586-590, 2017.

STOCKLER_PINTO, M.B.; CARRERO, J.J.; WEIDE, L.C.C.; COZZOLINO, S.M.F.; MAFRA, D. Effect of selenium supplementation via Brazil Nut (Bertholletia excelsa, HBK) on thyroid hormones Levels in hemodialysis patients: a pilot study. Nutr. Hosp., v. 32, p. 1808-1812, 2015.

TANIWAKI, Marta H. et al. Biodiversity of mycobiota throughout the Brazil nut supply chain: From rainforest to consumer. Food microbiology, v. 61, p. 14-22, 2017.

Published

2023-08-17

How to Cite

Peixoto, L. S., Santana, C. S., de Pinho, C. L. C., Coutinho, L. S., Plácido, G. R., Resende, O., Hendges, M. V., & de Oliveira, D. E. C. (2023). O contexto da cadeia produtiva da castanha-do-Brasil no período de 2017 a 2021. OBSERVATÓRIO DE LA ECONOMÍA LATINOAMERICANA, 21(8), 9218–9230. https://doi.org/10.55905/oelv21n8-075

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)